PORTO VELHO

Rondônia

Cetas abre edital para contratação de instrutores de curso sobre “pré-natal”, em Machadinho do Oeste

Rondônia


A seleção visa preencher quatro vagas para enfermeiros, sendo uma vaga para a contratação imediata e três vagas para reserva técnica

O Governo de Rondônia, por meio do Centro de Educação Técnico-Profissional na Área de Saúde (Cetas), publicou o edital de abertura das inscrições para o processo seletivo simplificado que visa a contratação temporária de instrutores para o curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) em “Pré-Natal da Atenção Primária Durante a Pandemia”, para o município de Machadinho do Oeste. As inscrições iniciaram no dia 9 e seguem até o dia 23 de junho de 2021.

O processo seletivo será executado mediante análise de títulos, em que são consideradas as formações curriculares e extracurriculares, citadas na tabela 11.5 do edital. Com relação à remuneração, será aplicada por hora-aula e dependendo do nível de título do contratado, sendo entre R$ 29 e R$ 55, de acordo com a Lei Estadual nº 2.912, de 3 de dezembro de 2012.

A seleção visa preencher quatro vagas para enfermeiros (uma vaga para a contratação imediata e três vagas para reserva técnica), tendo a carga horária de 40h, sendo 32h de ensino remoto e 8h de ensino presencial, conforme decreto de calamidade pública vigente no Estado de Rondônia, em período diurno e/ou noturno.

Leia Também:  Prefeitura conclui reforma do prédio da UPA da zona Sul

Os candidatos devem possuir conhecimentos básicos de informática nos programas: Word, Power Point e também domínio nas plataformas audiovisuais, como Zoom e Google Meet.

A diretora-geral do Cetas, Luciene Carvalho Piedade Almeida, afirma que o objetivo do curso é promover atenção aos cuidados da saúde da mulher no pré-natal em tempos de pandemia do novo coronavírus, proporcionando conhecimentos em prevenção, diagnóstico, fluxo de atendimento e orientações durante a amamentação.

INSCRIÇÕES

As inscrições para o processo seletivo são gratuitas, podendo ser realizadas de forma presencial na sede do Cetas, localizado na avenida Dos Imigrantes, 4125, Industrial; no Hospital de Machadinho do Oeste (fundos), localizado na avenida Getúlio Vargas, 2263, Centro, das 7h30 às 12h30, ou pelo e-mail [email protected].

No ato da inscrição, o candidato deverá preencher a ficha, encaminhar documentos pessoais e os comprovantes de titularidade, experiência e cursos extracurriculares, que constam em edital. Para quaisquer dúvidas, o Cetas atende por meio dos telefones (69) 98482-9671 e (69) 98482-9674.

O resultado preliminar será divulgado no dia 1º de julho no Diário Oficial do Estado e nos sites: http://www.rondonia.ro.gov.br/cetas/ e http://www.sesau.ro.gov.br e será fixado nas dependências do Cetas em Porto Velho e no Hospital de Machadinho do Oeste.

Leia Também:  Guajará-Mirim atendeu ao chamado da Fhemeron e registra recorde de doação de sangue

Após o trâmite, o candidato que sentir a necessidade de pedir recurso, tem até o dia 2 de julho para preencher e assinar o formulário do Anexo V, descrevendo as razões do recurso, e protocolar na secretaria do Cetas, em Porto Velho, ou encaminhar o documento digitalizado pelo e-mail [email protected].

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Familiares de servidores da Saúde recebem apoio psicológico e psiquiátrico pelo Ambulatório de Saúde Mental na POC

Publicados

em


Atendimento humanizado conta com equipe multidisciplinar atuante

Primando pela prevenção a doenças psíquicas causadas por conta da pandemia do coronavírus, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), implantou desde 2020 o programa “Rondônia Cuidando da Saúde de quem Cuida”, voltado especificamente aos servidores da Saúde e, agora, ampliado para o atendimento aos familiares.

No ano passado, a Sesau atendeu 183 servidores, com apoio psicológico, na modalidade call center, de forma virtual, e mais de 40 em rodas de conversa nas unidades de saúde, na primeira etapa do projeto, organizado pelo Programa de Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência da Sesau (Rmue). Hoje, o projeto retorna como dispositivo de saúde e o atendimento ocorre no Ambulatório de Saúde Mental na Policlínica Oswaldo Cruz (POC).

De acordo com o psicólogo residente de Urgência e Emergência da Comissão de Residência Multiprofissional da Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia (Coremu), Renan Enes, que também é o idealizador do projeto, a finalidade é proporcionar um acesso simplificado ao atendimento em saúde mental aos servidores da Rede Estadual de Saúde e para os familiares diretos desses servidores que apresentam demandas de sofrimento psíquico decorrentes da pandemia da covid-19.

Leia Também:  Prefeitura conclui reforma do prédio da UPA da zona Sul

‘‘É notório o reflexo dos impactos causados pelo cenário pandêmico, ainda mais na vida dos profissionais que atuam na linha de frente no combate à covid-19. Consequentemente se tornam gatilhos para o surgimento de transtornos mentais. Os sintomas variam entre ansiedade intensificada, depressão, estresse, abuso de substâncias psicoativas, burnout (distúrbio psíquico causado pela exaustão extrema), bem como, a iminência de riscos de suicídios e de deterioração de problemas mentais preexistentes e intensificados nesse período crítico de pandemia’’, pontuou Renan.

Com a ampliação do projeto voltado também aos familiares dos servidores da Saúde, o número de atendimentos está cada vez mais expressivo, chegando a 149 agendamentos para Psicologia e 103 para a Psiquiatria, de maio até o dia 20 de julho. Destes, 125 compareceram ao atendimento psicológico e 87 aos atendimentos psiquiátricos.

ATENDIMENTO HUMANIZADO

O Ambulatório de saúde mental da POC conta com uma equipe multidisciplinar, composta por psicólogos e psiquiatras. Toda a equipe vem se preparando desde março deste ano para atender, presencialmente, da melhor forma possível, tanto os servidores da saúde, quanto os familiares. Uma sala foi adaptada exclusivamente para o atendimento psicológico, garantindo conforto e segurança para quem busca ajuda. A sessão dura em média, 50 minutos. A partir do primeiro dia de consulta, o paciente passa a ser acompanhado semanalmente pela equipe multidisciplinar.

Leia Também:  Cleiton Roque agradece parcerias em solenidade de entrega de carteiras de identidade e equipamentos para UBS

Os atendimentos, agora, passam a ser presencial, na sala A 20, bloco Cupuaçu, das 7h30 às 13h e das 14h às 19h, na Policlínica Oswaldo Cruz, em Porto Velho. O agendamento pode ser feito pelo telefone: (69) 3216-2214, das 7h30 às 13h e das 14h às 16h, ou pelo do e-mail: [email protected].

Além disso, o projeto conta com o atendimento de psicologia on-line, exclusivamente, aos servidores do interior do Estado. Os agendamentos nesse caso são feitos diretamente com o psicólogo, Luiz Henriques por meio do contato: (69) 99971-0709.

O projeto é realizado por meio da Gerência de Programas Estratégicos (Cais/Gpes/Sesau), Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt), POC e Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), tendo o apoio do Centro de Educação Técnico Profissional de Rondônia (Cetas) ao integrar o ensino e o serviço, os Programas de Residências Multiprofissionais e Uniprofissionais em Saúde e os Núcleos de Educação Permanente do Estado de Rondônia.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA