PORTO VELHO

Rondônia

Ação do Ipem Rondônia fiscaliza balanças comerciais em municípios do Vale do Jamari

Rondônia

Ações foram executadas nos municípios de Buritis e Monte Negro, além do distrito de Rio Pardo

O Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia – Ipem/RO realizou ações de fiscalização nos municípios de Buritis e Monte Negro, além do distrito de Rio Pardo. As atividades ocorreram no período de 6 a 10 de junho em oito bombas de combustíveis e em 75 balanças comerciais, com sete reprovações.

O trabalho visa garantir a importância do Ipem na preservação da livre concorrência, do comércio justo e na proteção dos direitos do consumidor.

Além das sete balanças reprovadas, outras três foram apreendidas pelo Ipem por não apresentarem modelo de aprovação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro. “Elas não estão regulamentadas pelo Inmetro e o uso causa prejuízo tanto ao consumidor quanto aos empresários, pois, além de gerar a autuação para o dono do estabelecimento, tem o agravante de que não há garantia para o consumidor no peso correto do produto”, destacou o metrologista do Ipem, Elder Almeida.

Leia Também:  Cleiton Roque parabeniza governo do Estado pela conclusão das obras do Instituto Técnico Abaitará

Para o presidente do Ipem, Theodoro Rahal, as ações inibem a comercialização de balanças sem aprovação do Inmetro. “Esse foi um trabalho essencial realizado pela equipe de fiscalização do Ipem. No que compete ao órgão, verificamos se as balanças utilizadas nas relações comerciais atendem às normas, pois o objetivo é garantir que o consumidor esteja pagando pelo peso correto e justo”, explicou Theodoro.

O consumidor pode ser um agente ativo nas ações conjuntas com o Ipem, denunciando, as suspeitas ou confirmações de alguma irregularidade em produtos e/ou balanças pode-se informar à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail [email protected] ou pelo número 0800 647 7277.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TJ RO

Servidores(as) aposentados(as) do TJRO visitam exposição dos 40 anos

Publicados

em

 expo40ServAposentados

Percival Almeida é um dos servidores(as) aposentados(as) que faz parte do grupo que se encontra periodicamente na sede do sindicato. Na quarta-feira, 17, o encontro foi no espaço do Tribunal de Justiça de Rondônia, no Porto Velho Shopping, comemorativo aos 40 anos. “Boas recordações. Estou lembrando de muitas coisas boas aqui com os meus colegas aposentados como, por exemplo, a implantação do Telecurso, na gestão do desembargador Dimas Ribeiro da Fonseca como presidente. Eu apareço aqui, no meio da turma”, disse apontando para a foto. “Foi importante para todo mundo”, reforçou.

expo40ServAposentados2A foto da ginástica laboral praticada pelos servidores também trouxe doces memórias para Maria Conceição Santos. “Resgata a história do Judiciário do começo até aqui, bem interessante o registro desses momentos”, comentou. 

Joserina Flores, servidora de Guajará-Mirim, depois que se aposentou veio para Porto Velho. Aproveitou para visitar a exposição e registrar o momento com os colegas. 

Depois de 30 anos de serviços prestados ao Judiciário, a servidora Nilce Buzetti se aposentou há nove anos. “Estou encontrando aqui várias pessoas que há tempo não via. As fotos fazem com que lembremos do passado, das pessoas com quem convivíamos, isso é maravilhoso”, opinou.

Leia Também:  Rondonienses terão bandeira verde na conta de luz a partir de 16 de abril

Todos os servidores se juntaram para uma foto do encontro na frente do espaço destinado à exposição para marcar mais um momento histórico de quem ajudou a construir a trajetória do Judiciário.

Pioneiras

expo40Servpioneiras

Nesta semana, um grupo de servidoras pioneiras na Justiça também visitou a Exposição 40 anos, dentre elas Helena Carvajal, primeira servidora nomeada no Poder Judiciário e outras que ainda atuam na instituição. Ao contemplar os registros fotográficos, se reconheceram e lembraram momentos marcantes durante a atuação no Judiciário. Dentre as nomeadas em 1982, ano de instalação do Poder Judiciário no Estado, além de Helena, Julia Sania Miranda e Angelina Gomes de Brito, esta última, ainda atuante do Tribunal de Justiça, lotada no Gabinete da Secretaria de Orçamentos e Finanças. Os registros, muitos em preto e branco, mostram um pouco do dia a dia no ambiente de trabalho.

expo40Servpioneiras2As demais servidoras foram nomeadas nos anos de 1983 e 1984, são elas: Maria Alves Montenegro, Cláudia de Oliveira Lima, Janete Lara, Solange Martinho, Patrícia Holanda, Erica Oliveira, Suzana Oni Oliveira. Cecileide Correia e Katia Celene Miranda ainda estão atuantes na instituição. Além de lembrar o passado, a visita foi uma oportunidade de reencontro dentre as servidoras. “Senti muita alegria, recordar todo esse tempo que passamos trabalhando e agora reencontrar os colegas do TJ, revivermos isso”, comemorou a servidora aposentada Suzana Oni Oliveira.

Leia Também:  TRIGO/CEPEA: Mesmo com queda nos EUA, preço sobe no Brasil

A cada nova fotografia, uma emoção do reencontro com o passado. O encontro das servidoras, que ao longo dos anos cultivaram uma amizade além do trabalho, foi marcado também pela alegria convertida em música. Algumas delas, como Cecileide e Helena, fizeram parte do coral da instituição, conforme também revelam os registros na exposição sobre mostras culturais realizadas pela instituição. “É sempre uma grande alegria nos reencontrarmos e ver reconhecido nosso pioneirismo pelo TJRO”, enalteceu Cecileide, coordenadora do Departamento do Conselho da Magistratura. 

Assessoria de Comunicação Institucional

Fonte: TJ RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA