PORTO VELHO

Rondônia

“Operação Verde Brasil 2” conclui ações com quase mil intervenções aplicadas em áreas de proteção ambiental

Rondônia


Atuação ocorreu em todo Estado de Rondônia, em 16 localidade do Acre e 13 pontos geográficos do Sul do Amazonas

Na manhã desta terça-feira (4), representantes da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), dirigentes do Exército Brasileiro e demais instituições estaduais, municipais e federais deram entrevista coletiva sobre o balanço final da “Operação Verde Brasil 2”. Na ocasião, foram abordadas várias atividades deflagradas pelos agentes de fiscalização, a exemplo de combate a incêndio e apreensões de madeiras ilegais em terras federais e Territórios indígenas.

A ação, que se caracteriza como repressiva e preventiva, há mais de 350 dias sob o comando da 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Dda. Inf. Sl.), atuou em diferentes localidades de Rondônia e regiões vizinhas como no Acre e Sul do Amazonas. Reunindo uma força-tarefa conjunta integrada, no total, foram desenvolvidas 919 ações por meio de patrulhas terrestres, fluviais e reconhecimento aéreo; no combate à mineração ilegal, incluiu postos de bloqueio de estradas para fins de vistorias e detenção de pessoas que cometeram algum tipo de infração.

Além das ações já mencionadas, outras práticas mais intensificadas foram aplicadas pelos integrantes da Operação Verde Brasil 2, como o combate à extração de madeira, que resultou na apreensão de 56.745,519 m (cinquenta e seis mil, setecentos e quarenta e cinco e quinhentos e dezenove metros cúbicos), encontradas entre as 94 madeireiras visitadas na região. Já, como forma de evitar o avanço do desmatamento na floresta amazônica, foram combatidos 356 focos de incêndios em uma área de mais de 54 mil hectares, resultando em multas e infrações para os responsáveis pela ilegalidade.

Governo de Rondônia trabalhou por meio da Sedam e do Batalhão da Polícia Ambiental

Presente na coletiva de imprensa, o titular da Coordenadoria de Proteção Ambiental da Sedam, Marcos de Souza Trindade, destacou a importância da parceira do órgão estadual com os demais departamentos que atuaram bravamente ao longo da operação, além da preservação constante do Poder Executivo às áreas de proteção ambiental como reservas extrativistas, biológicas, de povos originários e outros gêneros.

O comandante da 17ª Brigada de Infantaria de Selva e também dirigente principal da Operação, general Jorge Augusto Ribeiro Castro, reforçou durante o ato que, mesmo após o término da ação, o trabalho de fiscalização continuará priorizando denúncias da sociedade sobre eventuais casos de delitos ambientais ocorridos na área que corresponde ao território rondoniense.

Leia Também:  Governo distribui 11.990 doses de vacinas contra a gripe; Ji-Paraná registrou nove notificações de H1N1 em 2020

“Em quase um ano da “Verde Brasil 2”, tivemos resultados expressivos que foram alcançados graças a perfeita integração entre a Brigada Príncipe da Beira e as instituições de Segurança Pública e agências de preservação ambientais incorporados a esta missão”.

Durante a ação, ao todo, foi designado um efetivo de 1.255 pessoas entre homens e mulheres, na função de militares e agentes civis. Além da 17ª Brigada e a Sedam, outros órgãos e departamentos públicos atuaram em diversas equipes compostas pela: Força Área Brasileira (FAB), Marinha do Brasil, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Fundação Nacional do Índio (Funai), Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Cenispam), Polícia Militar (PM) o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia (CBM), Defesa Civil do Estado e demais entidades públicas do Amazonas e Acre.

BALANÇO DA AÇÃO

Durante as ações realizadas de maio de 2020 a 30 de abril de 2021, no geral, foram obtidos os seguintes resultados:

  • número de ações: 919;
  • número de incêndios combatidos: 356;
  • aérea embargada de incêndios: 54.777,33 hectares;
  • prisões: 44;
  • termos de infração e multas: 454;
  • madeireiras visitadas: 94;
  • apreensões de madeiras: 56.745.519 metros cúbicos;
  • embarcações apreendidas: 74;
  • veículos apreendidas: 81;
  • armas e munições apreendidas: 33 e
  • apreensão de drogas: 16,250kg.

Além destas apreensões, outros produtos e equipamentos para prática ilegal foram retidos pelas equipes de fiscalização. Só na região que corresponde Rondônia, desempenharam-se atividades em 47 localidades de proteção ambiental, entre terras indígenas e reservas extrativistas e biológicas; 16 locais no Acre e em 13 pontos geográficos do Sul do Amazonas. Nos casos de incêndios, teve aplicação de multa no total de R$ 359.882.095,01, e, da madeiras apreendidas, inserção de multa no valor de R$ 100 milhões.

Outras Ações Cívicas Sociais (ACISO) e de conscientização também foram desencadeadas em distritos e comunidades adjacentes às Bases de Operações, por meio de atendimentos médicos-odontológicos, prevenção à saúde, exames e distribuição de medicamentos.

Leia Também:  Chegada das vacinas Sputnik V a Rondônia depende da celeridade da Agência Nacional de Vigilância Sanitária

APP GUARDIÕES DA AMAZÔNIA

Como medida de facilitar o fluxo imediato de denúncias sobre possíveis crimes na região da floresta amazônica, foi desenvolvido um aplicativo denominado “Guardiões da Amazônia” a toda sociedade em geral, disponível em Android e IOS em qualquer dispositivo celular móvel. Por meio dessa plataforma, o denunciante pode informar delitos mais comuns e danosos ao meio ambiente, na qual inclui envio de fotos e a localização geográfica a fim de auxiliar o trâmite no departamento de defesa. O usuário poderá acessar pelo link: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.mil.eb.guardioesdaamazonia&hl=pt_BR&gl=US

O comandante da 17ª Brigada de Porto Velho, destacou a importância da integração dos órgãos públicos e da sociedade em geral, como forma de denunciar atos ilícitos.

A ferramenta, que foi criada para contribuir na operação, teve iniciativa da 17ª Brigada de Infantaria de Selva, com a parceira de diferentes entidades públicas do setor educacional e segurança pública do Estado, como o CBM de Rondônia. “No aplicativo, também temos a capacidade de uso restrito, cuja prática permite uma equipe responsável acessar vários tipos de relatórios e gráficos acerca da realidade do meio ambiente, incluindo as denúncias dos usuários”, complementa general Jorge.

SOBRE A OPERAÇÃO

A Operação Verde Brasil 2 teve como objetivo realizar ações preventivas e repressivas contra crimes ambientais, por meio do combate ao desmatamento ilegal, além de incêndios em regiões de fronteira, terras indígenas, unidades federais de conservação ambiental e áreas pertencentes à Amazônia Legal. A ação, que é viabilizada pelo Governo Federal por intermédio do Ministério da Defesa (MD), foi iniciada em maio do ano passado com o apoio de diversos órgãos ambientais e de segurança pública, em cumprimento à legislação aplicada pelo Decreto nº 10.341, de 6 de maio de 2020, da Presidência da República, que determina o emprego das Forças Armadas em Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

O encerramento desta ação foi estabelecido para o dia 30 de abril deste ano, também por meio do Decreto Presidencial nº 10.539, de 4 de novembro de 2020. Visando dar celeridade e diversidade nos trabalhos aéreos, terrestres e fluviais, ao todo, foram empregados na operação 164 viaturas (caminhões, micro-ônibus, vans, caminhonetes, ambulâncias e entre outros) e 16 helicópteros, sendo quatros modelos que sobrevoaram por mais de 500 horas.

No ano de 2019, foi deflagrada também uma operação com o mesmo nome, em vários Estados do país com objetivo de diminuir os princípios de queimadas e grandes focos de incêndio em diversas regiões de Rondônia.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Edição 416 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Publicados

em


Dos 218.166 casos de covid-19 em Rondônia, 74.923 são de Porto Velho

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço de dados referente aos casos de covid-19 no Estado.

Nesta segunda-feira (10) foram consolidados os seguintes resultados:

Casos confirmados – 218.166
Casos ativos – 6.878 (3,15%)
Pacientes recuperados – 205.923 (94,39%)
Óbitos – 5.365 (2,46%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 363
Pacientes internados na Rede Privada – 47
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 93
Pacientes internados na Rede Filantrópica – 08
Total de pacientes internados – 511
Pacientes aguardando leitos: 0
Testes Realizados – 578.572
Aguardando resultados do Lacen – 78

* População vacinada:
1ª Dose – 213.973
2ª Dose – 101.535

Profissionais de Saúde vacinados:
1ª Dose – 47.505
2ª Dose – 31.543

Indígenas vacinados:
1ª Dose – 6.746
2ª Dose – 5.297

Idosos vacinados:
1ª Dose – 154.548
2ª Dose –63.958

Deficientes ILP:
1ª Dose – 218
2ª Dose – 21

Segurança e Salvamento:
1ª Dose – 4.509
2ª Dose – 715

Quilombolas:
1ª Dose – 447
2ª Dose – 1

* (Dados obtidos às 16h42)

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março de 2020 até hoje (10 de maio de 2021), por covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 10/05/2021
Município Casos Totais Óbitos Totais Curados Totais
Porto Velho 74.923 2.264 70.916
Ariquemes 18.789 408 17.996
Ji-Paraná 16.028 449 15.249
Cacoal 11.435 219 10.904
Vilhena 10.973 213 10.494
Jaru 6.790 154 6.549
Machadinho D’Oeste 5.686 74 5.346
Rolim de Moura 5.639 133 5.200
Guajará-Mirim 5.261 205 5.018
Pimenta Bueno 4.827 65 4.002
Buritis 4.217 62 4.128
Ouro Preto do Oeste 4.186 119 3.846
Alta Floresta D’Oeste 3.507 55 3.337
Candeias do Jamari 3.461 68 3.316
Nova Mamoré 2.970 54 2.576
Presidente Médici 2.903 62 2.737
Espigão D’Oeste 2.520 55 2.382
Cerejeiras 2.109 50 1.987
São Miguel do Guaporé 2.029 42 1.942
São Francisco do Guaporé 1.839 40 1.787
Cujubim 1.664 35 1.600
Colorado do Oeste 1.657 28 1.547
Alto Paraíso 1.633 37 1.581
Nova Brasilândia D’Oeste 1.595 25 1.490
Monte Negro 1.397 27 1.272
Alto Alegre dos Parecis 1.306 34 1.238
Itapuã do Oeste 1.284 18 1.168
Chupinguaia 1.284 16 1.237
Costa Marques 1.207 25 1.120
Seringueiras 1.176 11 1.043
Urupá 1.119 26 1.026
Campo Novo de Rondônia 1.074 22 1.036
Vale do Anari 981 17 824
Mirante da Serra 925 10 882
Alvorada D’Oeste 874 24 790
Santa Luzia D’Oeste 800 11 745
Cacaulândia 759 9 744
Nova União 750 13 718
Theobroma 692 23 650
Vale do Paraíso 687 24 618
Cabixi 647 15 626
Corumbiara 609 16 572
Governador Jorge Teixeira 572 15 536
Novo Horizonte do Oeste 537 20 493
Rio Crespo 533 9 518
Teixeirópolis 478 8 452
Ministro Andreazza 466 14 441
Pimenteiras do Oeste 397 15 381
São Felipe D’Oeste 348 8 322
Castanheiras 234 6 214
Parecis 233 7 182
Primavera de Rondônia 156 6 145
Total geral 218.166 5.365 205.923
Leia Também:  Governo Federal reconheceu o estado de calamidade pública em todo território do Estado de Rondônia

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 23 14
Ariquemes 71 2
Ji-Paraná 25 2
Cacoal 54
Vilhena 39 1
Jaru 13 1
Machadinho D’Oeste 47
Rolim de Moura 22
Guajará-Mirim 1
Pimenta Bueno 30 1
Buritis 8 1
Ouro Preto do Oeste 34 1
Alta Floresta D’Oeste 4
Candeias do Jamari
Nova Mamoré 12
Presidente Médici 9
Espigão D’Oeste -3
Cerejeiras 1
São Miguel do Guaporé 7
São Francisco do Guaporé 4
Cujubim 7 1
Colorado do Oeste 24 1
Alto Paraíso
Nova Brasilândia D’Oeste 6
Monte Negro
Alto Alegre dos Parecis 2
Itapuã do Oeste
Chupinguaia 6
Costa Marques 1
Seringueiras 5 1
Urupá 14
Campo Novo de Rondônia 2
Vale do Anari 17
Mirante da Serra 2 1
Alvorada D’Oeste 6
Santa Luzia D’Oeste 4
Cacaulândia
Nova União
Theobroma -16
Vale do Paraíso 17
Cabixi
Corumbiara -1
Governador Jorge Teixeira 8
Novo Horizonte do Oeste 3
Rio Crespo
Teixeirópolis 5
Ministro Andreazza
Pimenteiras do Oeste
São Felipe D’Oeste 9
Castanheiras 2 1
Parecis
Primavera de Rondônia
Total geral 522 30
Leia Também:  Cooperação com Universidade da Colômbia traz cursos para o IFRO

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES:

  • Nesta segunda-feira (10) foram registrados 30 óbitos por covid-19 no Estado, destes, 14 foram em Porto Velho, sendo seis mulheres (84, 75, 62, 52, 35 e 19 anos de idade) e oito homens (81, 71, 71, 68, 66, 65, 51 e 30 anos); dois homens em Ariquemes (57 e 81 anos); dois homens (75 e 54 anos) de Alto Alegre dos Parecis; uma mulher de 53 anos e um homem de 85 anos de idade em Ji-Paraná; um homem de 70 anos de Buritis; uma mulher de 71 anos de Castanheiras; uma mulher de 43 anos de Jaru; um homem de 50 anos de Mirante da Serra; um homem de 57 anos de Ouro Preto do Oeste; uma mulher de 63 anos de Pimenta Bueno; um homem de 81 anos de Vilhena; um homem de 43 anos de Seringueiras; um homem de 67 anos de Colorado do Oeste e um homem de 51 anos do município de Cujubim.

Segundo a Agevisa, os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, por meio do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Veja todos os relatórios de dados já publicados sobre a covid-19 em Rondônia, clicando no link http://bit.ly/2EzHtco

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios e são dinâmicos.
Para dados atualizados em tempo real, acesse: https://covid19.sesau.ro.gov.br/Home/Vacina

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA