PORTO VELHO

Porto Velho

SEM INTERNET – Prefeitura vai vacinar idosos com mais de 60 anos por demanda espontânea

Porto Velho

 

Serão cerca de 4 mil doses que estarão disponíveis para esse público nesta quinta-feira

O objetivo é atingir a população com mais de 60 anos que não tem acesso à internet A Prefeita de Porto Velho vai vacinar idosos por demanda espontânea, nesta quinta-feira (6), das 9h às 17h, no Campus da Uniron, na Av. Mamoré, zona Leste da capital. O objetivo é atingir a população com mais de 60 anos que não tem acesso à internet e que, por consequência, não conseguiram agendar a vacinação.

A meta é imunizar, com a primeira dose, todo o público preconizado pelo Ministério da Saúde (MS) nesta faixa etária. “Essa vacinação de amanhã será para atingir todo o público de 60 anos ou mais e, principalmente, aqueles idosos que não têm acesso à internet e, por isso, não conseguiram agendar. Lembramos que vai durar o dia todo, então não é preciso ir apenas em um horário. Começamos às 9h e seguimos até às 17h. Então, se você tem 60 anos ou mais e não se vacinou, pode ir tomar a sua primeira dose amanhã”, declarou a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes

Leia Também:  Porto Velho: Prefeitura alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Para a primeira dose é preciso levar documento com foto e cartão do SUSA titular da Semusa, Eliana Pasini, reforça o pedido e pede para que a população com mias de 60 anos atenda ao chamado e compareça no local de vacinação. “As vacinas são seguras, temos que imunizar nossa população para reduzir cada vez mais os casos de Covid-19 no nosso município, acredite nas vacinas, elas são a nossa forma de proteção mais importante. Nós estamos nesse esforço para que todo esse público compareça apenas amanhã, para fechar a vacinação dos idosos com 60 anos ou mais e seguir com o plano de imunização da nossa capital”, reforça.

Serão cerca de 4 mil doses que estarão disponíveis para esse público nesta quinta-feira. A Semusa reforça que esse público será vacinado apenas amanhã e que não é necessário ir todos no mesmo horário para evitar aglomeração.

Para receber a primeira dose é preciso levar documento de identificação com foto, além do cartão do SUS.

VEJA O VÍDEO AQUI.

Texto: Jefferson Carvalho
Fotos: Leandro Morais
Vídeo: Saul Ribeiro

Leia Também:  PANDEMIA - Portadores de comorbidade com 30 anos ou mais serão vacinados a partir de quarta-feira (2) 

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

GENEROSIDADE – Campanha Vacina Contra a Fome continua com a arrecadação de alimentos em Porto Velho

Publicados

em


Quem for se vacinar, pode contribuir voluntariamente com alimentos para quem precisa

Doação pode ser feita no ponto de vacinaçãoSe receber a dose da vacina contra a Covid-19 significa esperança, doar um quilo de alimento não perecível para ajudar quem tanto precisa, ainda mais neste cenário de pandemia, é um gesto de amor e generosidade ao próximo.

Em Porto Velho, quem deseja contribuir com a campanha Vacina Contra a Fome, pode fazer a doação em um dos pontos de vacinação. Neste final de semana, as doações podem ser feitas na Faculdade São Lucas, Campus I; Centro Universitário Fimca; Faculdade Uniron, Campus I, e na sede da Prefeitura de Porto Velho, conforme cronograma ao final.

A ideia é sensibilizar a população quanto à doação de alimentos não perecíveis a quem mais precisa neste momento crítico ajudando na ação de combate à fome.

“A doação não é obrigatória, é uma ação que estamos fazendo, pois neste momento há muitas pessoas necessitadas e passando fome”, lembra a primeira-dama, Ieda Chaves, que é uma das coordenadoras do movimento no âmbito do município.

Leia Também:  Em reunião com dirigentes da Ampro e da Ameron, presidente Laerte Gomes reafirma compromisso da ALE em não deliberar Regra de Transição

Nos locais de vacinação, a população vai encontrar pontos de coleta de alimentos devidamente identificados e sem a necessidade de contato físico com outras pessoas, reduzindo assim a possibilidade de contágio pelo vírus.

Os alimentos arrecadados, serão transformados em cestas básicas, que serão destinadas às famílias já cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família (Semasf), que fazem parte dos grupos socialmente vulneráveis e que enfrentam algum grau de insegurança alimentar.

CONFIRA O CRONOGRAMA DE VACINAÇÃO DOS PRÓXIMOS DIAS:

Texto: SMC
Foto: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA