PORTO VELHO

Rondônia

Centro de Treinamento da Polícia Penal de Rondônia avança no aprimoramento de profissionais da Segurança Pública

Rondônia


Propósito do CTPP é aperfeiçoar os trabalhos dos servidores, além de qualificá-los ainda mais para qualquer tipo de eventualidade

O Governo de Rondônia, por intermédio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), avança no aprimoramento e na valorização dos servidores atuantes na Segurança Pública. Isso, graças às promoções de capacitações e treinamentos, teóricos e práticos, executados pela Escola Estadual de Serviços Penais (Esep), que conta com mais de dois mil policiais penais capacitados, entre os anos de 2019 e 2020.

Inaugurado em dezembro do ano passado, o Centro de Treinamento da Polícia Penal (CTPP) visa aperfeiçoar os trabalhos dos servidores, além de qualificá-los mais ainda para qualquer tipo de eventualidade, primando sempre pela segurança das equipes e dos reeducandos nas unidades prisionais. Uma iniciativa assertiva, semeada pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha quando ainda era secretário da Sejus. Uma concepção planejada, que foi concretizada e, hoje, é uma realidade para a classe. O Centro de Treinamento possibilita com que Rondônia tenha mais policiais penais preparados, contribuindo para que o Sistema Penitenciário seja mais eficiente.

CAPACITAÇÕES CONTÍNUAS

Apesar da pandemia ainda presente no Estado, as ações da Escola de Serviços Penais não pararam. Para se ter uma ideia da seriedade desse intenso trabalho, após a inauguração do CTPP foi realizada a primeira capacitação no novo espaço, com o curso de Atendimento Pré-Hospitalar de Combate Prisional Tático (APH Tático), envolvendo 46 servidores do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape). O curso foi organizado seguindo os protocolos de saúde necessários, dividido em três turmas, com duração de duas semanas, ministrado por instrutores que vieram de Santa Catarina.

De acordo com o coordenador pedagógico da Esep, Marcel da Silva Fabrício, o treinamento foi voltado para emergências médicas em combate. ‘‘O intuito dessa capacitação foi para aprimorar a atuação para salvamento de vidas. Ou seja, quando um servidor ou apenado for acometido por algum incidente de emergência médica, eles vão saber atuar’’, detalhou.

Leia Também:  MPF e MP/RO querem que licenciamentos ambientais do Complexo Rio Madeira sejam feitos pelo Ibama

Mas esses trabalhos vão mais além, conforme explicado pela diretora da Esep da Sejus, Ana Claudia Serafim. O investimento no Centro de Treinamento faz parte da visão arrojada da atual gestão da Sejus com o secretário Marcus Rito, que tem a atenção voltada à valorização do servidor penitenciário. Por isso, a ideia é ampliar a estrutura do CTPP, para que se torne ainda mais completa, com alojamentos, academia, simulação de penitenciária para treinamentos policiais, estande de tiro, que já está em funcionamento e a inclusão da sede administrativa no local.

Policiais penais mais preparados no CTPP irão colaborar para um Sistema Penitenciário ainda mais eficiente

A estrutura do Centro de Treinamento foi executada por meio de recursos próprios da Sejus e contou com a parceria do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER). O espaço está localizado na Estrada da Penal, após o Centro de Detenção Provisória (Antigo Urso Branco). Para a diretora da Esep, a implantação do Centro vem para agregar a atuação dos servidores e também motivá-los. “Antes os policiais precisavam solicitar de outros órgãos espaço para o treinamento, agora é um grande ganho ter um local específico para a capacitação deles”, afirmou Ana Cláudia.

CRONOGRAMA DE AÇÕES

As capacitações com servidores vão mais além, do administrativo ao operacional. O intuito é proporcionar essa qualificação a todos os servidores do território rondoniense. A Esep já elaborou um cronograma de ações a serem executadas ainda esse ano, conforme a mudança da pandemia na região. A exemplo da programação prevista para a segunda quinzena de abril, com a elaboração do “Ciclo de Aperfeiçoamento Continuado em Serviços Penais”, para a comarca de Ariquemes.

Leia Também:  Moradores de União Bandeirantes aguardam com expectativa documento definitivo do imóvel Está prevista para novembro a entrega de aproximadamente 3.500 títulos definitivos

Para maio está prevista a promoção do curso de “Incursão em Ambiente Prisional “CIAP” Regional I “ Polo Guajará Mirim”, para a comarca de Guajará-Mirim e o curso básico de Libras para a comarca de São Miguel do Guaporé. Serão inseridas ainda as comarcas da São Francisco e Santa Luzia. Ainda no mesmo mês está prevista a programação dos cursos de Treinamento para Operadores de Monitoramento, para a comarca de Porto Velho.

Esses são apenas alguns dos cursos elencados na programação da Esep, que poderão ser executados, conforme a mudança do atual cenário pandêmico. Para a diretora da escola, o reflexo desse trabalho junto à classe em diferentes localidades no Estado tem sido gratificante.

“Nós já tínhamos a existência da Esep buscando trabalhar o aperfeiçoamento dos nossos servidores. Com o centro de treinamento, o nosso trabalho tende a melhorar e nós conseguiremos oferecer mais cursos das mais diversas áreas que abrangemos, por termos agora um local amplo e próprio da Polícia Penal. O Centro está em Porto Velho, mas será utilizado por todos os servidores conforme cronograma de cursos para os servidores do interior do Estado. No momento, o centro de treinamento está em funcionamento com o estande de tiro e a sede da escola irá funcionará no local, além de quadra poliesportivas, alojamentos e futuramente academia”, declarou.

É importante salientar que o público imediato dos servidores da Polícia Penal são os reeducandos. Portanto, cada vez em que são investidas as capacitações para esses servidores, é refletido ao reeducando, para a família do reeducando e, consequentemente para a sociedade, com um serviço mais elaborado, atendendo da melhor forma, trabalhando para que o reeducando possa retornar à sociedade.

Atualmente, a equipe técnica da Esep é composta por cinco servidores, atuantes em diversas setores como direção, coordenação pedagógica juntamente com o assistente pedagógica, coordenação administrativa e apoio logístico.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Projeto de Lei para cobertura orçamentária de serviços públicos do DER é aprovado pelo Legislativo

Publicados

em


Conquista do Governo de Rondônia dará mais qualidade à trafegabilidade de ruas e rodovias dos 52 municípios do Estado.

Projetos de lei do Governo de Rondônia que autorizam a cobertura orçamentária para serviços primários de pavimentação de rodovias e contração de servidores foram aprovados pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE/RO) na última terça-feira,  13. Esta conquista possibilita que o Poder Executivo faça a abertura de Crédito Adicional Suplementar por Anulação, até o valor de R$ 300.000.000,00 (trezentos milhões de reais) em favor do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER).

A outra cobertura, que faz parte do mesmo projeto, permite a suplementação no valor de R$ 4.880.147,72 (quatro milhões, oitocentos e oitenta mil, cento e quarenta e sete reais e setenta e dois centavos), visando à contratação em caráter imediato e temporário de 147 servidores para atuar nas obras de infraestrutura dos municípios. A medida irá atender os 52 municípios do Estado, com o objetivo de oferecer condições de trafegabilidade e conforto para os cidadãos rondonienses.

Leia Também:  Repasses da prefeitura para empresa Freitas serão feitos via conta judicial

Segundo o governador, coronel Marcos Rocha, o investimento do Executivo Estadual dará apoio financeiro e técnico aos gestores locais. “Primordialmente, destaco que o crescimento de Rondônia está diretamente atrelado ao desenvolvimento efetivo dos municípios, pois, a maior parte da população reside nas áreas urbanas, que por vezes, precisa de mínimas condições sociais e ambientais, que afetam diretamente a qualidade de vida do cidadão, sendo que um dos principais problemas ligados à infraestrutura trata-se da falta de pavimentação em vias urbanas”, destaca.

Ainda, durante mensagem proferida à casa de leis, o chefe do Poder Executivo reforçou sobre a necessidade da ação, em razão do Plano Plurianual assistir apenas oito regiões, podendo assim os serviços de pavimentação auxiliar no desenvolvimento funcional e estrutural urbano. “A possibilidade de trabalharmos em conjunto com os municípios vai permitir que as cidades se recuperem mais rápida” finalizou.

A contratação de servidores temporários está prevista na Lei nº 4.619, de 22 de outubro de 2019, que dispõe sobre a contratação de pessoal por prazo determinado para atender a necessidades temporárias de excepcional interesse público. Com um maior número de operadores, motoristas e gestores, a autarquia vai encurtar o prazo de entrega de diversas obras, bem como garantir a utilização de maquinários recém-adquiridos, para melhorar a qualidade de todos os usuários da malha viária, sejam pavimentadas ou não.

Leia Também:  MPF e MP/RO querem que licenciamentos ambientais do Complexo Rio Madeira sejam feitos pelo Ibama

Para o diretor-geral do DER, Elias Rezende, as duas ações aprovadas pelo Legislativo são importantes para o Governo do Estado. “Esta aprovação vai possibilitar ao departamento maior capacidade operacional, frente a enorme demanda crescente por obras em todas as rodovias do território rondoniense. Além disso, a garantia de estradas trafegáveis ​​ sustentará a circulação de pessoas e mercadorias”, destaca.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA