PORTO VELHO

Rondônia

Sesau monitora rede de atenção psicossocial com objetivo de viabilizar atendimento na área de saúde mental

Rondônia


Estado conta com mais 20 Centros de Atenção Psicossocial (Caps), para minimizar os impactos em saúde mental

Mesmo diante de um cenário tão delicado, causado pela pandemia do coronavírus, o Governo de Rondônia, por meio da Secretária de Estado da Saúde (Sesau), não mediu esforços para garantir atendimento psicossocial aos municípios. O Estado conta com mais 20 Centros de Atenção Psicossocial (Caps), que buscam minimizar os impactos em saúde mental provocados, não somente pela covid-19, mas por outros fatores, que fragilizaram o sistema emocional, gerando transtornos mentais.

Para assegurar a prestação desse serviço, a equipe da Rede de Atenção Psicossocial (Raps) da Sesau realiza o monitoramento em todos os municípios de Rondônia. “Por conta da pandemia, alguns serviços diminuíram. O que queremos, além da retomada do atendimento psicossocial, é ampliar esse serviço. Estamos resgatando, tanto melhorias no atendimento do Caps, como dos leitos psiquiátricos de internações, ofertando suporte também nos presídios para apenados que estão em tratamento mental”, ressaltou a enfermeira da Raps da Sesau, Franscine Colombo Bueno

Leia Também:  Energisa segue com cronograma de obras em doze municípios de Rondônia

As unidades do Caps contam com equipes multiprofissionais compostas por médicos psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e terapeutas ocupacionais, que avaliam o quadro de cada paciente, além de indicar o tratamento adequado para cada caso. O Caps atua também no acolhimento às situações de crise, nos estados agudos da dependência química e de intenso sofrimento psíquico, e a internação hospitalar só é indicada quando esgotadas todas as possibilidades terapêuticas disponíveis.

Caps atua ainda no acolhimento nos estados agudos da dependência química e de intenso sofrimento psíquico

O Ministério da Saúde liberou em 2020 mais de R$ 600 mil para os municípios de Rondônia ampliarem os atendimentos em saúde mental durante a pandemia. O incentivo financeiro, instituído pela Portaria nº 3.350, foi destinado para qualificar as ações ofertadas nos Caps – pontos que realizam atendimento especializado para pacientes com doenças ou transtornos mentais no Sistema Único de Saúde (SUS).

“Essa monitorização é extremamente importante para termos um verdadeiro diagnóstico da situação. Nossa preocupação é ofertar atendimento digno e humanizado a quem de fato precisa. É claro que o cenário de pandemia inspira cuidados, mas estamos fazendo nossa parte”, detalhou a gerente Regional da Sesau, Miriam Moreira.

Leia Também:  Boletim: notificações do coronavírus em Rondônia - 18ª Edição

Em Rondônia, muitos profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial optaram em manter o atendimento voltado à saúde mental utilizando as plataformas digitais, que é muito similar à terapia tradicional de consultório. A diferença é que o paciente pode ser atendido em qualquer ambiente.

Em 2020, a Sesau investiu cerca de R$ 1,5 bilhão para abertura de novos serviços da Rede de Atenção Psicossocial. Também neste ano, o Ministério da Saúde repassou cerca de R$ 650 milhões para aquisição de medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica utilizados no âmbito da saúde mental, em virtude dos impactos ocasionados pela pandemia.

Atualmente, a Raps conta com 791 residências terapêuticas; 68 unidades de acolhimento (adulto e infantojuvenil); 1.785 leitos de saúde mental em hospitais; 13.851 leitos em hospitais psiquiátricos, 50 equipes multiprofissionais de atenção especializada em saúde mental e 144 consultórios na rua.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Setur vai promover I Workshop Supera Turismo para fortalecer o empreendedorismo no setor

Publicados

em


Morro Chico Mendes no município de Ouro Preto.

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur) tem promovido ações de fomento ao Turismo em diferentes eixos, principalmente diante dos impactos causados pela pandemia. É com esse intuito que irá realizar no dia 2 de julho, o I Workshop Supera Turismo – Um novo empreendedorismo pelo turismo, às 9h, no Palácio Rio Madeira.

A finalidade é apresentar aos empresários rondonienses, as vantagens, benefícios e projeções do turismo estadual. O workshop contará com a presença dos representantes do setor hoteleiro, agências de viagens, guia de turismo, balneários, parques aquáticos, resorts, pesca esportiva, associações, federações e entre outros que fazem parte do seguimento.

Conforme o superintendente da Setur, Gilvan Pereira Júnior, o Supera Turismo objetiva reunir todos os secretários da região Norte, além da classe empresarial, em especial, do Estado de Rondônia para fomentar o retorno do turismo pós-pandemia. Além disso, amplia o convite ao Ministério do Turismo e sua equipe técnica, em que vai palestrar sobre temas relacionados a investimento e ao empreendedorismo.

Um dos temas a ser apresentado pela equipe técnica do Ministério do Turismo é o “Portal do Investimento”, em que visa captar, divulgar e ampliar a visibilidade dos investimentos turísticos de todo o Brasil, em destaque para o momento, a região Norte, e aos empreendedores que queiram investir nesses lugares.

A outra palestra ministrada pelo Ministério do Turismo está voltada à linhas de crédito de retorno ao Turismo, com recurso do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), em que há no momento disponível mais de R$ 1 bilhão, para todo o Brasil. De acordo com Gilvan Pereira, a região Norte está contemplada com esse recurso.

Leia Também:  Em Cacoal, profissionais da Educação recebem 1ª dose da vacina contra a covid-19

“O Banco da Amazônia (Basa) também estará presente, mostrando como adquirir esse crédito, juntamente com a Caixa Econômica Federal (CEF). Será um evento em que os empresários de Rondônia vão descobrir esse potencial de retorno ao empreendedorismo de turismo, além de termos a oportunidade de apresentarmos também o potencial da região Norte. Esse evento vem trabalhar esse fortalecimento das Rotas Amazônicas Integradas, onde a visita dos secretários de Turismo aqui no Workshop terá tratativas para a regulamentação desta Rota, além da roda de experiências. Pela primeira vez eventos como este está ocorrendo, juntamente com o Ministério do Turismo, no Estado de Rondônia”, declarou.

FORTALECIMENTO NO SETOR

Esta é mais uma iniciativa do Governo de Rondônia, por meio da Setur em promover o fortalecimento no âmbito empresarial turístico da região, uma vez que a classe sofreu impactos expressivos, reflexos da pandemia no Estado. O exemplo desse cenário foi a queda na receita cambial turística, que até outubro do ano passado, apresentou uma redução do número de colaboradores e, até outubro de 2020, apresentou uma queda de 19,4% na arrecadação de impostos federais (dados do Ministério do Turismo).

Foi tentando buscar um trabalho eficiente perante a retomada iminente do Turismo junto à cadeia produtiva, que a Setur está executando ações para impulsionar o setor. Entre essas ações está a abertura de linhas de financiamento, por meio do Programa de Apoio às Micros e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios (Proampe) e programas de incentivo ao fluxo turístico e publicidade como o “Viaja mais Servidor”. Além disso, a Setur segue trabalhando com a disseminação dos programas a projetos que partem do Ministério do Turismo: Portal de Investimentos e do Fungetur.

Leia Também:  EDUCAÇÃO: Semed orienta diretores sobre novo modelo de Chamada Escolar

De acordo com a coordenação do Workshop, é importante enfatizar que, a formalização do “Rotas Amazônicas Integradas” (RAI), vem solidificar ainda mais o compromisso entre todos os estados da região Norte, para o desenvolvimento do Turismo, a fim de agregar experiências e apresentar a região de Rondônia de forma atrativa, organizada e unificada com base nos segmentos em comum que possuem. A Setur estendeu o convite a todos os secretários de Turismo da Região Norte e ao ministro do Turismo, senhor Gilson Machado Neto. Todos já confirmaram presença.

LIVE

O I Workshop Supera Turismo também será transmitido ao vivo por uma plataforma digital, estando disponível para quem desejar acompanhar. Posterior ao Workshop, no dia 1 de julho vai ocorrer a Rodada de Experiências da Rota Amazônica Integrada, que envolve um momento com os secretários da região Norte e representantes do Ministério do Turismo para debaterem sobre as expectativas quanto à Integração da Amazônia, por meio do Turismo. Na oportunidade, a comissão fará visitas técnicas em atrativos turísticos da Capital, que retratam e relatam a história e cultura de Rondônia.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA