PORTO VELHO

Rondônia

Sesdec busca referências para implantar modalidade de motopoliciamento tático em Rondônia

Rondônia


Os visitantes foram convidados a assistir uma demonstração prática do Grupo de Intervenções Rápidas da PM-TO

O Governo de Rondônia por meio da Secretaria de Segurança, Defesa e Cidadania do Estado de Rondônia (Sesdec) realizou uma visita técnica na manhã dessa quarta-feira (16) no comando-geral da Polícia Militar do Estado do Tocantins (PM-TO) para promover a cooperação entre as instituições visando a implantação do Grupamento de Intervenção Rápida Ostensiva (Giro) na PM-RO.

Na ocasião, o secretário, José Hélio Cysneiros Pachá, explicou que já deu início à implantação da doutrina do Giro na PM de Rondônia quando enviou dois integrantes para o Tocantins em 2015. “O governador Marcos Rocha nos proporcionou a possibilidade de concretizar esse sonho para a estrutura da Segurança Pública de Rondônia. Já estamos agilizando o processo para a aquisição de motos de altas cilindradas e esperamos que a cooperação seja concretizada para implementar a Giro no nosso Batalhão de Choque (BPChoque)”, evidenciou.

Os visitantes também foram convidados a assistir a uma demonstração prática do Grupo de Intervenções Rápidas da PM-TO.

“Na maioria dos crimes os elementos utilizam motocicletas. Então, por conta da mobilidade muitos acabam conseguindo se evadir das viaturas. A partir disto surgiu essa necessidade de implementar o policiamento com motocicletas e para isso, já estamos buscando aperfeiçoamento”, afirmou o diretor de ensino da PM-RO, coronel Rone Herton Dantas.

Leia Também:  MP apura qualidade de serviços de telefonia e internet em Costa Marques e região

A PM-TO é referência em modalidades de policiamento e capacitação, servindo como modelo para as instituições coirmãs de todo o país. A troca de experiências foi evidenciada na reunião pelos representantes das forças de segurança.

“Essa visita nos deixa extremamente honrados, pois demonstra que a Polícia Militar do Tocantins está sendo notada nacionalmente pela expertise técnica e resultados positivos”, apontou o coronel Silva Neto, acrescentando que a iniciativa faz parte da relação de cooperação que é construída pelas PMs. “É muito importante que tenhamos esse laço de respeito e integração pois é de interesse de todos nós que a Segurança Pública seja ágil e combativa”, ressaltou.

Durante a reunião, o comandante da Companhia de Giro e o subcomandante do BPChoque, major Vilson Rodrigues da Silva Junior, apresentaram a estrutura organizacional e a logística, reforçando a responsabilidade exigida para a atuação no grupamento. “É uma felicidade muito grande receber esse reconhecimento por parte da PM  de Rondônia, que se deslocou até nosso estado para se referenciar na modalidade de motopoliciamento tático”, apontou.

Leia Também:  Assembleia Legislativa assegura os primeiros R$ 3 milhões para apoiar ações de combate ao coronavírus

Os visitantes também foram convidados a assistir a uma demonstração prática do Grupo de Intervenções Rápidas da PM-TO.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Governo de Rondônia publica decreto e cria Política de Dados Abertos do Poder Executivo

Publicados

em


O Governo de Rondônia instituiu a Política de Dados Abertos do Poder Executivo com objetivo de garantir a transparência dos atos da Administração Pública Estadual a todos os cidadãos rondonienses. A ação é inovadora e tem início com a publicação do Decreto 26.236, de 19 de julho de 2021 e pretende reforçar a política de combate à corrupção.

Segundo Francisco Netto, controlador-geral do Estado (CGE), a proposta é aprimorar o modelo de transparência aprovado pelo governador Marcos Rocha, para que todas as informações e dados relativos aos atos e projetos do Governo estejam ao alcance de todo cidadão, com exceção daqueles protegidos por sigilo legal.

Francisco Netto ressalta também que o Governo de Rondônia tem todo interesse em dar publicidade aos seus atos, de modo que a população possa dispor de um instrumento legal capaz de permitir e facilitar o conhecimento das informações geradas, “num amplo projeto de transparência que vem distinguindo o Estado de Rondônia nos vários setores da Administração e, de modo especial, na comunicação e divulgação de seus atos no Transparência Rondônia”.

TRANSPARÊNCIA E DESENVOLVIMENTO

O texto do decreto narra, no art. 1º, incisos II, III, IV e V, que o objetivo da Administração Estadual é aprimorar a cultura de transparência pública; franquear aos cidadãos o acesso, de forma aberta, aos dados produzidos ou acumulados pelo Poder Executivo Estadual, sobre os quais não recaia vedação expressa de acesso (resguardado por sigilo legal); facilitar o intercâmbio de dados entre órgãos e entidades da Administração Pública Estadual e demais esferas de Governo; e fomentar o controle social e o desenvolvimento de novas tecnologias destinadas à construção de ambiente de gestão pública participativa e democrática e a melhor oferta de serviços públicos para o cidadão, entre outras importantes prescrições do decreto.

Leia Também:  Cooperação entre #TJRO e #CNJ permite o uso de inteligência artificial desenvolvida pelo tribunal de RO

O controlador-geral destaca que o alcance das disposições do documento foi bastante analisada para gerar os efeitos pretendidos e, por isso, contempla áreas fundamentais com relevância no desenvolvimento do Estado. Dessa forma, integram seus objetivos as propostas de fomentar a pesquisa científica de base empírica sobre a gestão pública; promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação nos setores público e privado e fomentar novos negócios; promover o compartilhamento de recursos de tecnologia da informação, de maneira a evitar a duplicidade de ações e o desperdício de recursos na disseminação de dados e informações; e promover a oferta de serviços públicos digitais de forma integrada ao alcance de todo cidadão.

Conforme o controlador, poucos são os estados brasileiros que se dispõem abrir suas contas e dados, e convida os cidadãos a conhecer e participar da gestão a partir do portal https://www.transparencia.ro.gov.br.

PERMISSÃO IRRESTRITA

Assim, além da publicidade dos atos, o decreto assegura ainda a garantia de acesso irrestrito às bases de dados, devendo ser legíveis por máquina e estar disponíveis em formato aberto; permissão irrestrita de reuso das bases de dados publicadas em formato aberto, com a devida citação de sua fonte; e designação clara do responsável pela publicação, atualização periódica, evolução e manutenção de cada base de dado aberta, incluída a prestação de assistência quanto ao uso de dados.

Leia Também:  INFLUENZA: Mais de 300 moradores do Cristal da Calama em Porto Velho são vacinados contra a gripe

A norma também autoriza, em seu Art. 4°, §1º, “a utilização gratuita das bases de dados e das informações disponibilizadas nos termos do disposto no inciso XIII do caput do art. 7° da Lei Federal n° 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, que “Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências”, e cujo detentor de direitos autorais patrimoniais seja o Estado, nos termos do disposto no art. 29 da referida Lei”.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA