PORTO VELHO

Rondônia

Rondônia é 100% digital na abertura de empresas e registrou mais de 25,9 mil novos negócios, em 2022

Rondônia

Abertura de empresas é 100% digital em Rondônia por meio da plataforma Empresa Fácil RO

Digital, integrada e simplificada, são características da Junta Comercial de Rondônia (Jucer), que tornou a abertura de empresas no Estado mais rápida e eficiente nos últimos quatro anos e registrou a abertura de 25.952 empresas, em 2022. A média de tempo gasto para a abertura de um novo negócio é de 20 minutos, sendo todos os trâmites feito por meio de um portal único, o Empresa Fácil RO.  Um trabalho feito dentro dos padrões éticos e de transparência, pois a Junta foi um dos primeiros órgãos do Governo de Rondônia que aderiu ao Programa Rondoniense de Integridade.

‘‘O Governo de Rondônia busca dar à população condições para empreender de forma fácil, sem burocracia, estimulando a legalização dos negócios, e com isso tornando nosso Estado mais forte, atrativo para instalação de novos negócios, para gerar mais empregos e renda, e levar o Estado a ser referência no Brasil em qualidade de vida. Já somos o Estado com menor índice de desemprego da região Norte e com o terceiro menor índice do país, vamos avançar mais, para dar dignidade a nossa população’’, afirma o governador de Rondônia, Marcos Rocha.

Presidente da Jucer pontua as facilidades e vantagens de abrir uma empresa legalizada

De acordo com o presidente da Jucer, José Alberto Anísio, por meio da plataforma Empresa Fácil RO, além da abertura de empresas é possível ter acesso a todos os demais serviços que a Junta dispõe como atualizações de dados, consultas de viabilidade, certidões, e baixas de empresas. E ainda há um trabalho integrado com os órgãos fiscalizadores envolvidos nos trâmites como o Corpo de Bombeiros Militar – CBMRO, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental – Sedam, Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa); Secretaria de Estado de Finanças -Sefin, Receita Federal e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia -OAB/RO, e as 52 prefeituras.

Leia Também:  #ROLIMDEMOURA: Agosto Dourado policlínica realiza palestras para gestantes 

Além da integração dentro do Estado, a Jucer está integrada ao GOV.BR, a plataforma do Governo Federal, que entre as vantagens proporciona aos empreendedores o uso da assinatura eletrônica avançada. Os microempreendedores individuais devem buscar a formalização dos negócios pelo GOV.BR, e os demais empreendedores devem buscar pela abertura de empresas no Empresa Fácil RO. ‘‘Ficou muito fácil com todo esse processo eletrônico criar uma empresa, pois nosso atendimento acontece o dia todo de forma digital, inclusive nos finais de semana e feriados. Antigamente, a burocracia era muito grande, pois o empreendedor tinha que fazer uma peregrinação em cada órgão municipal e estadual para conseguir abrir uma empresa, o que podia demorar meses’’.

Prédio da Jucer, onde funciona o suporte presencial, foi reformado 

José Alberto Anísio garantiu que a Jucer está focada na melhoria do ambiente de negócios, para facilitar os trâmites para quem quer empreender, tirando as travas da burocracia, e tem recebido investimentos do Governo de Rondônia para aprimorar os serviços. ‘‘Nunca a Junta Comercial teve tantos investimentos como nos últimos anos. Tivemos a reforma do prédio, onde funciona a sede da Jucer, que melhorou o ambiente interno para servidores e o público, foram entregues novos computadores e mobiliários, um veículo novo, e o nosso sistema vem sendo aperfeiçoado’’.

Leia Também:  Sesdec adere ao Plano Rondoniense de Integridade e reforça compromisso no combate à corrupção

Para 2023, o presidente da Jucer já planeja ações de estímulo à cultura empreendedora e a legalização de negócios por meio da Cidadania Empresarial, desenvolvida pelo Governo do Estado, com ações da Sefin, juntamente com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico – Sedec, Jucer e demais parceiros. ‘‘Vamos sair a campo para explicar aos empreendedores a facilidade de criar de forma legal as empresas e os benefícios, a exemplo do suporte da previdência social, menos encargo com registro de funcionários, não está sujeito à penalidades do fisco, acesso a crédito, e aos programas do Governo de estímulo de negócios’’.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Dia Mundial da Hanseníase destaca que a doença tem cura e ações compartilhadas fomentam a luta contra o preconceito

Publicados

em

No último domingo de janeiro, o Dia Mundial da Hanseníase, o governo de Rondônia reforça o compromisso de controlar a doença, promover o diagnóstico e o tratamento correto e difundir informações para desfazer os preconceitos que afetam o diagnóstico preventivo da doença.  “O Estado seguirá as diretrizes do Ministério da Saúde, que objetivam o fomento à implantação do Protocolo Clínico de Diretrizes Terapêuticas da Hanseníase – PCDT e a realização de novos testes nos municípios. Nossa meta é ampliar ainda mais, o atendimento à população com foco no tratamento, reabilitação social e combate ao preconceito”, enfatizou o governador de Rondônia Marcos Rocha.

As metas estabelecidas pela Estratégia Nacional para Enfrentamento à Hanseníase 2023-2030, incluem a redução de 55% na taxa de casos novos de hanseníase em menores de 15 anos de idade até 2030, baseando-se no ano de 2019, que registrou 3,44 novos casos por 100.000 habitantes. Além disso, busca-se reduzir em 30%, o número absoluto de casos novos com Grau de Incapacidade Física 2 – GIF2 no momento do diagnóstico até 2030, levando em consideração o ano-base de 2019, que registrou 2.351 casos com GIF2, no momento do diagnóstico.

Leia Também:  Casal de Porto Velho que dividiu táxi com chinês é o primeiro suspeito de coronavírus de RO

Uma novidade para o fechamento do Janeiro Roxo, divulgado pelo ministério, é o aplicativo AppHans, que oferece conteúdo textual e visual para apoiar os profissionais de saúde no diagnóstico, tratamento, prevenção de incapacidade física e reações hanseníase. “A versão Beta do aplicativo está sendo testada e as versões para Android e iOS estão consolidadas antes de serem disponibilizadas ao usuário. O avanço tecnológico nos foi apresentado durante um seminário que participamos em Brasília, esta semana”, disse o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima.

TESTES RÁPIDOS

Está previsto a partir de fevereiro, o Governo Federal dará início à distribuição de 150 mil testes rápidos para o apoio ao diagnóstico da hanseníase no Sistema Único de Saúde – SUS. “Esses testes serão oferecidos às pessoas que tiveram contato próximo e prolongado com casos confirmados da doença”, disse a coordenadora Estadual da Hanseníase da Agevisa, Albanete Mendonça.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA