PORTO VELHO

Rondônia

82,3% das viagens dos rondonienses foram por motivos pessoais

Rondônia

O suplemento de Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) mostra que, em 2021, das 68 mil viagens feitas por rondonienses, 82,3% foram por motivos pessoais e 17,7% por motivos profissionais. Os percentuais são semelhantes aos apresentados em 2019: 80,5% por motivos pessoais e 19,5% por motivos profissionais.Por local de hospedagem, a casa de amigo ou parente foi a principal instalação, representando 45,9% das viagens ocorridas em 2021. Em todo o Brasil, a casa de amigo ou parente também foi a principal acomodação, sendo 42,9% de todas as viagens.A pesquisa aponta também que, das viagens realizadas pelos rondonienses por motivo pessoal, 23 mil (42,1%) foram para visita ou eventos de familiares e amigos, 17 mil (30,3%) para tratamento de saúde ou consulta médica, dez mil (18,1%) para lazer e cinco mil (9,4%) tiveram outros motivos.Ao comparar as informações da pesquisa nos anos de 2019 e 2021, percebe-se que as viagens com carro particular ou da empresa passaram a corresponder a mais da metade dos veículos utilizados. Em 2019, as viagens com carro particular ou de empresa representaram 36% do total. Já em 2021, este percentual foi de 56,8%.Em relação ao número de domicílios em que houve viagem, a PNAD Contínua aponta que, no ano de 2019, ocorreram viagens em 17,4% dos domicílios rondonienses enquanto que, em 2021, este índice foi de 9,3%.Nos domicílios em que nenhum morador viajou em 2021, foi questionado sobre o motivo, sendo que os mais recorrentes foram: não ter necessidade (29,1%), não ter dinheiro (19,7%) e não ser prioridade (19,3%). Estes índices foram diferentes dos indicados em 2019: em 43,5% dos domicílios que nenhum morador viajou o motivo foi por não ter dinheiro; 17,5% não ter tempo e 17,5% não ter necessidade. 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  VEJA A SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA DECRETADA PELO GOVERNO DE RONDÔNIA DEVIDO A SECA DO RIO MADEIRA
Propaganda

TJ RO

Encerra nesta sexta-feira o prazo para responder pesquisa de Segurança Institucional do Poder Judiciário

Publicados

em

 Imagem Pesquisa

 
 
Levantamento busca medir grau de satisfação e percepção dos usuários a respeito dos serviços

Termina nesta sexta-feira, 12, o prazo para responder a Pesquisa de Satisfação e percepção dos usuários a respeito dos serviços de segurança institucional. Lançada no dia 1 deste mês, a pesquisa tem por objetivo aprimorar a atuação das unidades responsáveis pela segurança institucional. O levantamento deve ser realizado bienalmente.

A participação dos públicos interno e externo é relevante, pois a adesão voluntária ao questionário é uma demonstração de interesse por um assunto tão relevante para o dia a dia. A segurança é um fator essencial para o desenvolvimento das atividades, por isso a percepção que cada um tem a respeito do tema é uma informação importante para que o Gabinete de Segurança Institucional atue na satisfação de eventuais demandas e ampliações de ações e projetos exitosos já em execução. Conheça o trabalho das unidades que garantem a segurança no Poder Judiciário.

Trabalho integrado

Os formulários da pesquisa foram elaborados  pelo Gabinete de Segurança Institucional – GSI, com apoio das Coordenadorias de Inteligência e Contrainteligência, Segurança Patrimonial e Humana e as Assessorias Militar e Bombeiro, englobando 04 (quatro) eixos de segurança mencionados nas Resoluções n. 435/2021- CNJ, de 28/10/2021 e  Resolução n. 209/2021-TJRO, de 29/06/2021, que dispõe sobre a Política de Segurança do PJRO: atendimento ao público, segurança das pessoas, segurança institucional nas áreas e instalações.
 
Pesquisa de satisfação usuário Interno

Pesquisa de satisfação usuário Externo

Leia Também:  Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 90 milhões

Assessoria de Comunicação Institucional

Fonte: TJ RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA