PORTO VELHO

Rondônia

Mais de 7 mil estudantes das escolas estaduais de Jaru são beneficiados com kits merenda escolar

Rondônia


As escolas da coordenadoria regional de Jaru iniciaram as entregas, que seguem até o dia 15 de junho

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), continua avançando nas entregas dos kits merenda escolar para os alunos matriculados na Rede Estadual de Ensino. As entregas iniciaram em abril e seguem simultaneamente nas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) de cada município. As unidades escolares vinculadas à CRE de Jaru iniciou a distribuição nesta semana.

Os kits são compostos por itens selecionados, seguindo as recomendações técnicas das nutricionistas da Seduc. Os produtos são provenientes da agricultura familiar, o que proporciona uma alimentação saudável e balanceada.

A ação é possível através de recursos fornecidos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) que preconizou a distribuição de kits de gêneros alimentícios a estudantes da Rede Pública de Ensino durante o período de suspensão das aulas presenciais nas escolas públicas de educação básica, em razão de situação de emergência ou calamidade pública, ocasionada pela pandemia do coronavírus.

Leia Também:  #NOVABRASILÂNDIA: Prefeitura inicia construção de Galerias nas Ruas Getúlio Vargas e das Palmeiras

Na escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Dayse Mara, localizada no município de Jaru, foram entregues 916 kits compostos por 2 kg de mandioca, 2 kg de abobora, 1 kg de laranja, 2 kg de banana maçã e 400 gramas de filé de pirarucu. Os kits dos alunos que fazem parte do Atendimento Educacional Especializado (AEE) são compostos por 2 kg de abóbora, 2 kg de mandioca, 1 kg de inhame, 1 kg de laranja, 1 kg de banana prata, 1 kg de banana da terra, 1 kg de pocan e 400 gramas de filé de pirarucu.

As somas de todos os kits estão orçadas em R$ 19.801,52 (dezenove mil, oitocentos e um e cinquenta reais e dois centavos) de produtos da agricultura familiar e R$  7.543,00 (sete mil, quinhentos e quarenta e três reais) do Programa Estadual de Alimentação Escolar (Peale), que visa complementar o valor depositado por aluno pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para aquisição da alimentação escolar.

A escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primavera, localizada na cidade de Theobroma, distribuiu 740 kits merenda escolar compostos por 1 kg de inhame, 2 kg de batata doce, 1 kg de banana da terra, foram entregues a todos os alunos da unidade. Serão entregues também 600 gramas de filé de peixe.

Leia Também:  Governo do vai e volta, depois de ser chamado na Justiça "Coroné Rocha" manda fechar, veja o decreto

De acordo com a coordenadora de Educação em Jaru, Vanuza Coordeiro, as escolas vinculadas à Coordenadoria Regional possuem um cronograma próprio de entrega, onde serão tomadas todas as medidas de segurança para garantir o distanciamento social e evitar o contágio e a disseminação do coronavírus.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Desafios da Educação Profissional Técnica e Tecnológica no contexto atual de Rondônia e do Brasil vai ser discutido em Fórum Nacional

Publicados

em


Técnica agrícola na escola Abaitará, em Rondônia

No dia 1º de julho, o Governo de Rondônia, por meio do Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional de Rondônia (Idep) promoverá um fórum nacional on-line em parceria com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) destinado aos alunos do curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Docência para a Educação Profissional e Tecnológica, a partir das 18 horas, com transmissão pela página do Idep no Facebook: facebook.com/idep.rondonia.

Entre as palestras do 1º Fórum do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Docência para a Educação Profissional e Tecnológica (DocentEPT) de Rondônia está a que será ministrada pela presidente do Idep, Adir Josefa de Oliveira com o tema: “Os Desafios e as Perspectivas da Educação Profissional Técnica e Tecnológica no contexto atual de Rondônia e do Brasil”.

Para a presidente, a oportunidade da especialização aconteceu em um momento oportuno para o Estado, uma vez que a formação para o emprego e empreendedorismo gera renda e crescimento.

“A educação profissional está entre as metas prioritárias do Poder Executivo, e a formação de professores voltados para a educação profissional era uma demanda reprimida no segmento, que tem a educação básica como foco. Com essa especialização, estamos fortalecendo as oportunidades para a sociedade alcançar maior acesso ao desenvolvimento econômico e social. E esse fórum vem para destacar essa mudança de cenário e a abertura de novos conhecimentos e desafios para os docentes e seus futuros discentes”, explica ela.

A especialização lato sensu é oferecida pelo Ministério da Educação (MEC), pelo programa Novos Caminhos, em parceria com o Ifes. O curso possui carga horária total de 460 horas e duração de 12 meses. Ao todo 107 estudantes de Rondônia estão matriculados no curso, entre profissionais da Educação, lotados na rede estadual e particular, além de profissionais de diversas áreas de formação.

Leia Também:  Moradores agradecem Prefeitura e solicitam novas ações da Semur

No Estado, acontece em parceria com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro), por meio da cessão de polos de Educação a Distância (EaD), localizados nos municípios de Porto Velho, Ariquemes, Cacoal e São Miguel do Guaporé.

Ordenha de vaca na escola Abaitará

A coordenadora do Curso de Pós-graduação DocentEPT no Estado, Elcilene Ribas, ressaltou os impactos positivos de colocar Rondônia na rota das discussões sobre a temática.  ‘‘Avalio que Rondônia está entrando no mapa das discussões da educação profissional do Brasil, por meio do investimento que o Governo está fazendo nas políticas do fortalecimento e expansão da Educação Profissional do Idep. Isso demonstra que o investimento realizado na educação profissional do Estado está indo no caminho certo, e outros estados estão reconhecendo essa seriedade com a qual o Idep está direcionando essas políticas e oportunizando que todo o Brasil tenha conhecimento da educação profissional do Estado, mas o motivo de hoje termos eventos por aqui também, foi a possibilidade de termos mais instituições de ensino, como o Idep e Ifro que investem em educação profissional’’.

Também fazem parte da programação as palestras com os temas: “O Profissional do Amanhã: Integrando Tecnologias e Pessoas para a produção do trabalho”, ministrada pelo professor do Ifro, Campus Porto Velho, Márcio Miranda, que vai falar sobre: O Profissional do Amanhã: Integrando Tecnologias e Pessoas para a produção do trabalho; e “A Importância da Formação Docente para atuação no EPT”, ministrada pela coordenadora do Curso de Especialização Lato Sensu DocentEPT, do Ifes, Larissy Alves Cotonhoto.

Leia Também:  Cleiton Roque agradece parcerias em solenidade de entrega de carteiras de identidade e equipamentos para UBS

A proposta do fórum é socializar os aprendizados e perspectivas dos estudantes frente a especialização, que acontece no Instituto Federal do Espírito Santo, e marca o encerramento do Módulo II do primeiro Semestre de 2021. O fórum inicialmente seria destinado aos alunos de Rondônia, é uma iniciativa do Idep, onde a Coordenação Estadual e coordenadores dos municípios de Rondônia planejaram a ação, mas devido a manifestação de interesse de outros estados, transformou-se um evento nacional, coincidindo com a proposta do ciclo de palestras projetado para a mesma semana pela Coordenação Geral do Curso localizada no Instituto Federal de Educação Profissional do Espirito Santo.

DESENVOLVIMENTO

Para Larissy Alves, o fomento de discussões sobre a educação profissional e tecnológica reflete no desenvolvimento local. ‘‘Há um grande impacto positivo em um Estado que investe na educação técnica e tecnológica, pois um dos grandes benefícios do investimento em educação profissional e tecnológica é viabilizar o crescimento econômico de forma contínua do Estado de Rondônia, gerando melhores oportunidades de emprego e renda para jovens e adultos’’.

Novas perspectivas de desenvolvimento econômico e sustentável da região são esperadas a partir dos avanços neste eixo de ensino em Rondônia.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA