PORTO VELHO

Porto Velho

UNIÃO BANDEIRANTES: Semagric constrói aterro e libera acesso no Travessão dos Madeireiros

Porto Velho

Devido a sua extensão, a região de União Bandeirantes exige atenção constante

Por determinação do prefeito Hildon Chaves, as máquinas da Semagric baseadas nos distritos continuam trabalhando firme para manter as estradas trafegáveis. Nesse início de semana, reparos de emergência foram feitos no conhecido Travessão dos Madeireiros, que liga a linha 01 a linha 02, no distrito de União Bandeirantes.

Além da retirada de um bueiro antigo, que estava dentro do rio, cujas madeiras foram carregadas pelas águas, a Semagric construiu um aterro de cerca de 200 metros e fez também um novo bueiro, com formato adequado para suportar bem a próxima temporada de chuvas. Sem essa providência, não havia condições de passagem de veículos no local.

“Nós agradecemos o empenho dos nossos servidores, dos administradores dos distritos, dos diretores de serviço de campo e da comunidade, que nos auxilia em todas as situações. Mesmo com o quadro reduzido, nossas equipes têm mostrado empenho para impedir que o produtor rural fique sem condições de transitar”, disse o secretário Luiz Cláudio da Agricultura, assegurando mais uma vez que nenhuma demanda vai ficar sem resposta.

Leia Também:  Mulher tenta levar drogas para presídio num balde

“Nós estamos, conforme determinação do prefeito Hildon Chaves, empenhados em garantir o escoamento da produção rural em todos os distritos e setores chacareiros de Porto Velho”, finalizou ele.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Porto Velho

VACINA – Pessoas com comorbidade serão atendidas por demanda espontânea

Publicados

em


A vacinação acontece das 9h às 16hA Prefeitura de Porto Velho informa que, nesta terça-feira (10) e quarta-feira (11), das 9h às 16h, o público com comorbidades, que deve receber a primeira dose da vacina contra a covid-19, será atendido por demanda espontânea na faculdade Uniron, campus Mamoré, na zona Leste de Porto Velho.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), a decisão vem após a baixa procura deste público pelo imunizante.

Serão atendidos o grupo da primeira parte desta etapa:

• Pessoas com Síndrome de Down acima de 18 anos;

• Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise) acima de 18 anos;

• Gestantes e puérperas acima de 18 anos;

• Pessoas com Deficiência Permanente, cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos.

• pessoas com comorbidade de 55 a 59 anos

A pessoa deverá comprovar a doença pré-existente através de exames, receitas, relatório médico, prescrição médica, laudo, cartão do BPC, cartão do hiperdia, entre outros.

Leia Também:  Apenas três Estados têm todos hospitais com alvará da Vigilância Sanitária Rondônia ainda não está entre eles

Texto: Semusa
Fotos: Saul Ribeiro

​Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA