PORTO VELHO

Porto Velho

Serão leiloados 142 lotes (243 bens), dentre eles várias motocicletas, veículos de passeio, caminhonetes e máquinas pesadas

Publicados

Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho realizará nos dias 21 e 22 de setembro próximo, das 9 às 17h, o 2º leilão de bens que perderam a utilidade para o Município, mas que podem ser reaproveitados por empresas e pelo público em geral.

Conforme a Secretaria Municipal de Administração (Semad), responsável pelo evento, os interessados em arrematar algum lote deverão se cadastrar de 8 a 18 de setembro, das 8 às 12h, na rua Liduina, nº 4899, bairro Roque. Nesse mesmo período eles poderão visitar o pátio da Semad (no mesmo endereço), para conhecer os bens a serem leiloados.

O objetivo do leilão é retirar de todos os órgãos da Prefeitura os bens inutilizáveis ou inservíveis, com mais de cinco anos de uso, cuja vida útil para o Município já excedeu o limite, além dos que sofreram danos.

No total, serão leiloados 142 lotes (243 bens), dentre eles várias motocicletas, veículos de passeio, caminhonetes, máquinas e equipamentos agrícolas e industrial, retroescavadeira e pá carregadeira, entre outros itens.

Os recursos arrecadados serão empregados na aquisição de novos equipamentos, veículos e maquinários para renovação da frota da Prefeitura.

Leia Também:  CORONAVÍRUS Prefeitura de Porto Velho realiza nova desinfecção do Mercado do KM 1

Poderão participar do leilão e oferecer lances, todas as pessoas físicas ou jurídicas residentes no Brasil, cujos representantes estejam portando os documentos exigidos no edital e devidamente cadastrados.

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

Porto Velho

COVID-19 – Prefeitura apresenta balanço da Operação Argos III

Publicados

em


Equipe fiscalizou mais de uma centena de estabelecimentos comerciais de Porto Velho

A fiscalização é para garantir o cumprimento das restrições do decretoUma força-tarefa composta órgãos fiscalizadores da Prefeitura de Porto Velho, policiais militares e bombeiros militares realizou, sábado (10), a 3ª edição da Operação Argos. No total, 115 estabelecimentos comerciais foram visitados. O grupo atua para sensibilizar o comércio local quanto ao cumprimento das restrições relacionadas ao controle a pandemia de Covid-19.

A equipe percorreu algumas das principais avenidas da cidade como Sete de Setembro, Nações Unidas, Amazonas e José Amador dos Reis. Foram feitas orientações em 105 estabelecimentos, além de sete notificações e quatro autuações por motivos variados.

A atuação da força-tarefa de servidores da Prefeitura de Porto Velho é parte do cumprimento das medidas de restrição ao funcionamento de estabelecimentos comerciais previstas em legislação especifica.

“A fiscalização é feita para que não seja necessário ampliar o período de restrições ou fechar o comércio durante a semana. É ruim para economia, pior ainda para as vidas que são perdidas no decorrer da pandemia”, justifica o diretor do Departamento de Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Huéliton Mendes.

Leia Também:  ILUMINAÇÃO - Prefeitura atende distritos de  Vista Alegre e Fortaleza do Abunã

A fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos Mendes destaca que a sociedade precisa colaborar seguindo as regras impostas pelas autoridades sanitárias e que a classe empresarial também precisa ajudar o poder público neste momento.

Segundo a Semfaz, a fiscalização vai permanecer enquanto durar a vigência dos decretos que tratam do isolamento social controlado.

OPERAÇÃO

A Operação Argos é coordenada pelo Setor de Fiscalização da Semfaz e tem apoio do Departamento de Postura Urbana da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), além do apoio da Polícia Militar.

Texto: Etiene Gonçalves
Fotos: Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA