PORTO VELHO

Rondônia

Sedam reúne servidores para debate e planejamento de atividades da Coordenadoria de Unidades de Conservação em 2022

Rondônia


Entre ações que fortalecem a preservação ambiental na pasta, destaque para o programa de monitoramento da biodiversidade

Com o objetivo de apresentar o balanço das ações realizadas pela Coordenadoria de Unidades de Conservação (CUC), a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) realizou na sexta-feira (21) apresentação do plano de ações 2021 /2022. O encontro reuniu a equipe da CUC, quando foram debatidas pautas prioritárias dos projetos, entre elas a finalização dos processos e recebimento das multas aplicadas.

A abertura da reunião foi realizada pelo secretário adjunto da Sedam, Demargli Farias, que destacou a importância do encontro para alinhar as ações, planos e projetos que serão destacados dentro do planejamento estratégicos de atividades da Sedam para o corrente ano.

Serão desenvolvidas diversos projetos voltados à proteção e sustentabilidade

“Teremos um ano atípico nas ações em defesa do meio ambiente. É importante iniciarmos a execução das ações no próximo mês e, para tanto, se faz necessário que todas as coordenadorias da Sedam estejam alinhadas com as diretrizes planejadas para 2022 e que fazem parte do Programa de Governo do Estado para o meio ambiente”, explicou Farias.

Leia Também:  PRF realiza em Rondônia leilão eletrônico de veículos entre outubro e novembro

A CUC tem como principal proposta, a participação na formulação de políticas e diretrizes de desenvolvimento ambiental, visando a manutenção dos espaços especialmente protegidos, instituídos pelo Poder Público Estadual, com foco na manutenção da integridade da biodiversidade e dos ecossistemas, planejando as estratégias de gestão destes espaços especialmente protegidos para o alcance dos objetivos para os quais foram criados, dentre outros.

O coordenador de Unidades de Conservação, Fábio França dos Santos, fez uma explanação na abertura da reunião e pediu o empenho de todos os servidores na execução das ações da Sedam e que irão nortear os trabalhos nas Unidades de Conservações, notadamente em defesa do meio ambiente. “Hoje, a Sedam trabalha em sintonia com o planejamento que foi elaborado para o corrente ano e esperamos que possamos realizar um trabalho que venha ao encontro dos anseios da população rondoniense para o meio ambiente”, frisou Fábio.

PLANEJAMENTO

Para este ano de 2022, a expectativa é que a CUC continue crescendo, por meio das atividades de monitoramento da biodiversidade, a implementação do turismo nas unidades;  a realização das reuniões dos conselhos, Programa de Proteção aos Quelônios no Parque Estadual Corumbiara, acompanhamento aos Programas desenvolvidos nas UCs de Reflorestamento e REDD+, educação ambiental, elaboração e revisão de Plano de Manejo das Unidades de Conservação.

Leia Também:  Estudantes participam do Simulado Aberto Enem Nacional do Colégio Objetivo para treinar para o Enem 2017
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

No Dia Nacional de Combate ao Glaucoma, Sesau reforça importância do diagnóstico precoce

Publicados

em

Glaucoma é caracterizada por alteração do nervo óptico que leva a dano irreversível das fibras nervosas

No mês de maio, conhecido como “Maio Verde” é realizada a campanha de combate ao glaucoma, uma doença ocular que pode levar à cegueira. Por esse motivo, a Policlínica Osvaldo Cruz – POC, do Governo de Rondônia aderiu à ação e realizou mais de 500 consultas de pacientes com glaucoma e 250 exames somente neste mês. 

A coordenadora da campanha em Rondônia, Hévila Rolim relata sobre a importância do diagnóstico precoce. “O tratamento do glaucoma inclui o uso de medicamentos, cirurgia ou uma combinação destes métodos que têm como objetivo principal, estabilizar a doença, evitando a progressão dos danos por meio da redução da pressão intraocular; embora estes tratamentos possam prevenir a perda irreversível da visão, eles não revertem os danos já causados pelo glaucoma. Por isso, o diagnóstico e o tratamento do glaucoma devem ocorrer o quanto antes”, pontua a médica oftalmologista.

GLAUCOMA

A doença ocular é caracterizada por alteração do nervo óptico que leva a dano irreversível das fibras nervosas e, consequentemente, perda de campo visual. Segundo a Sociedade Brasileira de Glaucoma – SBG, cerca de 80 milhões de pessoas sofrem com esse transtorno, sendo que 4,5 milhões de casos resultaram na perda total da visão.

Leia Também:  #ROLIMDEMOURA: Agosto Dourado policlínica realiza palestras para gestantes 

No Brasil, mais de um milhão de pessoas têm a doença, sendo que quase a metade desconhece a condição por ser um transtorno de evolução silenciosa, sem dor ou incômodo na fase inicial. 

Os sintomas só aparecem no estágio mais avançado, quando a pessoa começa a esbarrar nas coisas, em consequência da perda da visão periférica, ou seja, ela vê bem o que está na sua frente, mas não enxerga o que está aos redores.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA