PORTO VELHO

Rondônia

Sedam realiza mutirão de conscientização e limpeza na Feira do Cai N’Água, em Porto Velho

Rondônia


Durante a ação, foram entregues cerca de 300 sacos plásticos para ajudar na coleta de resíduos do espaço

Com o objetivo de conscientizar sobre práticas de higienização e atitudes sustentáveis à comunidade, foi realizado na manhã deste domingo (6) o primeiro mutirão de limpeza na Feira do Cai N’Água, em Porto Velho. A ação, que foi bem recebida e elogiada por diversos feirantes e frequentadores do local, compõem as atividades relacionadas à Semana do Meio Ambiente, do Governo de Rondônia.

Como parte principal do trabalho, cerca de 300 sacos plásticos, de 100 litros, foram distribuídos aos responsáveis ​​dos pontos de vendas a fim de armazenarem os resíduos descartados ao final do expediente da feira. Além de receberem das equipes do mutirão, os comerciantes também receberam orientações e ideias práticas para agilizar o acondicionamento do material.

Atitudes como esta, favorecem a manutenção de um ambiente ecologicamente limpo e mais acolhedor para quem visita o espaço, contribuindo principalmente com as medidas sanitárias necessárias durante o período de pandemia do novo coronavírus.

Prestigiando o evento, o secretário-adjunto de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Demargli da Costa Farias, destacou sua importância em prol do bem estar da sociedade: “sabemos que este local é muito visitado aos domingos pelos moradores da capital rondoniense, por isso, é necessário mantê-lo sempre limpo e longe do acúmulo excessivo de lixo. A Semana do Meio Ambiente abarca justamente esse pensamento social, que estamos aqui para enfatizar e divulgar”.

Costa Farias reforçou ainda que a própria comunidade é protagonista na busca pela resolução dos problemas ambientais, exigindo inteiramente a sua participação neste processo. Toda a ação esteve sob o comando da Sedam, por intermédio da Coordenadoria Estadual de Educação Ambiental (Ceam), em parceria com o Corpo de Bombeiros Militar (CBM), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e demais entidades.

Leia Também:  Festival de Praia de Jaci-Paraná é lançado na Prefeitura da Capital

APOIADORES

O senhor Wilson Sales é feirante há 15 anos no Cai N’Água

O produtor rural e feirante Wilson Sales da Silva, agradeceu o trabalho realizado no mutirão, dizendo que a iniciativa estimula outros membros da feira a aderirem as orientações repassadas pelos órgãos públicos. Há 15 anos atuando no Cai N’Água, ele comercializa bananas que são extraídas do próprio sítio, localizado na zona rural de Porto Velho. “Quanto mais a população abraçar esta causa, melhor será para a saúde e segurança nossa e dos nossos clientes”, acrescenta.

A também feirante Ana Maria, que vende frutas nativas da Amazônia há mais de 10 anos no espaço, diz que a ação vai estimular pessoas que não costumam ter hábitos sustentáveis ​​de limpeza, o que gera conforto aos visitantes. “Sou produtora rural na região do Baixo Madeira, e tenho comigo a certeza de que armazenar o lixo nos lugares certos, evitando o aparecimento de pragas (ratos ou baratas) faz toda a diferença”, enfatiza.

Na mesma linha de pensamento, a comerciante Lucicléia da Costa França destaca que a limpeza é um hábito já praticado por ela desde a chegada ao ponto de venda até o término do serviço. “Com o recebimento da sacola plástica, me senti convidada a fazer parte desta missão de ajudar a preservar o meio ambiente. Afinal, gosto muito de tudo limpo, e tenho adotado esta limpeza no meu estande de vendas”, explica.

Ao longo da manhã, foram entregues a cada integrante da Feira do Cai N’Água, sacos plásticos com capacidade para armazenar 100 litros de resíduos. A orientação é que o responsável acondicione o material descartado, dentro da embalagem, para que ao final do expediente, um órgão específico possa recolhê-lo. Existem também alguns containers instalados na parte externa do galpão onde é realizada a feira livre, o que auxilia no bom hábito.

Leia Também:  Processo Seletivo Especial do IFRO: divulgado resultado final

TRADIÇÃO

A Feira Livre do Cai N’Água acontece tradicionalmente aos domingos, durante o turno da manhã e tarde, em um barracão localizado na Avenida Rogério Weber, no bairro Baixa União, região Central de Porto Velho. No espaço são vendidos alimentos, frutas, artigos regionais e entre outros produtos naturais tipicamente amazônicos.

De acordo com a coordenadora Estadual de Educação Ambiental (Ceam), Maricélia Cantanhêde, este é o primeiro mutirão do Poder Executivo em conjunto com o município nas instalações da feira. “Estamos muito gratos com a recepção oferecida pelos feirantes, que também sugeriram novas práticas sustentáveis ​​nas trocas de experiências. Vale ressaltar que a ação é a primeira de muitas que vamos fazer. Os envolvidos no mutirão são pessoas já vacinadas ou que não fazem parte do grupo de risco, o que garante a saúde de todos”, destaca.

PRÓXIMAS AÇÕES

A Semana do Meio Ambiente terá continuidade, reunindo outras atividades que visam à conscientização do ser humano em relação à preservação dos recursos naturais do planeta. Integrando toda a comunidade, essas ações podem ser acompanhadas remotamente de acordo com dia e horário abaixo:

07/06, 18h às 22h – Minicurso de Formação de Educadores Ambientais; Interessados podem fazer inscrição por meio do link, e acessar plataforma digital disponibilizada;

08/06, 8 às 12h – Oficina sobre as atualizações de “Mudanças Climáticas do Estado”. Os interessados em participar das práticas terão que fazer inscrição pelo link, acessando as oficinas por meio da plataforma disponibilizada.

30/06, às 19h30 – Premiações do “1º Concurso de Desenho Infantil”, a ser realizado no Porto Velho Shopping, em Porto Velho.

Até o dia 30 de junho ocorre o período de inscrição e recebimento dos desenhos. Os interessados podem ter acesso, na íntegra, ao regulamento do concurso solicitando no e-mail: [email protected]

Quanto à efetuação da inscrição e para saber mais informações, o interessado deve acessar: https://forms.gle/DDKhsNgHd4r7vJ3HA, logado em uma conta de e-mail.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Palestra sobre efeitos e riscos das drogas entre jovens alcança duas mil visualizações em live da Seduc

Publicados

em


Um dos destaques mencionados na palestra pelo juiz foi em relação ao comportamento indicativo do uso de droga

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com o Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas (Conepod) trouxe um assunto de relevância para o público jovem: do uso do álcool às drogas sintéticas, efeitos e riscos do consumo, através de uma live transmitida na manhã desta quarta-feira (23), pelo canal da Medicação Tecnológica e ministrada pelo juiz de Direito da Comarca de Porto Velho, Flávio Henrique de Melo.

A palestra foi mediada pela professora Edna Carla Neves do Amaral Batista e contou com a participação de estudantes e a sociedade em geral de diferentes municípios do Estado, a exemplo de Rolim de Moura, Ji-Paraná, Espigão Do Oeste, Ouro Preto do Oeste, Cacoal, Mirante da Serra, Pimenta Bueno, entre outros. A live obteve resultados positivos, uma vez que chegou ao alcance de mais de duas mil visualizações pelo canal da Mediação Tecnológica.

A ação faz parte da programação alusiva à Semana Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, com o propósito de conscientizar estudantes, familiares e comunidade em geral sobre a prevenção do uso indevido de drogas. A live também abrangeu o uso e o tráfico, além da vulnerabilidade da adolescência e suas consequências quanto ao consumo, efeitos de curto e longo prazo, riscos e consequências para a saúde física e mental dos adolescentes.

Leia Também:  Festival de Praia de Jaci-Paraná é lançado na Prefeitura da Capital

A articulação e mobilização com os municípios e escolas de Rondônia vêm ao encontro das diretrizes da Lei Estadual nº 2.148 de 03 de setembro de 2009 que institui o Dia Estadual de Conscientização e Combate às Drogas na Escola e ao Decreto Estadual nº 17.361 de 05 de dezembro de 2012, que instituiu a criação do Comitê Permanente de Observação e Orientação aos Projetos de Prevenção às Drogas nas Escolas para desenvolverem atividades voltadas ao tema.

A chefe do Núcleo de Saúde Escolar da Seduc, Vitória Régia Mustafá, explicou que o Governo de Rondônia está intensificando ações de enfrentamento ao uso indevido de drogas e para isso, elaborou a programação da Semana de Prevenção às Drogas, iniciado no último dia 21. Dentro das ações planejadas pelo Conselho, cada dia há uma atividade diferenciada, a exemplo da live ocorrida nesta quarta-feira. Essa temática já é desenvolvida pelas escolas do Estado e a programação da semana nacional vem para fortalecer essa conscientização e ações de prevenção.

“As drogas continuam sendo um problema que atinge toda a sociedade e não podemos ignorar a vulnerabilidade da juventude em relação a isso. A Seduc procura tratar essa temática com seriedade, buscando transmitir esclarecimentos para que a comunidade escolar possa ter acesso a essas informações no intuito de tentar diminuir os índices alarmantes de problemas relacionados às drogas. A Seduc parabeniza e apoia a iniciativa do Conselho de Políticas Públicas Sobre Drogas pela realização dessa programação, visando melhorar esse cenário, ainda muito preocupante e presente na sociedade”, enfatizou Vitória.

Leia Também:  Governo abre processo seletivo para preenchimento de vaga na Seas; Inscrições iniciaram nesta segunda-feira, 26

TRABALHO SOCIAL

Para o ministrante, juiz Flávio Henrique de Melo, o propósito maior da palestra é trazer algumas reflexões e despertamento para a sociedade. “Não há mais como combater às drogas sem fazer um trabalho social junto à família, de conscientização quanto ao assunto e com isso, formamos multiplicadores do bem”, declarou.

Um dos destaques mencionados na palestra pelo juiz foi em relação ao comportamento indicativo do uso de drogas. Foram descritas algumas características desse comportamento que demonstram a necessidade de atenção especial por parte dos pais e educadores, como, por exemplo, a queda do rendimento escolar, irritabilidade em excesso que pode estar ligado à abstinência, oscilações de humor, mudanças de hábitos alimentares, insônias, amizades suspeitas.

PROGRAMAÇÃO

A programação da Semana Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas encerra no próximo sábado (26), às 16h, no espaço alternativo de Porto Velho, com palestra e oficina de atendimento médico, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e estudantes. Também haverá caminhada em prol da campanha, entrega de brindes, sorteios e o adesivaço.

A ação também conta com outros parceiros como: Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Tribunal de Justiça (TJ-RO), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Polícia Federal (PF), Polícia Militar (PM) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA