PORTO VELHO

Rondônia

Sejus vai expor trabalhos de reeducandos na Rondônia Rural Show, em Ji-Paraná

Rondônia

Serão apresentados os trabalhos dos reeducandos nas unidades e sua importância para a sociedade

No estande da Secretaria de Estado da Justiça – Sejus durante a 9ª Rondônia Rural Show Internacional em Ji-Paraná entre os dias 23 e 28 de maio, estarão expostos para apreciação mercadorias produzidas dentro do Sistema Prisional Estadual. Os produtos são feitos por reeducandos das unidades Jorge Thiago Aguiar Afonso com o projeto Reciclando Vidas, Centro de Ressocialização Vale do Guaporé, Associação Cultural e de Desenvolvimento do Apenado e Egresso – ACUDA e nas unidades prisionais de Ariquemes/RO.

Nestas unidades funcionam oficinas de costura, marcenaria, serralheria e uma fábrica de bloquetes. Desta forma é trabalhada a ressocialização para o seu retorno à sociedade após o cumprimento de pena.

Serão apresentados ainda os convênios de contratação de mão de obra reeducanda existentes atualmente na secretaria, sua importância para a sociedade e benefícios da adesão. Atualmente a Sejus, através do Fundo Penitenciário – FUPEN da Sejus, possui 47 convênios firmados, totalizando 1.803 vagas disponíveis. Os convênios são celebrados entre o Poder Público e entidades públicas ou privadas, para transferência de recursos financeiros para a realização de objetivos de interesse comum, mediante mútua colaboração.

Leia Também:  Atendimento do serviço de assistência médica em casa é referência na região Norte com cerca de 480 procedimentos realizados por dia

O gerente de reinserção social, Fábio Recalde, explica a importância do trabalho resultados desses convênios. “Os convênios são de suma importância não somente para os órgãos, que economizam, mas também para a sociedade, visto que o trabalho inserido na rotina dos reeducandos gera além da remição de pena e suporte financeiro, valores como compromisso, responsabilidade, dedicação, dignidade e por fim o retorno desses indivíduos para a sociedade será de forma positiva, surge um cidadão de bem através da rotina laboral”, conclui.

A utilização da mão de obra reeducanda gera economia para quem a utiliza, pois na sua contratação o valor pago é consideravelmente menor do que na contratação de empresas terceirizadas. Além de propiciar uma fonte de renda ao reeducando, a sua contratação permite a ressocialização por meio do trabalho, bem como a redução de pena e diminuição da ociosidade dentro do sistema.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Ponte sobre rio São Joaquim vai ser construída com ações municipalista do Governo de Rondônia, em São Miguel do Guaporé

Publicados

em

Governo de Rondônia assina Ordem de Serviço para a construção de ponte de concreto e aço na Linha 78, em São Miguel do Guaporé

Mais de 1.500 famílias da linha 78, no município de São Miguei do Guaporé, serão beneficiadas com a obra da nova ponte de concreto e aço sobre o rio São Joaquim, fortalecendo o escoamento da produção agrícola da região. A Ordem de Serviço para a construção foi assinada na manhã desta quinta-feira (30), pelo Governo de Rondônia, com ações municipalistas que refletem diretamente na segurança do tráfego dos agropecuaristas e população da zona rural da cidade.

A nova ponte, que irá substituir uma de madeira que já apresenta problemas devido ao tempo, terá o comprimento de 30 metros por nove de largura, sendo construída em concreto e aço, com revestimento primário e complementação de greide para concordância da pista.

Governo de Rondônia destaca importância da ponte de concreto e aço que será construída sobre o rio São Joaquim

Presente à solenidade de assinatura da Ordem de Serviço, o governador de Rondônia, Marcos Rocha, reforçou a importância da obra para atender a comunidade e agricultores da região, restabelecendo e melhorando o acesso ao principal eixo rodoviário da região do Vale do Guaporé, ou seja, possibilitando melhor estrutura até a BR-429.

Participaram da solenidade de assinatura da Ordem de Serviço os deputados estaduais Ismael Crispim e José Eurípedes Lebão, além de outras autoridades.

“Com a construção da nova ponte de concreto e aço o Governo do Estado está fortalecendo o escoamento da produção agrícola e garantindo mais qualidade de tráfego e condições para a população da Linha 78, sobre o rio São Joaquim, em São Miguel do Guaporé. São várias ações que estão sendo realizadas no município por meio dos projetos ‘Tchau Poeira’ e ‘Governo na Cidade’, com asfalto novo, obras de revitalização da praça da Bíblia, revitalização do Estádio Chupinzão que foi assinada também a Ordem de Serviço. É o Estado avançando cada vez mais”, frisou o governador.

Nova estrutura dará mais segurança para o escoamento da produção agrícola

A parceria entre o Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes – DER, com a prefeitura de São Miguel do Guaporé com objetivo de manter o tráfego dos agropecuaristas, uma vez que a economia do município depende prioritariamente da produção agrícola e pecuária.

Leia Também:  FGTS divulga orçamento de 2020 a 2023 com mais de R$ 400 milhões para o Rondônia

A notícia da construção da ponte de concreto e aço foi festejada pela comunidade afirmando que a nova estrutura colocará fim ao risco de isolamento e impossibilidade de escoamento da produção agrícola. Durante a solenidade de assinatura da Ordem de Serviço foi destacado quanto à situação econômica do município que é fortalecida com a produção agrícola e pecuária, reforçando a importância de se estabelecer boas condições de trafegabilidade.

A obra está orçada em R$ 3.573.410,71 (três milhões, quinhentos e setenta e três mil, quatrocentos e dez reais e setenta e um centavos), sendo: R$ 3.394.737,83 (três milhões e trezentos e noventa e quatro mil, e setecentos e trinta e sete reais e oitenta e três centavos) do Governo de Rondônia; e R$ 178.672,88 (cento e setenta e oito mil, seiscentos e setenta e dois reais e oitenta e oito centavos) de contrapartida do município que serão utilizados para regularização do novo greide da pista.

ESCOAMENTO DA PRODUÇÃO

A Ordem de Serviço para a construção da ponte renovou o entusiasmo das famílias da região da Linha 78.

É o caso do agricultor Valdecir Ozório Cordeiro que cultiva café em umas das comunidades da estrada, denominada São Jorge. “Moro aqui há 21 anos e recebi essa notícia com grandes expectativas. Essa estrada é considerada o carro chefe da agricultura do município. O Governo de Rondônia está dando um grande apoio para os agricultores da Linha 78, visando contribuir para o escoamento da produção”, disse o agricultor que fez a estimativa de mais de 70 carretas que passam diariamente pela estrada.

Agricultor Valdecir Ozório fala da importância de melhor estrutura

O agricultor Gil Teixeira, que mora na Linha 78 desde 1986, disse que a estrutura dará maior segurança para o escoamento da produção agrícola. “Daqui desta Linha sai a produção de soja, milho, além de gado. É uma estrada importante para as comunidades e para São Miguel. É importante essa atenção do Governo de Rondônia para que possamos ter melhor estrutura”, disse.

Leia Também:  Tribunal de Contas do Estado emite parecer para aprovação do balanço fiscal do Governo de Rondônia, nos exercícios de 2018 a 2020

Com a construção da nova estrutura, as ações do Governo do Estado também irão ao encontro de maior segurança ao transporte escolar da zona rural da cidade.

Para o prefeito de São Miguel do Guaporé, Cornélio Duarte, a obra é de fundamental importância não apenas para as mais de 1.500 famílias, mas para todo o município. “Agradeço o Executivo Estadual que tem mostrado um grande diferencial com as ações municipalistas. A construção dessa ponte de concreto e aço era um sonho dos produtores dessa Linha 78 que é uma área totalmente produtiva e agora será realidade. Essa antiga ponte tem causado muitos transtornos para os agricultores”, disse o prefeito.

Agricultor Gil Teixeira fala do benefício que a nova ponte trará para a região

Da mesma forma destacou o deputado Ismael Crispim que enaltecer a Ordem de Serviço para a construção de uma nova ponte forte e resistente e que irá beneficiar todas as comunidades da Linha 78.

A construção da ponte reforça as ações do Poder Executivo em garantir melhores condições de trafegabilidade, refletindo positivamente no escoamento da produção. São várias pontes já construídas pelo Governo do Estado, a exemplo da obra realizada em Ji-Paraná, com a ponte sobre o rio Urupá; a sobre o rio Ubirajara, na RO-463, em Governador Jorge Teixeira e várias outras entregues pelo Executivo Estadual.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA