PORTO VELHO

Rondônia

Na 7ª noite da “Operação Prevenção”, 66 intervenções foram realizadas

Rondônia

 

Equipes se mobilizaram para averiguar serviços flexibilizados por meio do decreto 26.038

 

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), mantém intensivos os trabalhos de fiscalização, atuando em mais uma fase da “Operação Prevenção”, com o objetivo de garantir o cumprimento do Decreto nº 26.038, de 23 de abril de 2021.

As equipes coordenadas pelo major Mário Vergotti, do Corpo de Bombeiros (CBM), estiveram em fiscalização pelo perímetro urbano de Porto Velho durante cinco horas de operação. Durante a atividade, foi possível detectar que a maioria dos estabelecimentos comerciais estavam colaborando com as determinações do atual decreto.

“A operação lembra as pessoas de que é necessário cumprir as diretrizes do decreto, para evitar a disseminação do vírus. Essas medidas fiscalizatórias acabam minimizando as aglomerações existentes em nosso município”, explica Vergotti.

Houve a chamada fiscalização inopinada nos estabelecimentos em que foram detectadas grandes aglomerações, com orientações sobre o decreto nº 26.038. Em um deles, além de receber orientação, o proprietário foi notificado para fazer a correção do alvará de funcionamento, emitido pelo Corpo de Bombeiros (CBM).

Leia Também:  Atendimento virtual realizado pelo TRT-RO/AC inspira o CNJ a criar o Balcão Virtual em todos os tribunais do país

A “Operação Prevenção” conta com a parceria da Superintendência Estadual de Comunicação (Secom), Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran) e a Prefeitura de Porto Velho, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz) e Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb).

A sétima etapa da “Operação Prevenção” obteve o total de 66 intervenções, tendo sete estabelecimentos comerciais orientados e dois foram notificados por conta de aglomerações. Esta é a 53ª edição das ações antiaglomerações, iniciadas desde dezembro de 2020, tendo como as operações “Fase 3”; “3ª Onda”; “Decreto”; “Consciência”, “Restrição”; “Alerta”; “Emergência” e “Urgência” fazendo parte deste ciclo.

DENÚNCIA

O Governo disponibiliza canais de denúncias para a população, visando o bem estar da sociedade. Qualquer observação, seja de aglomerações e descumprimento ao atual decreto, deve ser denunciado por meio dos telefones: 190, da Polícia Militar; 197, da Polícia Civil ou 193, do Corpo de Bombeiros.

Leia Também:  OPERAÇÃO CARONTE – Ministério Público de Rondônia deflagra operação para combater corrupção envolvendo ex-servidora da SEFIN

MELHOR HORA

Outro meio disponibilizado pelo Governo, por meio da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), o sistema “Melhor Hora”, foi criado com a estratégia de facilitar o dia a dia do cidadão, pontuando dias e horários de menor fluxo de pessoas nos estabelecimentos comerciais, sendo atualizado diariamente e atende diversos municípios. Para acessar as informações, o cidadão deve acessar o site melhorhora.sefin.ro.gov.br, selecionar o município de origem e consultar o estabelecimento que deseja ir. A planilha é apresentada automaticamente, mostrando o fluxo de pessoas no local.

Confira a galeria de imagens

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Paciente de Dourados é o segundo a ter alta hospitalar após tratamento contra a covid-19 em Rondônia

Publicados

em


O paciente Cleiton chegou na capital no dia 4 de junho

Cleiton Braga dos Santos, de 33 anos, um dos pacientes de Mato Grosso do Sul que veio transferido para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Porto Velho (RO), na Operação “Unidos Pela Vida”, recebeu alta nesta sexta-feira (18). O paciente do município de Dourados chegou na capital no dia 4 de junho, em estado grave permaneceu na UTI por 11 dias, na Assistência Médica Intensiva (AMI), e na enfermaria do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro permaneceu por mais três dias, até receber alta hospitalar.

“Foram dias difíceis esses que passei na UTI, mas recebi tanto amor e atenção dos profissionais da AMI que eu estou aqui, contando a minha vitória. Deus que colocou na minha vida essa vaga aqui em Porto Velho. Entre várias pessoas à espera por um leito, eu fui o escolhido. Talvez se eu estivesse ficado, não estaria aqui contando minha recuperação. Vim para uma cidade que não conhecia, mas que acolheu como um rondoniense. Meu sentimento é de eterna gratidão”, conta o paciente.

Leia Também:  #SOPH: Hildon Chaves destaca importância do Porto Organizado de Porto Velho para o desenvolvimento da capital

No último domingo (13), Cleiton Braga fez aniversário e para ele foi um renascimento. “Sobreviver a essa doença é renascer, completei 33 anos num leito de UTI, e agora aqui vivo, me sinto como um milagre de Deus”, enfatizou o rapaz.

A mãe de Cleiton, Joanes Florência Braga, de 62 anos veio buscar o filho

A mãe de Cleiton, Joanes Florência Braga, de 62 anos, veio buscar o filho. Ela o viu pela última vez embarcando em busca de uma chance para se curar da covid-19. “Meu filho renasceu, ele veio para Rondônia em estado grave. Deus colocou as mãos em todos esses profissionais que acolheram meu filho e cuidaram com muito carinho. Todos os dias eu tinha notícias dele. Eu agradeço imensamente a cada um. Só eu sei o que eu passei durante esses dias em que meu filho permaneceu internado. Agora, vendo ele curado e podendo abraçá-lo, só tenho a agradecer ao Estado de Rondônia que nos acolheu”, disse emocionada.

Ao todo, o Estado de Rondônia recebeu 12 pacientes graves do Mato Grosso do Sul, dos quais dois já receberam alta hospitalar e retornaram para sua cidade natal. “Ficamos emocionados em ver que esses pacientes estão voltando para suas cidades locais curados desta doença. O governador Marcos Rocha nos solicitou que, enquanto pudermos ajudar estaremos de portas abertas”, destacou o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

Leia Também:  OPERAÇÃO CARONTE – Ministério Público de Rondônia deflagra operação para combater corrupção envolvendo ex-servidora da SEFIN
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA