PORTO VELHO

Rondônia

Na Rondônia Rural Show, Agevisa vai promover assistência especializada em vigilância em Saúde, palestras e distribuição de material informativo

Rondônia

Agevisa vai oferecer informações e serviços em consultoria especializada, distribuição de material informativo e palestras

De 23 a 28 de maio, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde – Agevisa participará da 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, que acontece no Centro Tecnológico, no município de Ji-Paraná. Um escritório foi instalado no local com o objetivo de elevar a instituição ao patamar de agência especializada. 

Serão oferecidos informações e serviços de consultoria especializada nas vigilâncias: Epidemiológica, Sanitária, Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador, além do agendamento de visitas aos estabelecimentos regulados; distribuição de material informativo e palestras.

“Dessa forma podemos promover a expertise da instituição que é a vigilância da saúde pública, um processo contínuo e sistemático de coleta, consolidação e análises de dados que contribuem com a disseminação de conhecimentos aprofundados relacionados à saúde. Nossa equipe técnica é um elemento colaborativo disponível para ajudar no planejamento, intervenção e elaboração de políticas públicas necessárias na promoção do bem-estar do rondoniense”, disse o diretor-geral da Agevisa, Gilvander Gregório de Lima.

Leia Também:  Neovia conclui o processo de negociações com a Nutrizon, importante empresa de nutrição animal do setor de aquacultura, pet food e ruminantes
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

82,3% das viagens dos rondonienses foram por motivos pessoais

Publicados

em

O suplemento de Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) mostra que, em 2021, das 68 mil viagens feitas por rondonienses, 82,3% foram por motivos pessoais e 17,7% por motivos profissionais. Os percentuais são semelhantes aos apresentados em 2019: 80,5% por motivos pessoais e 19,5% por motivos profissionais.Por local de hospedagem, a casa de amigo ou parente foi a principal instalação, representando 45,9% das viagens ocorridas em 2021. Em todo o Brasil, a casa de amigo ou parente também foi a principal acomodação, sendo 42,9% de todas as viagens.A pesquisa aponta também que, das viagens realizadas pelos rondonienses por motivo pessoal, 23 mil (42,1%) foram para visita ou eventos de familiares e amigos, 17 mil (30,3%) para tratamento de saúde ou consulta médica, dez mil (18,1%) para lazer e cinco mil (9,4%) tiveram outros motivos.Ao comparar as informações da pesquisa nos anos de 2019 e 2021, percebe-se que as viagens com carro particular ou da empresa passaram a corresponder a mais da metade dos veículos utilizados. Em 2019, as viagens com carro particular ou de empresa representaram 36% do total. Já em 2021, este percentual foi de 56,8%.Em relação ao número de domicílios em que houve viagem, a PNAD Contínua aponta que, no ano de 2019, ocorreram viagens em 17,4% dos domicílios rondonienses enquanto que, em 2021, este índice foi de 9,3%.Nos domicílios em que nenhum morador viajou em 2021, foi questionado sobre o motivo, sendo que os mais recorrentes foram: não ter necessidade (29,1%), não ter dinheiro (19,7%) e não ser prioridade (19,3%). Estes índices foram diferentes dos indicados em 2019: em 43,5% dos domicílios que nenhum morador viajou o motivo foi por não ter dinheiro; 17,5% não ter tempo e 17,5% não ter necessidade. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA