PORTO VELHO

Rondônia

Estudantes de vários municípios já disputam a fase municipal do Joer 2022

Rondônia

A fase municipal conta com o apoio das Coordenadorias Regionais de Educação – CREs

O esporte e a cultura são importantes para desenvolvimento estudantil, a exemplo disso, as fases municipais dos Jogos Escolares de Rondônia – Joer 2022 já estão acontecendo em boa parte do Estado. As próximas fases serão as regionais e macrorregionais, que serão realizadas no final de maio e junho. As fases estaduais ocorrerão em julho e agosto. Após dois anos, as atividades são retomadas com a realização do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação – Seduc.

A 34ª edição do Joer será realizada em caráter olímpico para os estudantes matriculados na educação básica do ensino regular, educação de jovens e adultos – EJA e estudantes com necessidades especiais.  A fase municipal conta com o apoio das Coordenadorias Regionais de Educação – CREs e já foi realizada em Ariquemes, Rolim de Moura e Espigão do Oeste, acontece em Novo Horizonte do Oeste, Guajará-Mirim e Nova Mamoré.

Os jogos escolares têm a finalidade de promover, por meio do esporte, a inter-relação social, educacional, além de aumentar a participação nas modalidades esportivas olímpicas e paraolímpicas entre os estudantes de Rondônia.

Leia Também:  Porto Velho: Semagric substitui pontes em Extrema e Nova Califórnia

O estudante de 17 anos, Edglei dos Santos, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Orlando Freire, atleta da modalidade de futsal, comenta que o Joer ajuda a desenvolver habilidades socioesportivas.  Ele também destaca que a expectativa é muito boa e está ansioso para participar pela primeira vez.

Para quem já ganhou, a experiência é melhor ainda, como é o caso do Michael Willian, que estreou como campeão na modalidade futebol, em 2016, pela Escola Estadual de Ensino Médio Major Guapindaia. Para ele, o Joer incentiva os estudantes à pratica esportiva e até mesmo na oportunidade de iniciar profissionalmente no esporte.

O Joer conta atualmente com 17 modalidades esportivas

Para o titular da Gerência de Educação Física, Esporte e Cultura Escolar – Gefecee, Expedito Ferreira Santana, o Joer é uma excelente oportunidade para os estudantes mostrarem suas habilidades esportivas e ainda promove a socialização e a empatia, trabalha na formação do caráter e proporciona um intercâmbio cultural.

HISTÓRIA DO JOER

O Joer foi instituído oficialmente em 1978, por meio do Decreto nº. 937. A partir dos anos 2000, o Joer foi reformulado com mais nove modalidades esportivas nas categorias Infantil e Juvenil. Em 2009, foi instituído e regulamentado por meio da Lei 2028 de março de 2009, e pelo Decreto 23.345/2018, sendo atualmente disputadas 17 modalidades, nos sexos masculino e feminino, em competições coletivas e individuais. Em 2017 foi instituída a Etapa Paraolímpica que reúne os alunos atletas com deficiência – ACD.

Leia Também:  Nova portaria reclassifica municípios na Fase 1 do Plano Todos por Rondônia

O Joer é disputado em quatro fases no Estado (Interclasse, Municipal, Regional/Macrorregional e Final Estadual). A Fase Nacional, que reúne os campeões estaduais, é organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil – COB – e Confederação Brasileira de Desporto Escolar – CBDE.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Ponte sobre rio São Joaquim vai ser construída com ações municipalista do Governo de Rondônia, em São Miguel do Guaporé

Publicados

em

Governo de Rondônia assina Ordem de Serviço para a construção de ponte de concreto e aço na Linha 78, em São Miguel do Guaporé

Mais de 1.500 famílias da linha 78, no município de São Miguei do Guaporé, serão beneficiadas com a obra da nova ponte de concreto e aço sobre o rio São Joaquim, fortalecendo o escoamento da produção agrícola da região. A Ordem de Serviço para a construção foi assinada na manhã desta quinta-feira (30), pelo Governo de Rondônia, com ações municipalistas que refletem diretamente na segurança do tráfego dos agropecuaristas e população da zona rural da cidade.

A nova ponte, que irá substituir uma de madeira que já apresenta problemas devido ao tempo, terá o comprimento de 30 metros por nove de largura, sendo construída em concreto e aço, com revestimento primário e complementação de greide para concordância da pista.

Governo de Rondônia destaca importância da ponte de concreto e aço que será construída sobre o rio São Joaquim

Presente à solenidade de assinatura da Ordem de Serviço, o governador de Rondônia, Marcos Rocha, reforçou a importância da obra para atender a comunidade e agricultores da região, restabelecendo e melhorando o acesso ao principal eixo rodoviário da região do Vale do Guaporé, ou seja, possibilitando melhor estrutura até a BR-429.

Participaram da solenidade de assinatura da Ordem de Serviço os deputados estaduais Ismael Crispim e José Eurípedes Lebão, além de outras autoridades.

“Com a construção da nova ponte de concreto e aço o Governo do Estado está fortalecendo o escoamento da produção agrícola e garantindo mais qualidade de tráfego e condições para a população da Linha 78, sobre o rio São Joaquim, em São Miguel do Guaporé. São várias ações que estão sendo realizadas no município por meio dos projetos ‘Tchau Poeira’ e ‘Governo na Cidade’, com asfalto novo, obras de revitalização da praça da Bíblia, revitalização do Estádio Chupinzão que foi assinada também a Ordem de Serviço. É o Estado avançando cada vez mais”, frisou o governador.

Nova estrutura dará mais segurança para o escoamento da produção agrícola

A parceria entre o Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes – DER, com a prefeitura de São Miguel do Guaporé com objetivo de manter o tráfego dos agropecuaristas, uma vez que a economia do município depende prioritariamente da produção agrícola e pecuária.

Leia Também:  Campeonato esquenta com a final da etapa ribeirinha nesta quarta-feira

A notícia da construção da ponte de concreto e aço foi festejada pela comunidade afirmando que a nova estrutura colocará fim ao risco de isolamento e impossibilidade de escoamento da produção agrícola. Durante a solenidade de assinatura da Ordem de Serviço foi destacado quanto à situação econômica do município que é fortalecida com a produção agrícola e pecuária, reforçando a importância de se estabelecer boas condições de trafegabilidade.

A obra está orçada em R$ 3.573.410,71 (três milhões, quinhentos e setenta e três mil, quatrocentos e dez reais e setenta e um centavos), sendo: R$ 3.394.737,83 (três milhões e trezentos e noventa e quatro mil, e setecentos e trinta e sete reais e oitenta e três centavos) do Governo de Rondônia; e R$ 178.672,88 (cento e setenta e oito mil, seiscentos e setenta e dois reais e oitenta e oito centavos) de contrapartida do município que serão utilizados para regularização do novo greide da pista.

ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO

A Ordem de Serviço para a construção da ponte renovou o entusiasmo das famílias da região da Linha 78.

É o caso do agricultor Valdecir Ozório Cordeiro que cultiva café em umas das comunidades da estrada, denominada São Jorge. “Moro aqui há 21 anos e recebi essa notícia com grandes expectativas. Essa estrada é considerada o carro chefe da agricultura do município. O Governo de Rondônia está dando um grande apoio para os agricultores da Linha 78, visando contribuir para o escoamento da produção”, disse o agricultor que fez a estimativa de mais de 70 carretas que passam diariamente pela estrada.

Agricultor Valdecir Ozório fala da importância de melhor estrutura

O agricultor Gil Teixeira, que mora na Linha 78 desde 1986, disse que a estrutura dará maior segurança para o escoamento da produção agrícola. “Daqui desta Linha sai a produção de soja, milho, além de gado. É uma estrada importante para as comunidades e para São Miguel. É importante essa atenção do Governo de Rondônia para que possamos ter melhor estrutura”, disse.

Leia Também:  Cursos profissionalizantes remotos estão com inscrições abertas em municípios do Estado

Com a construção da nova estrutura, as ações do Governo do Estado também irão ao encontro de maior segurança ao transporte escolar da zona rural da cidade.

Para o prefeito de São Miguel do Guaporé, Cornélio Duarte, a obra é de fundamental importância não apenas para as mais de 1.500 famílias, mas para todo o município. “Agradeço o Executivo Estadual que tem mostrado um grande diferencial com as ações municipalistas. A construção dessa ponte de concreto e aço era um sonho dos produtores dessa Linha 78 que é uma área totalmente produtiva e agora será realidade. Essa antiga ponte tem causado muitos transtornos para os agricultores”, disse o prefeito.

Agricultor Gil Teixeira fala do benefício que a nova ponte trará para a região

Da mesma forma destacou o deputado Ismael Crispim que enaltecer a Ordem de Serviço para a construção de uma nova ponte forte e resistente e que irá beneficiar todas as comunidades da Linha 78.

A construção da ponte reforça as ações do Poder Executivo em garantir melhores condições de trafegabilidade, refletindo positivamente no escoamento da produção. São várias pontes já construídas pelo Governo do Estado, a exemplo da obra realizada em Ji-Paraná, com a ponte sobre o rio Urupá; a sobre o rio Ubirajara, na RO-463, em Governador Jorge Teixeira e várias outras entregues pelo Executivo Estadual.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA