PORTO VELHO

Rondônia

Dia do Professor: Alunos indígenas de Espigão do Oeste recebem ensino de qualidade da rede Estadual

Rondônia


Hoje todas as escolas das aldeias de Espigão do Oeste têm internet de boa qualidade, assistindo 277 alunos indígenas

Não importa a distância, se faz chuva, sol, ou se estamos em um período atípico devido a pandemia mundial. O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), investe na qualidade do ensino para os alunos nos 52 municípios do Estado. Além de investimentos em infraestrutura, equipamentos e tecnologia, a Educação rondoniense conta com “heróis”, os professores, que estão sempre prontos para enfrentarem qualquer batalha para que esse ensino de qualidade chegue aos estudantes.

Em Espigão do Oeste, município distante aproximadamente 541 quilômetros de Porto Velho, o Poder Executivo possui 3.582 estudantes na Rede de Ensino Estadual; desses, 277 são indígenas. Ao todo, o município possui 13 Escolas de jurisdição da Coordenadoria Regional de Educação (CRE), sendo seis no centro urbano, uma no distrito de Nova Esperança e seis escolas indígenas.

O coordenador da CRE, Adjalma Rocha, explica que cinco escolas atendem a comunidade Cinta Larga e uma atende o povo Suruí. “É emocionante falar do empenho dos nossos professores que trabalham com amor pela profissão. É um desafio muito grande levar a Educação para as escolas indígenas que ficam entre 90 e 200 quilômetros de distância. Uma equipe de supervisores acompanhada pelo motorista, sai entre 3 horas e 4 horas da manhã para chegar 8 horas a 9 horas da manhã na unidade escolar da aldeia, para fazer o trabalho. Os supervisores já levam o almoço de casa, e geralmente retornam somente no final da tarde ou à noite”. Relembra, o coordenador, sobre os desafios enfrentados pela equipe.

Adjalma Rocha lembra ainda que, no início, a equipe tinha que descer até as aldeias para levar os kits alimentação e realizar a visita periódica nos estabelecimentos de ensino. Outro ponto que dificultou durante o período de pandemia, foi a falta de internet nas aldeias.

“Nosso maior gargalo era a internet que não tinha nas comunidades indígenas, porém, a Seduc realizou uma grande mobilização e hoje todas as escolas das aldeias de Espigão do Oeste têm internet de boa qualidade”, pontua Adjalma Rocha.

BUSCA ATIVA

O programa “Busca Ativa” escolar do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) com o tema “Fora da escola não pode!”, desenvolvido pela Seduc, para resgatar os alunos que, durante a pandemia, por algum motivo, estavam afastados das atividades escolares, também foi executado pelos professores de Espigão do Oeste.

De acordo com o coordenador da CRE, no começo da pandemia apenas 30% dos alunos realizavam as atividades escolares. “A CRE de Espigão do Oeste vem realizando diariamente a “Busca Ativa”. Partimos para a luta e contratamos carro de som; fui para as três rádios da cidade, no distrito, realizamos visitas. Junto com os professores, diretores, supervisores e técnicos, fizemos carreatas de mobilização, indo nos comércios, colocando cartazes, visitas em domicilio, sábado e domingo. Hoje, estamos com todos alunos ativos. Não temos nenhum estudante evadido”, frisou.

MEDIAÇÃO TECNOLÓGICA

Aulas on-line garante que ensino chegue em regiões remotas de Rondônia

O programa da “Mediação Tecnológica” nasceu com o intuito de promover o fortalecimento e a expansão do ensino de qualidade em regiões remotas, ou seja, uma ferramenta facilitadora do ensino, por meio da tecnologia. As aulas chegam com uma metodologia inovadora para o aprendizado dos estudantes em sala de aula.

O município de Espigão do Oeste possui cinco polos de “Mediação Tecnológica” na zona rural e mais três polos nas aldeias. “A nossa mediação tecnológica, não parou durante o período mais crítico da covid-19. Trabalhamos o tempo todo e estamos com todos os alunos ativos. A ‘Mediação Tecnológica’ é o projeto mais importante que o Estado de Rondônia criou. Ela chega nas comunidades, em que o professor habilitado não conseguiria chegar. Chega com aula de qualidade, e principalmente na pandemia foi o que fez toda a diferença. Rondônia saiu na frente, graças as aulas da ‘Mediação Tecnológica’”, ressaltou o coordenador da CRE.

Para Adjalma Rocha, a “Mediação Tecnologia” é vista pela comunidade como essencial. “É algo que veio para ficar. Nossos alunos da ‘Mediação de Tecnológica’ de Espigão do Oeste têm tirado de 940 a 980 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Todos que se destacaram no Enem, foram ou são alunos do projeto”, finalizou.

A gerente do “Mediação Tecnológica”, Daniele Brasil, pontuou que a ferramenta existe desde 2016 e atende os municípios de Rondônia. “A ‘Mediação Tecnológica’ foi criada para atender as comunidades, consideradas de difícil acesso: indígenas, quilombolas, ribeirinhos, sitiantes; atende o Ensino Médio do 1º ao 3º ano, com 13 componentes curriculares, além dos 12 componentes tradicionais, um a mais que é a NBAZ, onde os alunos  podem estudar agroecologia, zootecnia; estudar sobre plantações e criações do nosso Estado, por conta do potencial agropecuário que temos, além de estudar extrativismo”, explica.

Professores traçaram estratégias para atender alunos das comunidades indígenas Suruí e Cinta Larga

Segundo ela, os estudantes, desde 2016 contam com netbooks como apoio para as aulas. “Durante a pandemia os professores, juntamente com o coordenador da ‘Mediação Tecnológica’, traçaram estratégias para melhor atender os alunos. Em Espigão do Oeste, observamos que os nossos estudantes concluíram com êxito o ano letivo de 2020, em 2021 continuam sendo atendidos e concluíram o calendário escolar”. 

A aluna do Ensino Médio do 3º ano da Escola Sertanista Benedito Brigido da Silva, Carina Cinta Larga, da terra indígena Roosevelt em Espigão do Oeste, agradeceu os professores pela dedicação. “Nós alunos indígenas, em nenhum momento pensamos em desistir, mas sim vencer cada desafio. Minhas aulas são tecnológicas, e já é um avanço muito grande dentro da minha aldeia, com professores capacitados”.

Carina é aluna e mãe de estudante e ainda é representante das mulheres da aldeia. Ela comenta que incentiva as mulheres a repassarem aos filhos a importância de estudarem, pois eles são o futuro do povo deles.

“Nos agarramos à Educação, porque queremos um futuro melhor para o povo Cinta Larga. Sofremos muito para que o ensino chegasse para nós e hoje é uma realidade, com aulas presenciais e on-line”, destaca Carina.

Ela ainda completa: “Já os alunos do Ensino Fundamental, a equipe da Seduc, entregava os kits de apostilas na aldeia. Os professores tinham todo o cuidado: usavam máscaras, álcool em gel e mantinham o distanciamento. Na última reunião, os alunos puderam expor as dificuldades e desafios encontrados durante esse período para as lideranças, professores e coordenação da Seduc. Agora, as aulas serão retornadas presenciais com todos os cuidados”, finalizou Carina.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Edição 462 - Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia
Propaganda

Rondônia

Edição 574 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Publicados

em


Dos 268.438 casos confirmados em Rondônia, 87.079 são de Porto Velho

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço de dados referente aos casos de covid-19 no Estado.

Nesta quinta-feira (21), foram consolidados os seguintes resultados:

Casos confirmados – 268.438
Casos ativos – 1.302 (0,48%)
Pacientes recuperados – 260.529 (97,06%)
Óbitos – 6.560 (2,44%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 38
Pacientes internados na Rede Privada – 03
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 24
Pacientes internados na Rede Filantrópica – 00
Total de pacientes internados – 65
Pacientes aguardando leitos: 0
Testes Realizados –1.108.182
Aguardando resultados do Lacen – 353

* População vacinada:
1ª Dose – 1.151.410
2ª Dose – 691.226

  • Total de doses aplicadas: 1.842.636

Vacinas recebidas: 2.519.028

* CoronaVac: 721.648

* AstraZeneca: 797.550

* Pfizer: 964.080

*Janssen: 35.750

Fonte: Painel de Vacinas

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março de 2020 até hoje (21 de Outubro de 2021), por covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 21/10/2021
Município Casos Totais Óbitos Totais Curados Totais
Porto Velho 87.079 2.513 84.192
Ariquemes 22.921 501 22.241
Ji-Paraná 20.473 613 19.819
Vilhena 15.163 276 14.789
Cacoal 15.130 307 14.762
Jaru 8.029 185 7.821
Rolim de Moura 7.323 176 7.111
Pimenta Bueno 6.982 120 6.829
Machadinho D’Oeste 6.968 115 6.831
Guajará-Mirim 5.445 224 5.221
Buritis 5.106 77 5.009
Ouro Preto do Oeste 4.831 148 4.662
Alta Floresta D’Oeste 4.208 66 4.091
Candeias do Jamari 4.012 79 3.912
Espigão D’Oeste 3.787 76 3.691
Presidente Médici 3.716 85 3.623
Nova Mamoré 3.614 82 3.524
Cerejeiras 2.606 64 2.512
São Francisco do Guaporé 2.573 48 2.517
São Miguel do Guaporé 2.532 51 2.475
Colorado do Oeste 2.417 45 2.342
Nova Brasilândia D’Oeste 2.309 34 2.269
Cujubim 2.079 41 2.016
Costa Marques 2.002 38 1.960
Alto Paraíso 1.927 50 1.843
Monte Negro 1.859 34 1.813
Chupinguaia 1.625 25 1.573
Seringueiras 1.517 21 1.488
Alto Alegre dos Parecis 1.493 45 1.446
Itapuã do Oeste 1.464 18 1.430
Urupá 1.298 32 1.255
Campo Novo de Rondônia 1.267 23 1.242
Vale do Anari 1.225 25 1.187
Alvorada D’Oeste 1.175 29 1.137
Mirante da Serra 1.073 13 1.032
Santa Luzia D’Oeste 1.050 21 1.009
Cacaulândia 943 15 923
Cabixi 930 22 904
Nova União 862 15 846
Corumbiara 861 22 834
Vale do Paraíso 861 27 834
Theobroma 850 26 824
Novo Horizonte do Oeste 680 22 654
Governador Jorge Teixeira 630 22 601
Rio Crespo 615 13 602
Teixeirópolis 534 9 525
São Felipe D’Oeste 534 12 514
Ministro Andreazza 517 14 498
Pimenteiras do Oeste 443 15 428
Parecis 393 11 378
Castanheiras 275 8 266
Primavera de Rondônia 232 7 224
Total geral 268.438 6.560 260.529
Leia Também:  DER executa limpeza na margem da RO-479 para iniciar construção da ciclovia em Rolim de Moura

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 33
Ariquemes 39
Ji-Paraná 9
Vilhena 16
Cacoal 66
Jaru 1
Rolim de Moura 21
Pimenta Bueno 2
Machadinho D’Oeste 4
Guajará-Mirim
Buritis 9
Ouro Preto do Oeste -1
Alta Floresta D’Oeste 7
Candeias do Jamari 12
Espigão D’Oeste 1
Presidente Médici
Nova Mamoré -3
Cerejeiras 4
São Francisco do Guaporé 1
São Miguel do Guaporé
Colorado do Oeste 2
Nova Brasilândia D’Oeste -1
Cujubim 1
Costa Marques
Alto Paraíso 9
Monte Negro 1
Chupinguaia 7
Seringueiras
Alto Alegre dos Parecis
Itapuã do Oeste
Urupá
Campo Novo de Rondônia 1
Vale do Anari
Alvorada D’Oeste 1
Mirante da Serra 1
Santa Luzia D’Oeste 2
Cacaulândia
Cabixi 3
Nova União
Corumbiara
Vale do Paraíso 1 1
Theobroma
Novo Horizonte do Oeste
Governador Jorge Teixeira
Rio Crespo
Teixeirópolis 3
São Felipe D’Oeste -3
Ministro Andreazza
Pimenteiras do Oeste
Parecis 2
Castanheiras
Primavera de Rondônia
Total geral 251 1

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES:

  • Nas últimas 24 horas foi registrado um óbito por covid-19 em Rondônia, sendo este uma mulher de 38 anos do município de Vale do Paraíso.
  • Após investigação epidemiológica foi constatada redução na quantidade de casos confirmados, indicados em edições anteriores, em decorrência da retirada de registros duplicados e com isso, ajustes no Banco de Dados.
Leia Também:  Técnicos da Idaron visitam produtores de bovinos e bubalinos para levantamento de medidas de segurança contra aftosa

Segundo a Agevisa, os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, por meio do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Veja todos os relatórios de dados já publicados sobre a covid-19 em Rondônia, clicando no link http://bit.ly/2EzHtco

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios e são dinâmicos.
Para dados atualizados em tempo real, acesse: https://covid19.sesau.ro.gov.br/painel-vacinas

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA