PORTO VELHO

Rondônia

“Doença de Batten” é tema de live da Agevisa; evento faz parte da 4ª edição sobre enfermidades raras

Rondônia


Batten é uma doença genética rara, muito comum na infância

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), vem promovendo uma série de eventos on-line sobre doenças raras, e nesta sexta-feira (9), na rede social da instituição, o tema abordado na quarta edição foi, “Epilepsia na infância, quando pensar em Lipofuscinose Ceróide Neuronal tipo 2 (CLN2)”. Considerada uma doença neurodegenerativa também conhecida como “Doença de Batten”.

O evento é gratuito e reúne diversos profissionais especialistas no assunto, onde a proposta é levar conhecimento sobre as ações da Agevisa. A médica geneticista, Antonette El Husny, do Hospital Bettina Ferro, de Belém do Pará,  fez uma apresentação especial e falou sobre a doença, ressaltando a importância do diagnóstico precoce. “É uma doença recessiva, onde manifesta demência pediátrica, podendo ter herança genética do pai e da mãe, ou seja herança autossômica recessiva. Possui diversas características, entre elas as crises convulsivas e atraso de linguagem. Com o passar do tempo apresenta perda significativa das funções cognitivas, a medida que os sintomas evoluem com a idade. É importantíssimo o diagnóstico precoce para iniciar o mais possível o tratamento. Assim é capaz de controlar o mecanismo, como impedir que o caso evolua”.”, disse.

Médica geneticista, Antonette El Husny, de Belém do Pará foi a convidada desta edição

Na live, a médica mostrou ainda casos reais por meio de vídeos explicativos da evolução de crianças acometidas pela doença, além de responder às perguntas dos internautas. 

Em Rondônia existem dois casos suspeitos, segundo o médico geneticista do Hospital de Amor, Joshua Werner Bicalho, que acompanhou a live. “Um desses casos encontra-se em Porto Velho e a criança está internada no Hospital Infantil Cosme e Damião, aguardando o teste molecular confirmatório”, afirma.

“É muito importante o esclarecimentos dessas doenças para ampliar a correta investigação e diagnóstico. Aos poucos a rede dos “raros” vai ganhando força em Rondônia”, escreveu nos comentários, o internauta Wagner Luna, parabenizando sobre a iniciativa na divulgação do tema.

Leia Também:  Dia Internacional contra a corrupção será marcado por apresentação de ações desenvolvidas por órgãos de controle e workshop para jornalistas

A live foi mediada pela jornalista Mineia Capistrano, assessora de comunicação da Agevisa, que teve a duração de 1 hora e contou com a presença da coordenadora estadual do câncer da Agevisa, Rose Britto. O próximo evento está agendado para acontecer dia 23 de abril de 2021, com o tema “Erros inatos do metabolismo”.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Núcleo de Operações Aéreas recebe mais de R$ 120 mil em equipamentos para auxiliar nas ações de salvamento e resgate

Publicados

em


Equipamentos foram entregues ao NOA com foco em garantir melhores resultados nas ações desenvolvidas

O Governo do Estado de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), entregou diversos equipamentos que vão melhorar o trabalho dos servidores do Núcleo de Operações Aéreas (NOA), além de ajudar nas ações de salvamento e resgate. A solenidade de entrega aconteceu, na última sexta-feira (24), na sede do Núcleo de Operações Aéreas, localizado na Avenida Amazonas, bairro Escola de Polícia.

Foram entregues mais de R$ 120 mil em equipamentos, entre eles: cesto de salvamento; botas anti-chamas; freio em aço; freio de resgate; fitas de segurança com anéis e macacões de voos.

Vinculado à Gerência de Integração de Segurança e Fronteira (Gisf), o NOA foi recriado em março de 2019, com a finalidade de gerir as ações de aviação de segurança pública em todo o Estado, no âmbito da Sesdec, seguindo as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A unidade tem, atualmente, 23 pessoas, entre policiais civis e militares, atuando.

O secretário da Sesdec, José Hélio Cysneiros Pachá, destacou a necessidade de continuar investindo no reaparelhamento das forças policiais. “É preciso utilizar de equipamentos que tragam eficiência no trabalho. Essas entregas vão permitir melhores condições para o trabalho técnico e garantir melhores resultados”, ressaltou.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo de Rondônia inaugura novo Centro de Recuperação em Espigão do Oeste
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA