PORTO VELHO

Rondônia

Do papel ao digital, Biblioteca Estadual Doutor José Pontes Pinto inova no atendimento e mantém público estável

Rondônia


O Governo de Rondônia tem investimento na qualidade do ensino e evidenciando a importância da leitura

Pouco mais de 12 anos depois de fechada para o público, a Biblioteca Estadual Doutor José Pontes Pinto, fundada pelo Governo do Estado em 1975 e mantida pela Fundação Cultural do Estado de Rondônia (Funcer) está reformada e em pleno funcionamento, atendendo ao público antigo e os leitores modernos, da chamada geração digital, simultaneamente.

Essa repartição governamental também sentiu as consequências da pandemia mundial, explica a diretora Júlia Cristina Queiroz. Seus serviços atualmente são virtuais, com projetos nas redes sociais e apresentação de renomados autores. “Desde a reinauguração [em novembro de 2020], diversificamos os serviços: temos também disponíveis três mil obras em e-book [livro digital] na página da Funcer na internet, e a cada 15 dias, às segundas-feiras, promovemos no Facebook “A hora do conto”, uma contação de histórias para crianças”, diz Júlia. A média de visualizações é de 300 a 350.

Dessa forma, ela acredita “no melhor aproveitamento da leitura, da criatividade e do lúdico entre elas”. Ao mesmo tempo, postagens no Facebook revelam a disponibilidade do acervo cultural rondoniense, com ênfase para festividades e folclore locais.

Paulo Jorge Silva, 57 anos, servidor do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), é do time dos assíduos frequentadores desde há décadas. Começou menino, conforme relata: “Eu era estudante do Colégio Carmela Dutra, e pesquisava direto com os meus colegas. emprestava livros à vontade. Lembra-se que, em 1977 [ano da divisão de Mato Grosso, da exploração com ouro aluvionar do Rio Madeira, e de uma fase de forte migração rumo a Rondônia], despertavam-lhe a atenção coleções de ciências e história. Eu me apaixonei pelo livro História que vivemos, da Editora Flamboyant, retratando a 2ª Guerra Mundial”.

Leia Também:  Disputa entre posseiros em área da Fazenda Urupá deve ser julgada pela Justiça Federal em Rondônia, decide TRF1

A biblioteca tem alto sentido na vida dele: “É íntima, é memória”, sintetiza. Gabriel lembra do começo de suas visitas ao prédio, quando se encantava com histórias da antiguidade, notadamente de Roma e da Grécia. Louva, porém, o prestígio que a direção dá hoje aos autores regionais, todos eles encontrados nas estantes e muito recomendados para concurseiros e o público em geral. “Uma vez ganhei um prêmio pela assiduidade: um rádio-relógio que me despertava todo dia de manhã”, conta.

Para Gabriel Martins Ângelo de Souza, 23, professor de cursinhos particulares, costuma visitá-la de manhã e à tarde. A biblioteca é uma forte alavanca para ele, porque ali encontra respostas às fases objetiva, prática e de entrevistas exigidas para as eliminatórias e classificatórias desses cursinhos. “Por incrível que pareça, ainda há um juízo segundo o qual, os bens públicos deixam a desejar, mas a Biblioteca Pontes Pinto é exceção, porque funciona como grande impulsionadora da cultura em Porto Velho”, comenta.

PATRIMÔNIO CULTURAL

Patrimônio Histórico, conforme lembra a presidente da Funcer, Simone Bitencourt, a biblioteca pode ser vista como “salvaguarda da história de Rondônia, e seu pioneirismo no estado deve ser reconhecido”. Contudo, para se concretizar como patrimônio cultural, será necessário um estudo apurado,  “Atualmente, contamos com um espaço climatizado, com redes de internet, sala de informática e de leitura; infelizmente, a reabertura da biblioteca ocorreu no período de pandemia, o que impossibilitou a abertura total ao público”, diz.

Leia Também:  Alunos da Maple Bear Porto Velho participam de Torneio de Robótica em Manaus

Satisfeita com a utilização diária desse espaço, a presidente da Funcer acredita que brevemente ela voltará aos seus melhores dias. “Com a flexibilização do decreto de distanciamento social, poderemos disponibilizar o espaço com todos os cuidados necessários, limitando a quantidade de usuários. Nós enfatizamos a importância e relevância da Biblioteca para a população, porque ela é um equipamento cultural e de acesso à leitura, localizado em um local estratégico, porque temos bem próximas várias escolas que podem dispor desse espaço”, acrescenta Simone.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

DER conclui obra de manutenção na rodovia 010, em Alvorada D’Oeste

Publicados

em


Obra de patrolamento na RO-010

O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) concluiu obras de manutenção na rodovia 010, que liga a BR-429 à BR-473 em Urupá, região central do Estado. Foram realizados serviços de reconformação de plataforma e patrolamento em cerca de 26 km.

“É uma estrada de grande fluxo de veículos. Por ela, passam mais da metade da produção de leite do Estado e o escoamento agrícola”, explica o residente da 7ª Regional de Alvorada D’ Oeste, Carlos Leandro Oliveira.

Agricultor da RO 010 fala da satisfação em ver estradas trafegáveis

Salvador Aparecido, agricultor e morador da região há 31 anos disse que “nesse Governo estamos vendo as coisas melhorando. Antigamente não tinha linha boa para trafegar. Aqui alagava tudo e era muito difícil. Para passar, tinha que ficar aguardando a água correr. Agora, não precisa atrasar a viagem por causa de alagação. O DER colocou uns tubos que não permitem mais que a água se acumule. Eu estou vendo o progresso chegar”, disse.

Leia Também:  Ministério Público inicia inscrições do 9º Prêmio MPRO de Jornalismo no dia 15 de setembro

O diretor-geral do Departamento, Elias Rezende, disse que os trabalhos são céleres. “Temos sob a responsabilidade do Estado cerca de seis mil quilômetros de estradas pavimentadas e não pavimentadas. Semanalmente, fiscalizamos cada uma, verificando pontos que precisam de manutenção. Frentes de serviços se deslocam para vários locais, a fim de manter as nossas estradas em condições de trafegabilidade. Foram convocados mais 137 servidores que serão lotados em diversos municípios e atuarão nas Residências Regionais e Usinas de Asfalto do DER, para colhermos resultados ainda maiores”, ressaltou.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA