PORTO VELHO

Rondônia

Serviços on-line do Detran Rondônia tem grande procura por usuários durante a pandemia

Rondônia


Uso dos serviços on-line do Detran Rondônia tem gerado resultados positivos durante a pandemia

Em meio a pandemia do novo coronavírus, o Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), adotou medidas inovadoras para que o cidadão seja atendido pelo órgão de forma eficiente e ao mesmo tempo, respeitando o distanciamento social.

Para evitar possíveis aglomerações nos postos de atendimento, o Detran criou a Carta de Serviços On-line, sendo o primeiro do Brasil a oferecer um mecanismo com os principais serviços à sociedade, atendendo a Lei de Acesso à Informação (LAI) nº 12.527/2011. Com isso, os serviços virtuais passaram a ser bastante procurados por usuários, sendo um resultado positivo com relação ao atendimento presencial no próprio Detran e em Centros de Formação de Condutores (CFC) do Estado.

Detran continua investindo em melhorias para o atendimento ao usuário

Para o diretor técnico de Habilitação e Medicina de Trânsito do Detran Rondônia, Hassan Mohamad Hijazi, os atendimentos on-line tem sido consideráveis e importantes neste momento que exige segurança e cuidados com a saúde.

De acordo com dados comparativos de atendimentos realizados pelo próprio Detran, de 2018 à 2021, foram abertos mais de 130 mil requerimentos de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) digital.

Com relação aos atendimentos em 2019, de 178 mil realizados no total, 115 mil foram presenciais, 70 mil em Centros de Formação de Condutores (CFC) e 20 mil pelo site do Detran. “Desde o início da pandemia, em 2020, foram 162 mil atendimentos, sendo 58 mil pelo portal, ultrapassando os presenciais, que foram 54 mil e nos Centros de Formação de Condutores, 49 mil. Uma procura bastante considerável neste momento”, considera Hassan.

Leia Também:  Semtran realiza primeira blitz educativa do carnaval 2018

“A Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI) continua investindo em melhorias para proporcionar o melhor atendimento ao usuário. Em breve, estaremos atendendo via chat, com perguntas e respostas e demais serviços”, afirmou Hassan.

Com relação aos serviços prestados aos usuários pelo site do Detran, o coordenador ressalta que “o usuário pode emitir uma certidão de “nada consta”, solicitar uma CNH definitiva, renovação, segunda via por perda e extravio e permissão internacional para dirigir. Todos esses serviços que porventura não demandar alteração de dados, podem ser solicitados pelo portal”, finaliza.

CELERIDADE

Com a pandemia, a CTI do Detran Rondônia começou a desenvolver ferramentas para dar maior agilidade no atendimento ao usuário, de forma on-line. O coordenador da CTI, Paulo Vasconcelos, afirma que “assim como outros órgãos tiveram que fazer uma reinvenção no atendimento durante a pandemia, o Detran fez e está realizando diversos investimentos em infraestrutura e segurança tecnológica”.

Sistema de Agendamento On-line permite que o usuário fazer o agendamento para os serviços de habilitação

Entre os serviços desenvolvidos pela CTI, o Sistema de Agendamento On-line, importante para o atendimento ao cidadão, permitindo que o próprio usuário faça o agendamento para os serviços de habilitação.

Leia Também:  Método de silagem em fardo com capim capiaçú é demonstrado a produtores rurais do Assentamento Santa Rita, em Porto Velho

Também foi criada a central de serviços para Pessoa Física, onde o cidadão tem acesso a diversas informações como débitos, impressão de taxas, baixa do certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV), além de serviços para Pessoa Jurídica, por meio de um cadastro da empresa, associando uma pessoa indicada para ser responsável pelo acesso, tendo informações como débitos, impressão de taxas, baixa do CRLV e da frota.

Outro serviço gerado foi a Central de Serviços Despachantes, onde por meio de um cadastro, os despachantes podem emitir e fazer homologação dos serviços e a Central de Vistorias Eletrônicas, que permite a realização de vistorias veiculares, além do leilão on-line.

“Desenvolvemos também o Portal Educacional Detran, um módulo criado para que os Centros de Formação de Condutores pudessem continuar trabalhando, atendendo a resolução nº 783, do Departamento Nacional do Trânsito (Denatran), usando como segurança o reconhecimento facial e batimento de foto em tempo aleatório, garantindo a confiabilidade. Além disso, foi criada a Escola Virtual, que permite ao Detran continuar com palestras, cursos e fóruns. Tudo isso é uma mudança de cultura, uma comodidade a mais para o cidadão que necessita de atendimento e depende exclusivamente do Detran”, finaliza Paulo.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Paciente de Dourados é o segundo a ter alta hospitalar após tratamento contra a covid-19 em Rondônia

Publicados

em


O paciente Cleiton chegou na capital no dia 4 de junho

Cleiton Braga dos Santos, de 33 anos, um dos pacientes de Mato Grosso do Sul que veio transferido para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Porto Velho (RO), na Operação “Unidos Pela Vida”, recebeu alta nesta sexta-feira (18). O paciente do município de Dourados chegou na capital no dia 4 de junho, em estado grave permaneceu na UTI por 11 dias, na Assistência Médica Intensiva (AMI), e na enfermaria do Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro permaneceu por mais três dias, até receber alta hospitalar.

“Foram dias difíceis esses que passei na UTI, mas recebi tanto amor e atenção dos profissionais da AMI que eu estou aqui, contando a minha vitória. Deus que colocou na minha vida essa vaga aqui em Porto Velho. Entre várias pessoas à espera por um leito, eu fui o escolhido. Talvez se eu estivesse ficado, não estaria aqui contando minha recuperação. Vim para uma cidade que não conhecia, mas que acolheu como um rondoniense. Meu sentimento é de eterna gratidão”, conta o paciente.

Leia Também:  Prefeito edita projeto que garante segurança jurídica a motoristas de vans escolares

No último domingo (13), Cleiton Braga fez aniversário e para ele foi um renascimento. “Sobreviver a essa doença é renascer, completei 33 anos num leito de UTI, e agora aqui vivo, me sinto como um milagre de Deus”, enfatizou o rapaz.

A mãe de Cleiton, Joanes Florência Braga, de 62 anos veio buscar o filho

A mãe de Cleiton, Joanes Florência Braga, de 62 anos, veio buscar o filho. Ela o viu pela última vez embarcando em busca de uma chance para se curar da covid-19. “Meu filho renasceu, ele veio para Rondônia em estado grave. Deus colocou as mãos em todos esses profissionais que acolheram meu filho e cuidaram com muito carinho. Todos os dias eu tinha notícias dele. Eu agradeço imensamente a cada um. Só eu sei o que eu passei durante esses dias em que meu filho permaneceu internado. Agora, vendo ele curado e podendo abraçá-lo, só tenho a agradecer ao Estado de Rondônia que nos acolheu”, disse emocionada.

Ao todo, o Estado de Rondônia recebeu 12 pacientes graves do Mato Grosso do Sul, dos quais dois já receberam alta hospitalar e retornaram para sua cidade natal. “Ficamos emocionados em ver que esses pacientes estão voltando para suas cidades locais curados desta doença. O governador Marcos Rocha nos solicitou que, enquanto pudermos ajudar estaremos de portas abertas”, destacou o secretário de Estado da Saúde (Sesau), Fernando Máximo.

Leia Também:  Método de silagem em fardo com capim capiaçú é demonstrado a produtores rurais do Assentamento Santa Rita, em Porto Velho
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA