PORTO VELHO

Rondônia

Exemplo: Energia solar fotovoltaica pode garantir economia de até 95% nos gastos mensais da conta de luz

Rondônia

Colégio de Porto Velho-RO instalou, com financiamento do BASA, três usinas geradoras de energia solar e prevê uma economia de R$ 35 mil por mês.
Cada vez mais empresas de Rondônia estão procurando crédito para instalação de placas solares de energia fotovoltaica pelas vantagens que oferece de economia. De acordo, com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), houve um aumento nos investimentos para o uso dessa tecnologia na casa dos R$ 6,7 bilhões em 2021 no país. As empresas que usam energia fotovoltaica podem ter uma economia de até 95%.
Embora esteja na 24ª posição do ranking estadual de geração distribuída, a demanda por energia solar em Rondônia tem crescido exponencialmente. Dessa forma, o Estado conta com 6,5 MW de potência instalada, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Absolar. Apenas no último ano, a região obteve um crescimento de 500% na instalação de sistemas fotovoltaicos, totalizando cerca de 900 consumidores que já produzem a própria energia elétrica de forma limpa e renovável.
O engenheiro Rennan Eduardo Adad  Salgado da empresa Bingool Solar informa que é grande a expectativa nas instalações das placas de energia solar no estado para os próximos anos. “Acreditamos no potencial enorme de Rondônia, mesmo com o cenário econômico desafiador que a pandemia impôs. Temos o objetivo de fechar novos negócios e continuar cuidando dos projetos dos nossos clientes e parceiros já em funcionamento”.
Um dos exemplos de empresa que já utiliza energia fotovoltaica é o Colégio Sapiens, localizado em Porto Velho-RO. Com o financiamento do Banco da Amazônia (BASA), o Colégio criou o projeto de usina solar e prevê uma economia nos gastos mensais de R$ 35 mil. A primeira estrutura de fixação no telhado do Colégio foi colocada no dia 01 de agosto de 2020, e no mês de março já possuíam mais de 70.000 kWh injetados na rede elétrica do Estado de Rondônia pela empresa Bingool Solar. Apenas em março de 2021, o Colégio produziu 73.939 kWh de energia sem causar impactos ambientais. “Recentemente partimos para um projeto mais ambicioso, que caminha lado a lado com um dos valores do Grupo Sapiens, que é o compromisso com a sustentabilidade e implantamos três usinas geradoras de energia solar que possibilitam autossuficiência em energia limpa”, diz o diretor geral do Colégio Sapiens, Milton Pellucio.
É válido destacar também que é possível observar grande potencial de aproveitamento energético no Brasil, mesmo havendo regiões com menores índices de insolação. Logo, existem diversas maneiras de aproveitarmos a energia solar no Brasil, basta alcançarmos os incentivos necessários.
O BASA que é um dos principais incentivadores de energia solar no estado mostrou-se disposto a contribuir para esse crescimento através de suas ofertas de crédito. “O Banco tem se tornado a cada dia mais verde, financiar energia solar é apostar 100% no sustentável e no verde. Para o empresariado e produtor rural é a certeza de redução de custos”, diz o superintendente regional do BASA em Rondônia, Diego Brito.
Os interessados em obter mais detalhes sobre as linhas de crédito voltadas para energia verde e para a sustentabilidade podem acessar www.bancoamazonia.com.br, ir a uma agência do BASA ou baixar o aplicativo Simulador do FNO, disponível tanto a Apple Store quanto no Google Play.
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Rio Madeira chega à cota de atenção e preocupa população de Porto Velho
Propaganda

Rondônia

Paciente de Dourados é o segundo a ter alta hospitalar após tratamento contra a covid-19 em Rondônia

Publicados

em


O paciente Cleiton chegou na capital no dia 4 de junho

Cleiton Braga dos Santos, de 33 anos, um dos pacientes de Mato Grosso do Sul que veio transferido para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Porto Velho (RO), na Operação “Unidos Pela Vida”, recebeu alta nesta sexta-feira (18). O paciente do município de Dourados chegou na capital no dia 4 de junho, em estado grave permaneceu na UTI por 11 dias, na Assistência Médica Intensiva (AMI), e na enfermaria do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro permaneceu por mais três dias, até receber alta hospitalar.

“Foram dias difíceis esses que passei na UTI, mas recebi tanto amor e atenção dos profissionais da AMI que eu estou aqui, contando a minha vitória. Deus que colocou na minha vida essa vaga aqui em Porto Velho. Entre várias pessoas à espera por um leito, eu fui o escolhido. Talvez se eu estivesse ficado, não estaria aqui contando minha recuperação. Vim para uma cidade que não conhecia, mas que acolheu como um rondoniense. Meu sentimento é de eterna gratidão”, conta o paciente.

Leia Também:  Associações dos Produtores Rurais de Rolim de Moura recebem implementos agrícolas

No último domingo (13), Cleiton Braga fez aniversário e para ele foi um renascimento. “Sobreviver a essa doença é renascer, completei 33 anos num leito de UTI, e agora aqui vivo, me sinto como um milagre de Deus”, enfatizou o rapaz.

A mãe de Cleiton, Joanes Florência Braga, de 62 anos veio buscar o filho

A mãe de Cleiton, Joanes Florência Braga, de 62 anos, veio buscar o filho. Ela o viu pela última vez embarcando em busca de uma chance para se curar da covid-19. “Meu filho renasceu, ele veio para Rondônia em estado grave. Deus colocou as mãos em todos esses profissionais que acolheram meu filho e cuidaram com muito carinho. Todos os dias eu tinha notícias dele. Eu agradeço imensamente a cada um. Só eu sei o que eu passei durante esses dias em que meu filho permaneceu internado. Agora, vendo ele curado e podendo abraçá-lo, só tenho a agradecer ao Estado de Rondônia que nos acolheu”, disse emocionada.

Ao todo, o Estado de Rondônia recebeu 12 pacientes graves do Mato Grosso do Sul, dos quais dois já receberam alta hospitalar e retornaram para sua cidade natal. “Ficamos emocionados em ver que esses pacientes estão voltando para suas cidades locais curados desta doença. O governador Marcos Rocha nos solicitou que, enquanto pudermos ajudar estaremos de portas abertas”, destacou o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

Leia Também:  Campanha de combate às queimadas será lançada nesta terça pela Prefeitura da capital
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA