PORTO VELHO

Rondônia

Painel digital interativo vai ser disponibilizado para pesquisa de dados estatísticos sobre o Estado na Rondônia Rural Show, em Ji-Paraná

Rondônia

Página inicial é a mesma do Portal do Observatório e o usuário deve utilizar a tela sensível ao toque para selecionar menu desejado

Quais produtos agrícolas são destaque na produção em Rondônia?; Quais os principais produtos importados por setor do Estado?; Qual o perfil de investimento de cada município?”. As respostas para estas e outras perguntas relacionadas a diversas áreas em Rondônia, podem ser obtidas no Portal do Observatório do Desenvolvimento Regional disponível no site http://observatorio.sepog.ro.gov.br/panorama e que estará com o acesso ampliado em um painel interativo durante a 9ª edição da Rondônia Rural Show Internacional, realizada em Ji-Paraná, de 23 a 28 deste mês.

Aba panorama traz diversas informações sobre o Estado

O totem interativo com a ferramenta touch screen (tela sensível ao toque) estará localizado no espaço da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão – Sepog, órgão responsável pela consolidação dos dados oriundos de diversas instituições oficiais de pesquisa. O objetivo será fornecer informações instantâneas aos mais diversos tipos de públicos, presentes na feira e também ampliar a utilização da plataforma no dia-a-dia pela população.

Leia Também:  São Francisco do Guaporé terá geração de Energia Solar em 2020

“As informações podem ser utilizadas por estudantes para subsidiar pesquisas, gestores para auxiliar na tomada de decisões, empresários para diagnosticar cenários de investimentos, técnicos para elaboração de projetos, jornalistas para produção de textos, enfim, a plataforma atende aos mais diversos tipos de público”, destacou a secretária da Sepog, Beatriz Mendes.

Apesar da utilização do painel ser intuitivo, conduzindo o usuário para os próximos passos conforme a pesquisa que deseja realizar, a equipe da Sepog estará presente para orientar o manuseio e tirar as eventuais dúvidas sobre a utilização da plataforma no local.

Menu painéis do Portal do Observatório

O técnico do Observatório do Desenvolvimento Regional, Caio Rennê, explica que a página inicial do totem é a mesma do Portal do Observatório e que para iniciar a busca por informações o usuário deve utilizar a tela para selecionar o menu que for do seu interesse.

DADOS ESTATÍSTICOS

Entre as opções disponíveis aos usuários na página inicial está o ‘Panorama’, que possibilita a busca por informações relacionadas a questões sociais, demográfica, educação, economia, agropecuária e infraestrutura.

Leia Também:  Quinta-feira com chuvas, que podem ser intensas em Rondônia

Já no menu ‘Painéis’, o usuário vai encontrar informações sobre acidentes de trânsito, orçamento público, segurança pública, empresas e negócios, licitações, além de um painel integrado com uma análise criminal.

Dados sobre o perfil do Estado e dos municípios; Estudos sobre os dados produzidos; publicações gerais de dados; entre outras guias, também fazem parte das opções da página inicial do Portal do Observatório. “É válido reiterar que o painel disponibilizado durante a feira é uma alternativa para ampliar a divulgação do acesso ao portal, que fornece dados atualizados e trabalhados de forma adequada gerando informações relevantes e gerenciais aos usuários que as necessitem”, destacou a secretaria.

OBSERVATÓRIO

Dados gerais dos municípios ficam na página inicial do Portal do Observatório

O Portal do Observatório foi lançado em Rondônia em 2016 e  é uma multiplataforma georreferenciada destinada a receber, relacionar, organizar e distribuir dados geográficos e literais em ambiente único de modo a possibilitar a pesquisa, recuperação de informações e edição de dados.

A base para este trabalho está nos requisitos e funcionalidades preestabelecidas na ferramenta corporativa de monitoramento e gestão do Observatório. Entre suas funções também está oferecer suporte às decisões do Governo do Estado.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

82,3% das viagens dos rondonienses foram por motivos pessoais

Publicados

em

O suplemento de Turismo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) mostra que, em 2021, das 68 mil viagens feitas por rondonienses, 82,3% foram por motivos pessoais e 17,7% por motivos profissionais. Os percentuais são semelhantes aos apresentados em 2019: 80,5% por motivos pessoais e 19,5% por motivos profissionais.Por local de hospedagem, a casa de amigo ou parente foi a principal instalação, representando 45,9% das viagens ocorridas em 2021. Em todo o Brasil, a casa de amigo ou parente também foi a principal acomodação, sendo 42,9% de todas as viagens.A pesquisa aponta também que, das viagens realizadas pelos rondonienses por motivo pessoal, 23 mil (42,1%) foram para visita ou eventos de familiares e amigos, 17 mil (30,3%) para tratamento de saúde ou consulta médica, dez mil (18,1%) para lazer e cinco mil (9,4%) tiveram outros motivos.Ao comparar as informações da pesquisa nos anos de 2019 e 2021, percebe-se que as viagens com carro particular ou da empresa passaram a corresponder a mais da metade dos veículos utilizados. Em 2019, as viagens com carro particular ou de empresa representaram 36% do total. Já em 2021, este percentual foi de 56,8%.Em relação ao número de domicílios em que houve viagem, a PNAD Contínua aponta que, no ano de 2019, ocorreram viagens em 17,4% dos domicílios rondonienses enquanto que, em 2021, este índice foi de 9,3%.Nos domicílios em que nenhum morador viajou em 2021, foi questionado sobre o motivo, sendo que os mais recorrentes foram: não ter necessidade (29,1%), não ter dinheiro (19,7%) e não ser prioridade (19,3%). Estes índices foram diferentes dos indicados em 2019: em 43,5% dos domicílios que nenhum morador viajou o motivo foi por não ter dinheiro; 17,5% não ter tempo e 17,5% não ter necessidade. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA