PORTO VELHO

Rondônia

Ministério da Saúde envia a 17ª remessa de vacinas contra covid-19 para Rondônia

Rondônia


Em quatro dias, Rondônia recebeu 90.260 doses de imunizantes entre AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer

O Governo de Rondônia recebeu do Ministério da Saúde, nesta segunda-feira (3), a 17ª remessa de vacinas contra a covid-19. Chegaram um total de 50.010 doses de vacina que foram entregues na Rede de Frio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), em Porto Velho, onde ficam armazenadas até serem enviadas aos municípios. Desse total 46.500 doses da AstraZeneca/Oxford serão distribuídas entre às Regionais de Saúde do Estado, já as 3.510 doses da Pfizer ficarão somente em Porto Velho.

A novidade foi anunciada à imprensa durante coletiva pelo titular da pasta da Secretária de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo e pela diretora-geral da Agevisa, Ana Flora Gehardt. “É a primeira vez que Rondônia recebe um número tão grande de vacinas em tão pouco tempo. Somente nos últimos quatro dias somamos, com mais essa remessa que chegou agora, um total de 90.260 doses de imunizantes entre AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer, enviadas pela primeira vez a Rondônia. Agora precisamos que os municípios agilizem a aplicação dessas vacinas e registrem os dados junto ao Ministério da Saúde”, alertou o secretário.

Vacinas serão encaminhadas aos municípios que precisam agilizar a aplicação e fazer o registro junto ao Ministério da Saúde

De acordo com a diretora-geral da Agevisa, todas as doses do imunizante da Pfizer vão ficar em Porto Velho. “Estamos seguindo a orientação do Ministério da Saúde devido a necessidade de manter essas vacinas em temperatura mais baixa”, explicou a diretora, que já recebeu a informação do Governo Federal de que o Estado vai receber em breve seis freezers científicos com temperatura ultrabaixa, para armazenar as vacinas produzidas pela farmacêutica norte-americana Pfizer, que podem permanecer por até 12 dias a uma temperatura de -25°C, muito inferior ao padrão nacional que fica entre dois e oito graus.

Leia Também:  Ônibus que farão o transporte escolar chegaram na Ponta do Abunã

PÚBLICO-ALVO

A aplicação dos imunizantes, tanto da Pfizer quanto da AstraZeneca recebidos nesta segunda-feira, segue o Plano Nacional de Imunização (PNI), sendo que as vacinas da Pfizer devem ser aplicadas em no máximo cinco dias, devido a condição de armazenamento.

Desta vez, as doses recebidas vão contemplar os grupos prioritários que incluem pessoas com comorbidade, com idades entre 55 e 59 anos; pessoas com síndrome de down de 18 a 59 anos; com doença renal crônica que fazem diálise de 18 a 59 anos; pessoas com deficiência permanente cadastradas no programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) com idades entre 55 a 59 anos; gestantes e mulheres em até 45 dias de pós-parto (puérperas) com comorbidades de 18 a 59 anos; além dos grupos de 60 a 64 anos que irão receber a 1.ª dose.

BALANÇO DE VACINAS RECEBIDAS

Com mais esse remessa, até o momento Rondônia já recebeu 448.068 doses, sendo:

CoronaVac: 275.608

AstraZeneca: 168.950

Pfizer: 3.510

*contém áudio para rádios nas palavras destacadas

Leia Também:  VACINAS: NESTA QUARTA, PODE CHEGAR NOVO PEQUENO LOTE
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

DER conclui obra de manutenção na rodovia 010, em Alvorada D’Oeste

Publicados

em


Obra de patrolamento na RO-010

O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) concluiu obras de manutenção na rodovia 010, que liga a BR-429 à BR-473 em Urupá, região central do Estado. Foram realizados serviços de reconformação de plataforma e patrolamento em cerca de 26 km.

“É uma estrada de grande fluxo de veículos. Por ela, passam mais da metade da produção de leite do Estado e o escoamento agrícola”, explica o residente da 7ª Regional de Alvorada D’ Oeste, Carlos Leandro Oliveira.

Agricultor da RO 010 fala da satisfação em ver estradas trafegáveis

Salvador Aparecido, agricultor e morador da região há 31 anos disse que “nesse Governo estamos vendo as coisas melhorando. Antigamente não tinha linha boa para trafegar. Aqui alagava tudo e era muito difícil. Para passar, tinha que ficar aguardando a água correr. Agora, não precisa atrasar a viagem por causa de alagação. O DER colocou uns tubos que não permitem mais que a água se acumule. Eu estou vendo o progresso chegar”, disse.

Leia Também:  Adelino Follador discute transporte escolar para alunos do Ifro de Ariquemes 

O diretor-geral do Departamento, Elias Rezende, disse que os trabalhos são céleres. “Temos sob a responsabilidade do Estado cerca de seis mil quilômetros de estradas pavimentadas e não pavimentadas. Semanalmente, fiscalizamos cada uma, verificando pontos que precisam de manutenção. Frentes de serviços se deslocam para vários locais, a fim de manter as nossas estradas em condições de trafegabilidade. Foram convocados mais 137 servidores que serão lotados em diversos municípios e atuarão nas Residências Regionais e Usinas de Asfalto do DER, para colhermos resultados ainda maiores”, ressaltou.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA