PORTO VELHO

Rondônia

No pico da pandemia do coronavírus, Cemitério de Porto Velho sepultou mais de 200 corpos de vítimas da covid-19

Rondônia

 

Em março, o Cemitério Santo Antônio recebeu 242 corpos de vítimas da covid-19 em Porto Velho

 

No pico da pandemia do novo coronavírus SARS-CoV-2 e variantes em Rondônia, no mês de março a equipe do Cemitério Santo Antônio, localizado na estrada com o mesmo nome, em Porto Velho, sepultou 242 corpos de vítimas da covid-19; em janeiro 59, e em fevereiro 125. Os três primeiros meses de 2021 totalizaram 426 mortos. No mês passado, a equipe trabalhou diariamente em dois turnos: das 8h ao meio-dia e das 14h às 18h.

Gilbson Morais, 41 anos, supervisiona uma equipe de seis sepultadores, todos já vacinados com a primeira dose anti-covid-19. Um dos integrantes da equipe é do grupo de risco e está afastado, os outros cinco trabalham em dois turnos diários. “Antes da pandemia a gente achava que era alta a média diária de seis a oito sepultamentos, imagine agora”, ele comenta.

O Cemitério Santo Antônio tem 230 mil m², funciona desde 1975, desde março do ano passado reservou área exclusiva para mortos pela covid-19. Ao chegar à exaustão, com 95 mil sepultamentos realizados, a prefeitura firmou contrato de 1,8 mil gavetas com empresas particulares. Desde o dia 12 de março, os corpos são destinados a um cemitério particular.

Atualmente, o registro de óbitos na Capital está informatizado e a equipe fica sabendo com antecedência o número exato de corpos reivindicados por famílias proprietárias de jazigos. Segundo explica Gilbson, são pessoas que não abrem mão de ver seus entes sepultados um ao lado do outro. No que resulta aos trabalhadores do cemitério quebrar jazigos e readequá-los ao recebimento de outros corpos.

Na pandemia, riscos de saúde abreviam o sepultamento para apenas 15 minutos

O supervisor lembra que anteriormente as famílias homenageavam seus entes queridos (vítimas de qualquer doença) e oravam por eles antes de descer o caixão ao túmulo, isso demorava de 20 a 40 minutos no máximo; hoje, com a covid-19 foi exigida brevidade nas cerimônias de despedida. “Tudo é breve, não ultrapassando a 15 minutos para evitar aglomeração de pessoas no velório”, ele justifica.

Leia Também:  Semtran informa que não recebeu comunicado sobre paralisação

“Familiares não podem velar seus entes queridos, muito menos, ter um velório tradicional, devido aos riscos, daí o motivo da maioria dos caixões estarem lacrados”, explica o diretor.

O protocolo do Ministério da Saúde também recomenda que seja evitada a permanência (no cemitério) de pessoas que pertençam ao grupo de risco, entre as quais, aquelas com idade superior a 60 anos, portadores de doenças crônicas e imunodeprimidos. “Humanamente, eu não consigo evitar que pais, mães, avós, tios ou qualquer outro parente manifeste seu sentimento ao se despedir; digo que podem ficar noutros espaços próximos, mas sei que isso é complicado”, conta Gilbson.

Conforme o Guia para o Manejo de Corpos no Contexto do Novo Coronavírus – COVID-19, publicado em março pelo Ministério da Saúde, “os velórios e funerais de pacientes confirmados ou suspeitos da doença não são recomendados durante os períodos de isolamento social e quarentena”. Mesmo assim, o documento traz uma série de orientações para quem decida por realizar a despedida, nos termos possíveis. Entre eles, é orientado “manter a urna funerária fechada durante todo o velório e funeral, evitando qualquer contato (toque/beijo) com o corpo do falecido em qualquer momento”.

Leia Também:  Inscrições para certificadores do Enem 2020 começam nesta quarta-feira (9)

A cerimônia também ocorrer em lugares ventilados, sem aglomeração de pessoas, respeitando a distância mínima de pelo menos dois metros entre elas.

PROTOCOLO RÍGIDO

A retirada do corpo deve ser feita por uma equipe de saúde, observando as medidas de precaução individual como o uso dos EPIs (Equipamentos de proteção individual: máscaras e luvas). Mesmo após a morte, as vítimas do coronavírus podem abrigar o vírus dentro do seu organismo, por isso muitas autoridades têm se questionado sobre a melhor forma de enterrar essas pessoas e os riscos envolvidos.

Caixões são fechados, principalmente, para oferecer segurança aos funcionários e familiares, evitando e minimizando os riscos à saúde. O pulmão expele todo ar que está contido, dentro do órgão, por até 72 horas, e os líquidos do corpo também são eliminados. Começam a sair os fluídos corporais e todos eles são, potencialmente, transmissores de doenças. Esse processo começa após a morte.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), “exceto nos casos de febre hemorrágica (Ebola ou febre hemorrágica de Marburg) e cólera, os cadáveres geralmente não são infecciosos. Quando o foco é a covid-19, o maior risco de contaminação acontece em situações de autópsia, por isso a atenção deve ser redobrada no manuseio do corpo.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Edição 411 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Publicados

em


Dos 214.879 casos de covid-19 em Rondônia, 73.633 são de Porto Velho.

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço de dados referente aos casos de covid-19 no Estado.

Nesta quarta-feira (5) foram consolidados os seguintes resultados:

Casos confirmados – 214.879
Casos ativos – 6.433 (2,99%)
Pacientes recuperados – 203.181 (94,56%)
Óbitos – 5.265 (2,45%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 373
Pacientes internados na Rede Privada – 71
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 90
Pacientes internados na Rede Filantrópica – 09
Total de pacientes internados – 543
Pacientes aguardando leitos: 0
Testes Realizados – 571.083
Aguardando resultados do Lacen – 684

* População vacinada:
1ª Dose – 200.060
2ª Dose – 87.328

Profissionais de Saúde vacinados:
1ª Dose – 46.672
2ª Dose – 29.025

Indígenas vacinados:
1ª Dose – 6.584
2ª Dose – 4.824

Idosos vacinados:
1ª Dose – 142.514
2ª Dose – 53.137

Deficientes ILP:
1ª Dose – 217
2ª Dose – 21

Segurança e Salvamento:
1ª Dose – 3.677
2ª Dose – 320

Quilombolas:
1ª Dose – 396
2ª Dose – 1

* (Dados obtidos às 16h38)

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março de 2020 até hoje (05 de maio de 2021), por covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 05/05/2021
Município Casos Totais Óbitos Totais Curados Totais
Porto Velho 73.633 2.226 70.155
Ariquemes 18.566 401 17.871
Ji-Paraná 15.790 444 14.918
Cacoal 11.249 214 10.773
Vilhena 10.825 209 10.412
Jaru 6.738 152 6.481
Machadinho D’Oeste 5.606 72 5.283
Rolim de Moura 5.539 128 5.074
Guajará-Mirim 5.253 204 5.005
Pimenta Bueno 4.756 64 4.003
Buritis 4.195 60 4.095
Ouro Preto do Oeste 4.105 117 3.747
Alta Floresta D’Oeste 3.476 55 3.291
Candeias do Jamari 3.454 68 3.301
Nova Mamoré 2.942 53 2.501
Presidente Médici 2.844 62 2.671
Espigão D’Oeste 2.462 54 2.349
Cerejeiras 2.088 50 1.963
São Miguel do Guaporé 2.016 40 1.912
São Francisco do Guaporé 1.824 40 1.770
Cujubim 1.636 33 1.567
Alto Paraíso 1.625 37 1.569
Colorado do Oeste 1.606 25 1.478
Nova Brasilândia D’Oeste 1.583 25 1.479
Monte Negro 1.389 23 1.179
Alto Alegre dos Parecis 1.298 32 1.160
Chupinguaia 1.268 16 1.221
Itapuã do Oeste 1.243 18 1.164
Costa Marques 1.197 25 1.120
Seringueiras 1.114 10 1.031
Urupá 1.087 26 1.010
Campo Novo de Rondônia 1.072 22 1.017
Vale do Anari 929 15 778
Mirante da Serra 923 8 885
Alvorada D’Oeste 853 24 776
Santa Luzia D’Oeste 786 10 742
Cacaulândia 753 9 734
Nova União 747 13 716
Vale do Paraíso 657 24 607
Cabixi 641 14 617
Theobroma 615 21 558
Corumbiara 603 15 563
Governador Jorge Teixeira 559 15 525
Rio Crespo 530 9 515
Novo Horizonte do Oeste 528 20 476
Ministro Andreazza 466 14 441
Teixeirópolis 464 8 451
Pimenteiras do Oeste 397 15 381
São Felipe D’Oeste 336 8 310
Parecis 233 7 182
Castanheiras 224 5 209
Primavera de Rondônia 156 6 145
Total geral 214.879 5.265 203.181
Leia Também:  Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 72 4
Ariquemes 30 1
Ji-Paraná 1 1
Cacoal 20 2
Vilhena 19
Jaru 17 1
Machadinho D’Oeste 3
Rolim de Moura 10 3
Guajará-Mirim
Pimenta Bueno 8 1
Buritis 2
Ouro Preto do Oeste 18
Alta Floresta D’Oeste 13
Candeias do Jamari 4
Nova Mamoré 5 1
Presidente Médici 3
Espigão D’Oeste 8
Cerejeiras 4
São Miguel do Guaporé 8
São Francisco do Guaporé 1
Cujubim 3
Alto Paraíso
Colorado do Oeste 2
Nova Brasilândia D’Oeste 5
Monte Negro 5
Alto Alegre dos Parecis 24
Chupinguaia
Itapuã do Oeste 11
Costa Marques
Seringueiras
Urupá
Campo Novo de Rondônia 5
Vale do Anari 12
Mirante da Serra 3
Alvorada D’Oeste 3
Santa Luzia D’Oeste 3
Cacaulândia
Nova União 3
Vale do Paraíso 1
Cabixi 2
Theobroma 24
Corumbiara 4
Governador Jorge Teixeira 1
Rio Crespo
Novo Horizonte do Oeste 1
Ministro Andreazza
Teixeirópolis
Pimenteiras do Oeste 1
São Felipe D’Oeste
Parecis 4
Castanheiras 2
Primavera de Rondônia
Total geral 365 14

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES:

  • Nesta quarta-feira (5) foram registrados 14 óbitos por covid-19 no Estado, desses, 4 foram em Porto Velho, sendo uma mulher de 47 anos e três homens (73, 60 e 53 anos de idade); três em Rolim de Moura, sendo duas mulheres (78 e 62 anos) e um homem de 32 anos de idade; dois homens (74 e 68 anos) de Cacoal; um homem de 70 anos de Ariquemes; um homem de 73 anos de Jaru; uma mulher de 60 anos de Ji-Paraná; um homem de 86 anos de Nova Mamoré e um homem de 60 anos de Pimenta Bueno.
Leia Também:  Unimed Ji-Paraná visita Coirmãs

Observação: Os dados sobre vacina não serão atualizados nesta data tendo em vista que a equipe está atualizando o layout do Painel Covid-19 para encaixar as doses recebidas da Pfizer.

Segundo a Agevisa, os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, por meio do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Veja todos os relatórios de dados já publicados sobre a covid-19 em Rondônia, clicando no link http://bit.ly/2EzHtco

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios e são dinâmicos.
Para dados atualizados em tempo real, acesse: https://covid19.sesau.ro.gov.br/Home/Vacina

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA