PORTO VELHO

Política

Corregedoria da Assembleia Legislativa detecta 122 servidores com acesso ao auxílio emergencial

Política


Estudo é pioneiro em Rondônia e servidores terão que explicar o pedido e devolver os recursos à União

Um trabalho pioneiro realizado pela Corregedoria Administrativa da Assembleia Legislativa de Rondônia descobriu 122 servidores que receberam indevidamente o auxílio emergencial de R$ 600,00 do Governo Federal. O resultado foi alcançado graças ao cruzamento de dados dos funcionários da Casa com a base do Governo Federal, o Data Prev. O relatório conclusivo foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira e é assinado pelo corregedor-geral Guilherme Erse Moreira Mendes.

A inspeção aberta pelo Poder Legislativo orienta os servidores a abster-se de pedir o auxílio e, em caso de ter feito solicitação e alcançado o benefício devolve-lo aos cofres da União, para sanar o possível dano ao erário. “Esse instrumento de inspeção prévia que a Casa abriu tem o objetivo de apurar fatos que já são públicos. Nossa equipe procedeu o cruzamento de dados juntamente com a plataforma do Governo Federal, o Data Prev, e de forma pioneira conseguimos identificar os servidores que precisarão explicar a razão da tentativa e se fizeram ou não a devolução do dinheiro. A segunda etapa é a parte da correição funcional, na medida que poderão justificar, por exemplo, se tiveram seus nomes utilizados de forma indevida mediante boletim de ocorrência”, explicou o corregedor Guilherme Erse.

Leia Também:  Produtor rural pode se cadastrar para vender alimentos à merenda

Segundo ele, a inspeção foi autorizada pela Secretaria Geral da Assembleia Legislativa após ter sido noticiado que aproximadamente 1.500 servidores públicos de todo o Estado e nas mais diversas modalidades de regime (CLT, estatutário, pensionista, aposentado e comissionado) tiveram acesso ao benefício, mesmo a legislação proibindo. “Nosso objetivo é a transparência, que é o grande norteador de todas as ações de quem está no poder público, seguido do princípio é da cooperação, pois com o envio do relatório ao Ministério da Cidadania, Controladoria Geral da União e Tribunal de Contas estamos procedendo com lisura e transparência que a gestão da Casa determina”, pontuou Guilherme Erse.

O relatório final apresentou os seguintes dados: 122 estão com status aprovado que em tese receberam os recursos do auxílio; 47 estão com status em processamento; 51 precisam de novas informações; e 474 tiveram os pedidos negados.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Está na conta da prefeitura de Cacaulândia R$ 300 mil para compra de tubos e patrolamento de estradas

Publicados

em


Já está na conta da prefeitura de Cacualândia o valor de R$ 300 mil, em duas emendas do presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), para a melhoria nas estradas vicinais e a troca de pontes de madeira por tubos corrugados.

Os R$ 300 mil em emendas, atendendo ao pedido dos vereadores Samira Pieper (PP) e João Ueverton, o popular Mongol (MDB), serão divididos em R$ 200 mil para a compra de tubos corrugados, para a troca de pontes e pontilhões de madeira na zona rural, e mais R$ 100 mil para o patrolamento das estradas vicinais do município, permitindo a locomoção e transporte da produção da zona rural.

“Os vereadores nos apresentaram os pedidos e de pronto atendemos, pois é o nosso compromisso apoiar os municípios, levando benefícios para a população, seja através de emendas ou de ações em parceria com o Governo”, afirmou Redano.

Os recursos foram liberados através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER). Redano reforçou que o seu gabinete está à disposição do prefeito Danielzinho (DEM), e dos demais vereadores, para mais ações em favor da população de Cacaulândia.

Leia Também:  Definidos finalistas do Festival da Canção da Advocacia Rondoniense

Texto: Eranildo Costa Luna-ALE/RO

Foto: Diego Queiroz-ALE/RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA