PORTO VELHO

Rondônia

Agricultura familiar de Vilhena é fortalecida com investimentos de R$ 80 mil do PAA Federal

Rondônia


Cerca de 30 agricultores vão participar do Programa de Aquisições de Alimentos, em Vilhena

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri) e da Coordenadoria de Agricultura Familiar (Cafamiliar), em parceria com a prefeitura municipal de Vilhena realizam o atendimento à demanda do Programa de Aquisições de Alimentos (PAA) com recursos do Ministério da Cidadania para fortalecer a renda das famílias rurais.

Atendimentos acontecerão todas àss terças-feiras

Segundo dados da prefeitura, 29 agricultores vão participar do PAA federal, que conta com R$ 80 mil de recursos federais repassados ao município pela Seagri. Por meio da compra direta de alimentos de produtores da agricultura familiar, o programa atenderá todas às terças-feiras até o fim do recurso, no pátio da Secretaria de Agricultura do município.

O PAA tem como objetivo incentivar a produção alimentícia no campo, onde verduras, frutas, legumes e bolachas são comprados dos produtores e o município destina às entidades socioassistenciais que atendem pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional.

Leia Também:  Governo executa patrolamento na RO-383 que interliga Alta Floresta ao distrito de Nova Gease

As entidades beneficiadas serão: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Hospital Regional de Vilhena, Lar dos Idosos e Pastoral da Criança.

O secretário da Seagri, Evandro Padovani, destaca que o programa é um grande apoio e incentivo do governador Marcos Rocha, que vem buscando fortalecer a agricultura familiar. “Precisamos atender o maior número de agricultores com esse programa. Temos um Estado rico na produção de alimentos produzidos no campo e essa é uma maneira de fortalecer a renda familiar dos nossos produtores”.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Operação “Esvazia João Paulo II” transferiu 38 pacientes para outros hospitais neste final de semana, em Porto Velho

Publicados

em


Operação Esvazia João Paulo, realizada neste sábado, 19

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da saúde (Sesau) montou uma força-tarefa neste sábado (19) para desafogar o Pronto Socorro João Paulo II. Durante a ação foram transferidos para outras unidades 38 pacientes. Devido ao grande número de atendimentos voltados a pacientes vítimas de acidentes de trânsito o Pronto Socorro teve seus leitos esgotados nas últimas semanas.

O secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo relembrou que esta não é a primeira ação. “No início da gestão, houve uma ação semelhante onde pacientes que ficavam internados nos corredores e na garagem tomando sol e chuva foram removidos e transferidos”.

A superlotação fez parte da história do Hospital João Paulo II durante muitos anos. “O governador Marcos Rocha tem trabalhado arduamente para que possamos construir um novo hospital, mas, enquanto isso estamos alocando estes pacientes em outros leitos criados especificamente para eles, proporcionando melhor qualidade no atendimento”, enfatizou Máximo.

Leia Também:  OAB/RO informa resultado de consulta aos advogados sobre porte de arma

“Esta gestão tem como prioridade construir um novo hospital  para atender casos de urgência e emergência. Sabemos que o JP II não suporta mais atender toda a população do Estado. Paralelo a essa pandemia estamos estudando e trabalhando para que o novo Hospital seja construído para beneficiar toda a nossa população”, finalizou o secretário.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA