PORTO VELHO

Rondônia

Alunos da Escola Estadual Simon Bolvar participam do projeto “Fest Gospel”, em Guajará-Mirim

Rondônia

Alunos mostraram o talento através do canto, dança ou ainda tocando instrumentos musicais

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Simon Bolívar, instalada no município de Guajará-Mirim, realizou o “Fest Gospel”, com o tema “Identidade”. As apresentações ocorreram no pátio da instituição e contaram com a presença dos alunos de todas as turmas e o corpo técnico.

A diretora da Escola Simon Bolivar, Liliane Alexandre da Costa explica que a gestão e os professores aproveitam a oportunidade para trabalhar e fortalecer valores junto aos estudantes. “Este ano o tema foi “Identidade”, em que podemos trabalhar o fortalecimento da personalidade de cada aluno, tratando sobre as influências e potencialidades. Não é um evento religioso, mas sim a oportunidade de trabalhar temas que venham fortalecer o jovem na sua essência”, destacou.

Os alunos puderam mostrar todo talento através do canto, dança ou ainda tocando instrumentos musicais, transmitindo uma mensagem motivacional e de esperança. Durante o evento, a psicóloga pós-doutora Luanna Johnson, da Universidade Federal de Rondônia – UNIR, levou uma mensagem relacionada ao tema. “Trouxe esse momento de reflexão sobre olhar para si mesmo e para o outro, com carinho e atenção”, enfatizou a psicóloga.

Leia Também:  Projeto "Opera Rondônia" será realizado pelo Governo de Rondônia em Cerejeiras

A coordenadora regional de Ensino em Guajará-Mirim e Nova Mamoré destacou a importância de promover eventos como esse. “O projeto Fest Gospel foi um momento prazeroso, em que os todos se divertiram com as apresentações. Um momento como esse de lazer e aprendizado, motiva os alunos. Sempre é bom cantar e quando se trata da palavra de Deus é melhor ainda”, ressaltou a professora.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

82,3% das viagens dos rondonienses foram por motivos pessoais

Publicados

em

O suplemento de Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) mostra que, em 2021, das 68 mil viagens feitas por rondonienses, 82,3% foram por motivos pessoais e 17,7% por motivos profissionais. Os percentuais são semelhantes aos apresentados em 2019: 80,5% por motivos pessoais e 19,5% por motivos profissionais.Por local de hospedagem, a casa de amigo ou parente foi a principal instalação, representando 45,9% das viagens ocorridas em 2021. Em todo o Brasil, a casa de amigo ou parente também foi a principal acomodação, sendo 42,9% de todas as viagens.A pesquisa aponta também que, das viagens realizadas pelos rondonienses por motivo pessoal, 23 mil (42,1%) foram para visita ou eventos de familiares e amigos, 17 mil (30,3%) para tratamento de saúde ou consulta médica, dez mil (18,1%) para lazer e cinco mil (9,4%) tiveram outros motivos.Ao comparar as informações da pesquisa nos anos de 2019 e 2021, percebe-se que as viagens com carro particular ou da empresa passaram a corresponder a mais da metade dos veículos utilizados. Em 2019, as viagens com carro particular ou de empresa representaram 36% do total. Já em 2021, este percentual foi de 56,8%.Em relação ao número de domicílios em que houve viagem, a PNAD Contínua aponta que, no ano de 2019, ocorreram viagens em 17,4% dos domicílios rondonienses enquanto que, em 2021, este índice foi de 9,3%.Nos domicílios em que nenhum morador viajou em 2021, foi questionado sobre o motivo, sendo que os mais recorrentes foram: não ter necessidade (29,1%), não ter dinheiro (19,7%) e não ser prioridade (19,3%). Estes índices foram diferentes dos indicados em 2019: em 43,5% dos domicílios que nenhum morador viajou o motivo foi por não ter dinheiro; 17,5% não ter tempo e 17,5% não ter necessidade. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA