PORTO VELHO

Pimenta Bueno

Emenda de Cleiton Roque de R$ 839 mil beneficia setor Roosevelt na zona Rural de Pimenta Bueno

Pimenta Bueno

 

Recursos garantidos pelo deputado são para recuperação de estradas no interior do município

O deputado Cleiton Roque (PSB), assegurou ao orçamento do Estado por meio de emenda parlamentar, recurso de R$ 839 mil para recuperação de estradas vicinais do município de Pimenta Bueno.

Durante a manhã de quarta-feira (3), Cleiton Roque esteve na Prefeitura de Pimenta Bueno a convite da prefeita Juliana Roque (PSB) e participou da assinatura da ordem de serviço para a empresa vencedora em licitação iniciar às obras.

Juliana parabenizou ao parlamentar pelo excelente trabalho desempenhado em todo o Estado de Rondônia e agradeceu. “Esses recursos serão aplicados na recuperação de várias estradas no setor Roosevelt, Estrada da Roda Viva, Linhas 107 e 108, Linhas 21, 112, 114, 116, e parte do setor Caladinho”, afirmou.

A chefe do executivo pimentense disse ao deputado, que “o valor de R$ 839 mil do projeto inicial foi reduzido para R$ 606 mil na licitação. Do valor remanescente, nós faremos pedido para ampliação de metas e mais serviços serão executados e beneficiarão outras estradas”.

Leia Também:  Prefeito de Ouro Preto do Oeste define equipe

Ainda explicando para Cleiton Roque o cronograma de trabalho, Juliana justificou. Nesse período chuvoso será executado, apenas um trecho da Estrada da Roda Viva, Linhas 100, 104 até a 108, pois ele tem característica arenosa e o material a ser aplicado lá é melhor de ser trabalhado nesse período.” Após execução do trabalho nessas linhas a empresa paralisará os trabalhos e retornará no período de estiagem atendendo as Linhas 112, 114, 116 e parte do setor Caladinho”, explicou Juliana.

Cleiton Roque parabenizou o planejamento e forma de execução do trabalho e destacou: “estou muito feliz em poder estar contribuindo para darmos melhores condições de trafegabilidade nas estradas vicinais, são nossos alunos, são nossos produtores, somos todos nós os beneficiados com isso”.

Ainda esta semana a empresa estará transportando as máquinas para a zona Rural e no início da próxima semana iniciará os trabalhos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Pimenta Bueno

MP e Polícia Civil deflagram a OPERAÇÃO HIENA

Publicados

em

O Ministério Público do Estado de Rondônia e a Polícia Civil, por meio da Promotoria de Justiça e Delegacia da Comarca de Pimenta Bueno, com apoio do GAECO, deflagraram a Operação HIENA, cumprindo MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO e IMPOSIÇÃO DE MEDIDAS CAUTELARES, expedidas pela 1ª Vara Criminal da Comarca, nas dependências do Frigorífico JBS – Filial Pimenta Bueno, dentre elas a proibição de acesso às dependências do frigorífico e monitoramento eletrônico, em desfavor de dois gerentes.

A Operação é desdobramento das investigações que apuram CRIMES DE PERIGO COMUM, SAÚDE PÚBLICA, INTEGRIDADE FÍSICA e MEIO AMBIENTE praticados a partir do vazamento de amônia nas dependências do Frigorífico JBS S/A, no município de Pimenta Bueno, ocorrido no dia 15 de fevereiro, intoxicando 25 colaboradores da JBS, com amônia, que apresentam quadro de dispneia, dificuldade para respirar, inconsciência, entre outros sintomas graves.


De acordo com o apurado, a estrutura metálica de uma das câmaras frias do estabelecimento cedeu, por excesso de peso, resultando no rompimento dos dutos de amônia utilizada para refrigeração e queda de 150 meias carcaças bovinas, que foram expostas ao agente químico contaminante.

Ainda, a carne caiu ao solo, foi arrastada, amontada, lavada, acondicionada em outras câmaras frias e despachada para Santana de Parnaíba, à revelia dos Auditores de Inspeção Federal, destinando-a ao consumo humano, em desacordo com as normas de segurança alimentar da cadeia de produção.

Os indícios coletados até o momento apontam que documentos foram produzidos com a finalidade de alterar a verdade dos fatos, na tentativa de dar cobertura ao encaminhamento de carne para o consumo humano de forma ilegal, apontando para a prática de crimes de Falsidade Documental.

A carne foi apreendida em Santana de Parnaíba-SP, em outra ação cautelar ajuizada em defesa da saúde do consumidor, que tramita na 2ª Vara Cível de Pimenta Bueno.

Em torno de 30 policiais foram mobilizados para o cumprimento das ordens judiciais.

A denominação HIENA é referência ao animal de má-reputação e que se alimenta de carcaças de animais.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Porto Velho: Famílias ribeirinhas no Médio Madeira recebem assistência
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA