PORTO VELHO

Rondônia

Blitz Educativa orienta condutores sobre cuidados no trânsito em ação do Movimento Maio Amarelo

Rondônia

Blitz Educativa para orientar condutores para um trânsito mais seguro e humanizado

O Departamento Estadual de Trânsito – Detran-RO tem trabalhado constantemente na conscientização de condutores para um trânsito mais humanizado e seguro para todos. Na noite de quarta-feira (18) durante trabalho em conjunto entre a Diretoria Técnica de Educação de Trânsito – Dtet e Diretoria Técnica de Fiscalização e Ações de Trânsito – Dtfat foram realizadas blitze educativas em vários pontos de Porto Velho.

O trabalho que uniu servidores da Dtet e agentes de trânsito da Dtfat foi realizado em três pontos da cidade, sendo o primeiro na Avenida Calama, nas imediações do Parque da Cidade, onde os condutores foram abordados e orientados pelos servidores sobre os cuidados que devem ter para evitar sinistros e lesões no trânsito, como respeitar a legislação de trânsito que inclui vários fatores como a velocidade da via; respeitar a sinalização semafórica; ter equilíbrio emocional; preservar o meio ambiente; respeitar o direito dos outros; ser compreensivo com os erros dos outros, evitar discussões e comportamentos agressivos e se ingerir bebida alcóolica não dirigir.

Paulo Higo agradece o agente pela orientação e ressalta que o trânsito é responsabilidade de todos

O diretor-geral do Detran Rondônia, Paulo Higo Ferreira de Almeida, acompanhou de perto a ação e ao passar na blitz educativa realizada na Avenida Calama ouviu atentamente às orientações do agente de trânsito, Januário Moraes Gusmão. Após as explanações, Paulo Higo, disse: “fico feliz em ver a educação de trânsito na rua, mostrando essa outra face do Detran, mostrar que nós estamos trabalhando para que nossos condutores sejam devidamente instruídos, para que tenhamos um trânsito mais seguro”.

Leia Também:  Revitalização asfáltica por meio do “Tchau Poeira” melhora trafegabilidade no município de Corumbiara

O diretor-geral também falou da importância da conscientização de todos no trânsito, lembrando do Movimento Maio Amarelo, que esse ano traz como tema, “Juntos Salvamos Vidas” para que seja despertada a importância da preservação da vida e o cuidado que todos devem ter para evitar mortes e lesões no trânsito.

O diretor Técnico de Educação de Trânsito, Ruymar Pereira de Lima, ressaltou a importância da blitz educativa envolvendo a Educação e a Fiscalização, afirmando que as duas pastas trabalham com o mesmo objetivo que é salvar vidas e garantir um trânsito seguro para todas as pessoas e elogiou o diretor de Fiscalização, Welton Roney Nunes Ribeiro que tem feito um excelente trabalho com ações repressivas e educativas por meio da ação “Duas Rodas, Uma Só Vida” em todo o Estado, “agora estamos unindo forças em torno de um só objetivo que é garantir um trânsito seguro e humanizado, conciliando educação e fiscalização”, afirmou Ruymar Pereira.

Na quarta-feira, foram realizadas blitze educativas também na Avenida Jatuarana, na zona Sul e na Avenida Carlos Gomes, atendendo os bairros da região central e da periferia também.

Leia Também:  TJ-RO confirma penalidade de vereador Zequinha Araújo por desvio de dinheiro para fins particulares
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

82,3% das viagens dos rondonienses foram por motivos pessoais

Publicados

em

O suplemento de Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) mostra que, em 2021, das 68 mil viagens feitas por rondonienses, 82,3% foram por motivos pessoais e 17,7% por motivos profissionais. Os percentuais são semelhantes aos apresentados em 2019: 80,5% por motivos pessoais e 19,5% por motivos profissionais.Por local de hospedagem, a casa de amigo ou parente foi a principal instalação, representando 45,9% das viagens ocorridas em 2021. Em todo o Brasil, a casa de amigo ou parente também foi a principal acomodação, sendo 42,9% de todas as viagens.A pesquisa aponta também que, das viagens realizadas pelos rondonienses por motivo pessoal, 23 mil (42,1%) foram para visita ou eventos de familiares e amigos, 17 mil (30,3%) para tratamento de saúde ou consulta médica, dez mil (18,1%) para lazer e cinco mil (9,4%) tiveram outros motivos.Ao comparar as informações da pesquisa nos anos de 2019 e 2021, percebe-se que as viagens com carro particular ou da empresa passaram a corresponder a mais da metade dos veículos utilizados. Em 2019, as viagens com carro particular ou de empresa representaram 36% do total. Já em 2021, este percentual foi de 56,8%.Em relação ao número de domicílios em que houve viagem, a PNAD Contínua aponta que, no ano de 2019, ocorreram viagens em 17,4% dos domicílios rondonienses enquanto que, em 2021, este índice foi de 9,3%.Nos domicílios em que nenhum morador viajou em 2021, foi questionado sobre o motivo, sendo que os mais recorrentes foram: não ter necessidade (29,1%), não ter dinheiro (19,7%) e não ser prioridade (19,3%). Estes índices foram diferentes dos indicados em 2019: em 43,5% dos domicílios que nenhum morador viajou o motivo foi por não ter dinheiro; 17,5% não ter tempo e 17,5% não ter necessidade. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA