PORTO VELHO

Rondônia

Rondônia ocupa o 1º lugar na produção de estanho novamente; 11,4 mil toneladas renderam royalties de R$ 16 milhões

Rondônia

 

Bom Futuro, a maior mina a céu aberto do mundo, é fonte do minério de estanho

 

Rondônia se mantém na 1ª posição entre os produtores brasileiros do minério de estanho (cassiterita), com 11,4 mil toneladas bruta com teor de pureza de 74,58%. Em 2020, o minério proporcionou o faturamento de R$ 360,5 milhões, 15,84% a mais do que no ano anterior, quando alcançou R$ 311,2 milhões.

O Amazonas está em 2º com 5,94 mil t com teor de 48% vendidas a R$ 345,8 mil. A produção nacional chegou a 22,24 mil t. Abaixo de Rondônia e do Amazonas vêm o Pará (3,88 mil t), Minas Gerais (527,7 t) e Mato Grosso (480,4 t).

Os dados constam no Anuário Mineral Brasileiro (Principais substâncias metálicas) 2020, ano base 2019, editado pela Agência Nacional de Mineração, ex-Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Segundo informou  o titular  da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), Luís Fernando Pereira da Silva, a arrecadação a título de Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) recebida em 2020 pelo Estado de Rondônia totalizou R$ 16,3 milhões.

“Os valores correspondem a uma alta de 52,92% com relação ao ano anterior”, disse o secretário.

Segundo ele, a CFEM é também conhecida por royalty da mineração. “É o preço público que a União cobra das empresas que exploram a atividade minerária”, assinalou.

Produção de cassiterita explorada por empresas dão a Rondônia o 1º lugar na classificação nacional

Informações do banco de dados da Sefin sustentam que a comercialização de minérios em Rondônia passou de R$ 641,3 milhões em 2019 para R$ 867 milhões em 2020, “mesmo sob a atipicidade decorrente da pandemia”. Além do aumento no repasse dos royalties, houve também aumento de arrecadação de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) das empresas que compõem o setor, aumentando de R$ 15,9 milhões em 2019 para R$ 22,5 milhões em 2020.

METÁLICOS SÃO 80% DO VALOR DA PRODUÇÃO BRASILEIRA

Em 2019, as substâncias da classe dos metálicos responderam por cerca de 80% do valor total da produção mineral brasileira. Dentre essas substâncias, 11 destacam-se por corresponderem a 99,7% do valor da produção da referida classe, quais sejam: alumínio, cobre, cromo, estanho, ferro, manganês, nióbio, níquel, ouro, vanádio e zinco.

Leia Também:  Programa ‘‘Prato Fácil’’ do Governo de Rondônia credencia restaurantes a fornecer refeições ao custo de R$ 2 para a população

O valor da produção dessas 11 substâncias totalizou R$ 129 bilhões, com destaque para a expressiva participação do ferro nesse montante, cuja produção é concentrada, principalmente, nos estados do Pará e Minas Gerais.

A descoberta de riquezas minerais do subsolo rondoniense vêm do século passado.

OUTORGAS E PERMISSÕES 

Segundo o Anuário, a Mineração Taboca S/A no Amazonas tem participação de 46,82% na produção estanífera, enquanto a Cooperativa dos Produtores de Estanho do Brasil (em Rondônia e no Pará), 15,97%. Ainda em Rondônia atuam nesse setor a Cooperativa dos Garimpeiros de Santa Cruz Ltda. (7,98%), Cooperativa Estanífera de Mineradores da Amazônia Legal Ltda (6,29%) e Estanho de Rondônia S/A (4,98%).

O Estado teve 72 outorgas de pesquisa, duas concessões de lavra e 28 permissões de lavra garimpeira, caracterizando uma situação totalmente diferente daquela dos anos 1960 e 1970, quando a Província Estanífera de Rondônia era dominada por grupos multinacionais.

Rondônia teve participação de 0,38% da produção mineral comercializada em 2019, obtendo R$ 486,5 milhões, superando o Amazonas, que conseguiu R$ 425,1 milhões, mas perde para o Amapá, que explora ferro e manganês, que movimentou R$ 778,1 milhões, 0,60% da participação nacional. Uma vez mais, o Pará, com alumínio, estanho, ferro, manganês e ouro, bate recorde, com R$ 63,5 bilhões, perfazendo 49,29% da produção nacional.

Leia Também:  Senado adia votação de projeto que altera financiamento de campanhas eleitorais em 2018

As reservas de estanho em Rondônia situam-se nos municípios de Ariquemes, Campo Novo, Itapuã do Oeste e Machadinho D’Oeste. Apenas quatro empresas movimentam o setor, consta no relatório.

NIÓBIO E MANGANÊS

Outro dado importante no relatório diz respeito ao nióbio, mineral estratégico explorado nos estados do Amazonas, Goiás e Minas Gerais. Vez ou outra Rondônia aparece como “detentor de grande reserva”, mas ainda não há confirmação geológica da sua exata localização.

Já o manganês também põe Rondônia à frente de outros estados: a produção alcançou 29,8 mil t, superando Mato Grosso (28,5 mil) e Goiás (24,7 mil). Mas o Pará segue liderando, com 4,3 milhões de t, seguido de Minas Gerais (548 mil) e Mato Grosso do Sul (494,6 mil).

E a columbita tantalita, com 1,94 mil t e teor de 58,33%, foi comercializada a R$ 11,2 milhões, conforme ainda o Anuário Mineral Brasileiro.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Edição 495 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Publicados

em


Dos 257.250 casos confirmados em Rondônia, 84.818 são de Porto Velho

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço de dados referente aos casos de covid-19 no Estado.

Nesta quarta-feira (28) foram consolidados os seguintes resultados:

Casos confirmados – 257.250
Casos ativos – 2.873 (1,12%)
Pacientes recuperados – 248.022 (96,41%)
Óbitos – 6.355 (2,47%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 152
Pacientes internados na Rede Privada –22
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde –44
Pacientes internados na Rede Filantrópica –02
Total de pacientes internados – 220
Pacientes aguardando leitos: 0
Testes Realizados – 673.781
Aguardando resultados do Lacen – 11

* População vacinada:
1ª Dose – 698.634
2ª Dose – 241.967

  • Total de doses aplicadas:   940.601

Vacinas recebidas:  1.103.288

* CoronaVac: 389.308

* AstraZeneca: 540.250

* Pfizer:139.230

*Janssen: 34.500

(Dados obtidos às 16h30 )

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março de 2020 até hoje (26 de julho de 2021), por covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 28/07/2021
Município Casos Totais Óbitos Totais Curados Totais
Porto Velho 84.818 2.482 81.628
Ariquemes 22.242 481 21.660
Ji-Paraná 19.151 571 18.425
Cacoal 14.147 296 13.780
Vilhena 13.847 262 13.514
Jaru 7.754 175 7.499
Rolim de Moura 6.852 168 6.556
Machadinho D’Oeste 6.842 113 6.648
Pimenta Bueno 6.485 114 6.214
Guajará-Mirim 5.403 223 5.169
Buritis 4.868 75 4.672
Ouro Preto do Oeste 4.594 142 4.424
Alta Floresta D’Oeste 4.001 65 3.882
Candeias do Jamari 3.931 77 3.805
Presidente Médici 3.611 83 3.519
Nova Mamoré 3.537 79 3.384
Espigão D’Oeste 3.500 71 3.362
Cerejeiras 2.476 61 2.399
São Miguel do Guaporé 2.459 50 2.356
São Francisco do Guaporé 2.459 47 2.354
Colorado do Oeste 2.293 40 2.232
Nova Brasilândia D’Oeste 2.149 32 1.880
Cujubim 1.960 41 1.905
Costa Marques 1.936 36 1.829
Alto Paraíso 1.842 48 1.781
Monte Negro 1.747 32 1.701
Chupinguaia 1.527 23 1.461
Seringueiras 1.452 20 1.396
Alto Alegre dos Parecis 1.449 44 1.402
Itapuã do Oeste 1.401 18 1.364
Urupá 1.272 32 1.220
Campo Novo de Rondônia 1.219 23 1.150
Vale do Anari 1.179 23 1.144
Alvorada D’Oeste 1.139 29 1.088
Mirante da Serra 1.043 12 1.007
Santa Luzia D’Oeste 985 17 909
Cacaulândia 875 12 847
Cabixi 849 20 804
Nova União 836 15 820
Theobroma 827 25 789
Corumbiara 802 20 779
Vale do Paraíso 787 26 756
Novo Horizonte do Oeste 659 22 634
Governador Jorge Teixeira 617 22 591
Rio Crespo 602 13 585
Teixeirópolis 526 9 517
Ministro Andreazza 507 14 486
São Felipe D’Oeste 506 12 487
Pimenteiras do Oeste 435 15 420
Parecis 387 11 359
Castanheiras 268 7 258
Primavera de Rondônia 197 7 171
Total geral 257.250 6.355 248.022
Leia Também:  URGENTE- STF MANDA SOLTAR PAIS QUE ESTEJAM PRESOS PREVENTIVAMENTE E QUE TENHAM FILHOS MENORES DE DOZE ANOS

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho -61 -3
Ariquemes 27
Ji-Paraná 30 3
Cacoal 2 2
Vilhena 10
Jaru 14 1
Rolim de Moura 14 3
Machadinho D’Oeste 3
Pimenta Bueno 19 1
Guajará-Mirim
Buritis 10
Ouro Preto do Oeste 8
Alta Floresta D’Oeste 8
Candeias do Jamari
Presidente Médici 2
Nova Mamoré -1
Espigão D’Oeste 19
Cerejeiras 3
São Miguel do Guaporé 8
São Francisco do Guaporé 15 1
Colorado do Oeste
Nova Brasilândia D’Oeste 3
Cujubim 3
Costa Marques 14
Alto Paraíso 3
Monte Negro 1
Chupinguaia 5
Seringueiras 5
Alto Alegre dos Parecis
Itapuã do Oeste
Urupá
Campo Novo de Rondônia
Vale do Anari
Alvorada D’Oeste
Mirante da Serra
Santa Luzia D’Oeste 1
Cacaulândia 11
Cabixi 6
Nova União 1
Theobroma 2
Corumbiara 1
Vale do Paraíso 3 1
Novo Horizonte do Oeste
Governador Jorge Teixeira
Rio Crespo 5
Teixeirópolis
Ministro Andreazza
São Felipe D’Oeste 2
Pimenteiras do Oeste
Parecis
Castanheiras
Primavera de Rondônia 2
Total geral 197 10

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES:

  • Nas últimas 24 horas foram registrados 13 óbitos por covid-19 em Rondônia, sendo três em Ji-Paraná, uma mulher de 64 anos e dois homens de 49 e 63 anos; três em Rolim de Moura, uma mulher de 81 anos e dois homens de 40 e 63 anos; dois em Cacoal, de homens de 39 e 41 anos; uma mulher de 70 anos em Corumbiara; uma mulher de 85 anos em Jaru; um homem de 63 anos em Pimenta Bueno; um homem de 32 anos em São Francisco e um homem de 51 anos em Vale do Paraíso.
  • Após investigação epidemiológica, a Vigilância Municipal de Porto Velho retirou do sistema  61 casos que foram constatados  que não são de covid-19, bem como retirou outros 3 casos registrados de óbitos, mas que  ainda estão em  investigação.
  • Após investigação epidemiológica, foi retirado um caso notificado em Nova Mamoré, pois foi constatado não ser de covid-19.
Leia Também:  Após gasolina atingir recorde, Petrobras sobe preço mais uma vez

Segundo a Agevisa, os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, por meio do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Veja todos os relatórios de dados já publicados sobre a covid-19 em Rondônia, clicando no link http://bit.ly/2EzHtco

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios e são dinâmicos.
Para dados atualizados em tempo real, acesse: https://covid19.sesau.ro.gov.br/Home/Vacina

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA