PORTO VELHO

Rondônia

Polícia Técnico-Científica de Rondônia é destaque nacional em coleta de perfis genéticos

Rondônia


A Politec tem adquirido equipamentos e buscando projetos para melhorias na estrutura física

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (Politec), subordinada à Secretaria de Estado Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) tem atuado de forma intensiva nas operações policiais, sendo responsável pela perícia oficial criminal no Estado, no âmbito das investigações. Entre muitas ações realizadas, uma em destaque posicionou Rondônia no 4º lugar, no cenário nacional em coleta de perfis genéticos no projeto de coleta de amostras biológicas de familiares com pessoas desaparecidas.

Um trabalho em evidência, por meio do acordo de Cooperação Técnica com o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) para atuar com um sistema que permite o compartilhamento de informações na apuração de crimes e identificar desaparecidos, pela adesão à Rede Integrada de Bancos de Perfis Genéticos (Ribpg).

De acordo com o diretor-geral da Politec, Domingos Sávio, o sistema permite o compartilhamento de perfis genéticos (perfis de DNA) em todo o território nacional e que por intermédio das ações desenvolvidas pelo Instituto DNA Criminal, subordinado à Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), as metas estabelecidas pelo MJSP para o Estado até 31 de março deste ano foram alcançadas com sucesso.

HISTÓRICO

Domingos Sávio explica que há seis anos, por determinações de órgãos da Justiça, a Superintendência se desvinculou da estrutura da Polícia Civil, sendo o 19º Estado a aderir a  mudança.

Objetivo da Politec dentro da percepção penal é a preocupação com a elucidação

A instituição, criada pela Lei Estadual nº 828/2015 é responsável pela coleta, processamento e análise dos vestígios em uma possível cena de crime, ou de um crime propriamente dito. Atualmente, a Politec conta com 90 peritos atuantes no Estado, nas fronteiras com a Bolívia e divisas entre os estados do Amazonas, Mato Grosso e Acre.

Leia Também:  Acadêmicos de toda a capital participam de oficinas na Semana Acadêmica da Faculdade Porto FGV

“Com o apoio do governador Marcos Rocha, estamos trazendo a Polícia Técnico-Científica de Rondônia para a busca da qualidade da prova pericial. Com os investimentos que têm sido feitos, a Politec tem adquirido equipamentos, buscando projetos para melhorias na estrutura física, criação do quadro de pessoas, por meio da promoção de concursos, visando o aumento do nosso efetivo e política de insumos. Estes são alguns dos principais pilares da nossa atual gestão”, disse Domingos Sávio.

O efetivo de profissionais envolvidos é organizado em diferentes setores, fundamentais no processo das operações policiais, como: Direção Adjunta, Corregedoria, Gerência Administrativa e Financeira (GAF), que possui dois núcleos, sendo um de Finanças e outro de Recursos Humanos, Instituto Criminalista (IC), Instituto Laboratorial Criminal (ILC), Instituto de DNA Criminal (Idnac), Coordenadoria Regional de Criminalística (Ccrim), Conselho Superior de Gestão da Polícia Técnico-Científica (Consugespol) e, em fase de implantação, o Instituto de Central de Custódia de Vestígios.

Metas estabelecidas pelo MJSP para RO, quanto ao compartilhamento de perfis genéticos, foram alcançadas

COMPROMISSO COM A SOCIEDADE

A finalidade maior da Politec, dentro da percepção penal, conforme destacado por Domingos Sávio, é a preocupação com a elucidação da verdade, produzindo as provas técnicas que, consequentemente vão subsidiar a Justiça a fazer o devido julgamento. Para ele, esse trabalho tem proporcionado uma oportunidade da perícia agir diretamente com ações sociais.

Um exemplo disso foi a coleta de amostras biológicas de familiares com pessoas desaparecidas, ocorrida em junho. “Por ano, no Brasil, os registros apontam o desaparecimento de 80 mil pessoas. Em Rondônia, são mais de duas mil pessoas neste cenário. E temos ferramentas que ajudam a dar nomes, a fazer esse reconhecimento de busca dessas pessoas, pelo DNA. Esse registro está contido também no Banco Nacional de Perfis Genéticos. A atividade não parou e nem vai parar, para que possamos dar uma resposta direta a essas famílias que sofrem”, pontuou Domingos Sávio.

Leia Também:  Antigo seringal e projeto do Incra, Machadinho D’Oeste completa 35 anos nesta quinta-feira,13

A campanha nacional, intitulada “Desaparecidos” trouxe uma participação expressiva em Rondônia. Para se ter uma ideia, em 2020, só nos presídios de Rondônia, foram realizados 1804 exames de DNA em amostras biológicas coletadas para alimentar o Banco Nacional de Perfis Genéticos, conforme prevê na Lei nº. 12.654/2012. A proposta é, estimular o cidadão que tenha um familiar desaparecido a ir até à Polícia Técnica, realizar o procedimento de coleta de sangue para deixar armazenado, com toda a segurança necessária, com intuito de facilitar a identificação em casos específicos e o banco estará com esses dados para serem comparados.

Em todo o Estado, a Politec está com nove pontos de coleta: Porto Velho, Ariquemes, Jaru, Ji-Paraná, Cacoal, Vilhena, Rolim de Moura, São Miguel do Guaporé e Guajará- Mirim. As famílias que se encontram nesta situação podem ir ao ponto de coleta da Politec.

A Politec também atua em diferentes âmbitos, entre eles: crimes contra a vida, contra o patrimônio, contra a saúde pública, contra o meio ambiente, local de incêndio, explosões, desabamento, desmoronamentos, acidente de trabalho e acidentes de trânsito.

FORTALECIMENTO

O diretor-geral da Politec, esclarece que o Governo de Rondônia tem buscado fortalecer, estrategicamente, o órgão na busca de melhores resultados para a sociedade, visando a promoção da Justiça no Estado. A busca por esse fortalecimento pode ser ratificada por meio da Lei Complementar 1086/2021, reestruturando a Politec com qualidade e, consequentemente, gerando uma resposta satisfatória, que é uma garantia constitucional.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Edição 546 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Publicados

em


Dos 264.810 casos de covid-19 confirmados em Rondônia, 86.283 são de Porto Velho

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço de dados referente aos casos de covid-19 no Estado.

Neste sábado (18), foram consolidados os seguintes resultados:

Casos confirmados – 264.810  (100%)
Casos ativos – 790 (0,30%)
Pacientes recuperados – 257.658 (97,30%)
Óbitos – 6.511 (2,46%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 49
Pacientes internados na Rede Privada – 03
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 18
Pacientes internados na Rede Filantrópica – 00
Total de pacientes internados – 70
Pacientes aguardando leitos: 0
Testes Realizados – 1.025.205
Aguardando resultados do Lacen – 192

* População vacinada:
1ª Dose – 1.099.605
2ª Dose – 510.586

  • Total de doses aplicadas: 1.610.191

Vacinas recebidas: 1.815.968

* CoronaVac: 606.558

* AstraZeneca: 679.150

* Pfizer: 494.910

*Janssen: 35.350

Fonte: Painel de Vacinas: 12h30

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março de 2020 até hoje (18 de setembro de 2021), por covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 18/09/2021
Município Casos Totais Óbitos Totais Curados Totais
Porto Velho 86.283 2.508 83.687
Ariquemes 22.631 497 22.120
Ji-Paraná 20.217 603 19.579
Cacoal 14.749 303 14.401
Vilhena 14.655 269 14.338
Jaru 7.987 184 7.771
Rolim de Moura 7.169 170 6.958
Machadinho D’Oeste 6.919 114 6.779
Pimenta Bueno 6.830 118 6.609
Guajará-Mirim 5.435 223 5.211
Buritis 5.064 77 4.982
Ouro Preto do Oeste 4.766 147 4.607
Alta Floresta D’Oeste 4.075 66 4.001
Candeias do Jamari 3.983 78 3.903
Presidente Médici 3.695 85 3.605
Espigão D’Oeste 3.674 76 3.592
Nova Mamoré 3.604 82 3.511
Cerejeiras 2.559 62 2.484
São Francisco do Guaporé 2.544 47 2.493
São Miguel do Guaporé 2.522 51 2.469
Colorado do Oeste 2.377 45 2.326
Nova Brasilândia D’Oeste 2.295 34 2.250
Cujubim 2.031 41 1.990
Costa Marques 1.990 37 1.946
Alto Paraíso 1.883 50 1.831
Monte Negro 1.843 34 1.809
Chupinguaia 1.587 25 1.549
Alto Alegre dos Parecis 1.490 45 1.442
Seringueiras 1.495 21 1.459
Itapuã do Oeste 1.409 18 1.386
Urupá 1.284 32 1.246
Campo Novo de Rondônia 1.265 23 1.242
Vale do Anari 1.224 25 1.187
Alvorada D’Oeste 1.162 29 1.133
Mirante da Serra 1.066 13 1.032
Santa Luzia D’Oeste 995 21 974
Cacaulândia 934 15 910
Cabixi 911 21 886
Nova União 858 15 843
Corumbiara 849 22 826
Theobroma 848 26 822
Vale do Paraíso 852 26 816
Novo Horizonte do Oeste 676 22 654
Governador Jorge Teixeira 624 22 595
Rio Crespo 615 13 602
Teixeirópolis 533 9 523
São Felipe D’Oeste 513 12 501
Ministro Andreazza 507 14 492
Pimenteiras do Oeste 441 15 426
Parecis 387 11 372
Castanheiras 275 8 266
Primavera de Rondônia 230 7 222
Total geral 264.810 6.511 257.658
Leia Também:  Agevisa apresenta experiências de implantação do Registro de Câncer de Base Populacional no Tocantins
Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para covid-19:
ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 20
Ariquemes
Ji-Paraná 5
Cacoal 1
Vilhena 2
Jaru
Rolim de Moura 2
Machadinho D’Oeste -1
Pimenta Bueno
Guajará-Mirim
Buritis
Ouro Preto do Oeste
Alta Floresta D’Oeste 1
Candeias do Jamari
Presidente Médici 1
Espigão D’Oeste
Nova Mamoré 2
Cerejeiras
São Francisco do Guaporé
São Miguel do Guaporé
Colorado do Oeste
Nova Brasilândia D’Oeste
Cujubim
Costa Marques 1
Alto Paraíso
Monte Negro
Chupinguaia
Alto Alegre dos Parecis
Seringueiras
Itapuã do Oeste
Urupá
Campo Novo de Rondônia
Vale do Anari
Alvorada D’Oeste
Mirante da Serra
Santa Luzia D’Oeste
Cacaulândia
Cabixi
Nova União
Corumbiara 3
Theobroma 1
Vale do Paraíso 1
Novo Horizonte do Oeste
Governador Jorge Teixeira 1
Rio Crespo
Teixeirópolis
São Felipe D’Oeste
Ministro Andreazza
Pimenteiras do Oeste
Parecis
Castanheiras
Primavera de Rondônia
Total geral 40

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES:

  • Nas últimas 24 horas, não foi registrado nenhum óbitos por covid-19 em Rondônia.
Leia Também:  Lideranças sindicais participam da campanha Rondônia tem pressa - Vacinação já

Segundo a Agevisa, os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, por meio do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Veja todos os relatórios de dados já publicados sobre a covid-19 em Rondônia, clicando no link http://bit.ly/2EzHtco

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios e são dinâmicos.
Para dados atualizados em tempo real, acesse: https://covid19.sesau.ro.gov.br/Home/Vacina

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA