PORTO VELHO

Rondônia

Setur destaca ações para o fortalecimento do turismo em Rondônia em 2022

Rondônia


Pontos turísticos serão mais explorados neste ano, entre eles o museu da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, em Guajará-Mirim

Grandes propostas e ações estão sendo apresentadas pela Superintendência Estadual de Turismo (Setur), com o objetivo de consolidar a retomada das atividades turísticas em 2022, considerando o impacto dos anos de 2020 e 2021 causado pela pandemia da covid-19. De acordo com o gestor da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), Gilvan Pereira, 2022 será um ano de fortalecimento deste setor no Estado, com ações do Governo de Rondônia visando o fortalecimento do turismo.

Conforme a Lei Estadual de Turismo de n° 5.093, de 24 de agosto de 2021, o objetivo é definir áreas estratégicas, programas e ações, com vistas a orientar o Estado para a implementação da Política Estadual de Turismo e ao desenvolvimento do setor, bem como dispor sobre os prestadores de serviços turísticos em Rondônia. A Lei aprovada no ano passado trabalha 10 eixos de desenvolvimento do turismo de atribuição da Superintendência Estadual de Turismo.

“O fomento do turismo em vários municípios do Estado, é a governança que vem sendo trabalhada, como nos 25 municípios que estão no mapa do turismo e outros municípios entrarão ainda este ano. O Programa Viva Rondônia foi trabalhado de forma compartilhada com os municípios, trazendo ideias técnicas, planos de trabalho, capacitação e orientações. O eixo de infraestrutura será trabalhado este ano, serão entregues placas de sinalização turística ainda este ano aos municípios. Além disso a infraestrutura vem sendo fortalecida com os aeroportos regionais em trabalho conjunto com o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) que vem trabalhando o fortalecimento da malha viária do Estado”, pontuou o superintendente da Setur.

Leia Também:  MPF/RO e OAB processam Universidade Federal e União por falta de intérpretes de Libras

EDUCAÇÃO TURÍSTICA 

Outros projetos que ganham reforços em 2022 referem-se à  “Redação de Turismo” e “Turismo Educativo”, ferramentas que a superintendência desenvolveu para os alunos da Rede Estadual de Ensino e cujo foco continua sendo a classe do ensino fundamental, médio e universitário. Os alunos conhecerão as potencialidades que Rondônia tem e serão sensibilizados pela história, cultura e tudo mais que o Estado oferece.

O “Turismo Educativo” tem o objetivo de fomentar o interesse de estudantes pelo turismo histórico, cultural e no empreendedorismo da região. O projeto tem o apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

A Setur ainda investiu na capacitação de agentes de turismo em várias localidades do Estado para atuarem como guias turísticos, tendo como objetivo qualificar profissionais, dos setores público e privado do turismo. A ação continuará sendo desenvolvida e ampliada nos municípios do Estado de Rondônia durante o ano. Para este ano serão ofertadas em parceria com o Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep) mil vagas para o curso técnico de Guia em Turismo e para o curso FIC mais de três mil vagas para todo o Estado.

Leia Também:  Kits de materiais escolares são entregues às escolas estaduais de Cacoal para atender alunos do Ensino Fundamental

EMPREENDEDORISMO 

Outro eixo que receberá continuidade em 2022 é a área do empreendedorismo e promoção. O superintendente destacou o evento do “Famtour” que é um projeto utilizado por outros estados e países para apresentar os atrativos de Rondônia por meio da integração de influenciadores digitais, que reforçam a divulgação dos pontos turísticos. A primeira edição aconteceu em 2020 e teve grande destaque entre a classe empresarial do segmento, como agências de viagem, restaurantes e hotéis. A 1ª fase foi desenvolvida no ano de 2020 e a 2ª fase no ano de 2021 em meados de julho, a 3ª edição aconteceu no período de agosto a setembro.

Forte Príncipe da Beira -Costa Marques

Forte Príncipe da Beira, em Costa Marques, é destaque do turismo em Rondônia

Em 2022 o projeto continuará investindo no empreendedorismo já que segundo o superintendente Gilvan Pereira todas as edições trouxeram ao Estado, resultados expressivos para o turismo. Com o sucesso das primeiras edições, o projeto tem continuidade este ano.

EVENTOS

A Setur estará trabalhando o fortalecimento dos eventos no Estado, com estrutura e recursos que incentivam eventos de pequeno, médio e grande portes, trabalhando junto com os municípios por meio de emendas. As atividades contribuem no fluxo de turismo, objetivando alavancar o setor. Os eventos recebem o apoio e incentivo do Governo do Estado. “Em 2022 a Setur também está trabalhando outro eixo que é o programa “Rondônia para todos”, onde o Estado estará trabalhando o fortalecimento de diversos eventos com grande fluxo de pessoas”, destacou o superintendente.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Produtores são premiados no 1° Concurso de Qualidade de Queijos de Rondônia – ConQueijo, na Rondônia Rural Show

Publicados

em

Concurso promove a qualidade e valorização das produções queijeiras das agroindústrias familiares e estabelecimentos pequenos de leite

O anúncio oficial dos campeões do 1° Concurso de Qualidade de Queijos de Rondônia – ConQueijo, foi realizado na manhã deste sábado, 28, durante a 3ª RondoLEITE, no auditório oficial da 9ª Rondônia Rural Show Internacional, em Ji-Paraná. O concurso teve como objetivo promover a qualidade e valorização das produções queijeiras das agroindústrias familiares e dos estabelecimentos agroindustriais de pequeno porte de leite e derivados, avaliando e classificando, em cada categoria a ser julgada, o melhor produto em função dos atributos sensoriais avaliados por analistas.

Produtores da Agroindústria Lacklein recebendo prêmios do 1º ConQueijo

Os produtores de queijo concorreram a R$ 61.551,92 em prêmios. O concurso contou com o total de 12 estabelecimentos inscritos e 29 inscrições realizadas em diferentes categorias. Os queijos campeões passaram pelos critérios de avaliação, sendo eles: aspecto global, cor, textura, consistência, aroma e sabor.  Os produtores concorreram em cinco categoria: mozzarella, provolone, queijo minas padrão, queijo coalho e queijos de massa filada.

De acordo com o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o Estado de Rondônia possui grandes agroindústrias de leite e derivados e o ConQueijo colocará Rondônia no cenário nacional e internacional, com a apresentação de queijos artesanais especiais, além de possibilitar a abertura de novos caminhos para exportação.

“O primeiro ConQueijo está acontecendo para fomentar a cadeia produtiva do queijo e valorizar os produtos dos nossos grandes produtores rurais. Nossa terra já é reconhecida nacionalmente como produtora do melhor queijo e isso é motivo de muito orgulho para todos nós. Rondônia é a terra do boi, do queijo, da agricultura familiar, do agronegócio e eu não tenho dúvidas que iremos avançar ainda mais. Eu quero que os pequenos fiquem grandes e que os grandes fiquem maiores”, disse o governador.

A produtora da Agroindústria Lacklein, Luzinete Fernandes, do município de Candeias do Jamari, foi destaque em três categorias: 1° lugar queijo provolone, com nota 86,07; 3° lugar queijo muçarela, com nota 68,56 e 3° lugar, queijo de massa filada, mais conhecido como queijo cabacinha, com pontuação 76,65.

ConQueijo colocará Rondônia no cenário nacional e internacional

Para ela, receber esse reconhecimento é uma forma de mostrar o potencial que Rondônia tem na produção de queijos. “Estamos muito felizes em saber que nossos queijos foram reconhecidos em um concurso estadual. Nós trabalhamos com todos os tipos de queijos há 15 anos e esse resultado se deve, principalmente, porque fazemos tudo com muito amor e dedicação. O nosso sabor é puro amor”, disse emocionada.

Leia Também:  Espetáculo de dança “Raízes da Beira” acontece nos próximos dias 24 e 25 no Sesc

José da Silva, do laticínio Lírio do Vale, de Rio Crespo, informou que ficou feliz quando abriu as inscrições para o ConQueijo e aproveitou a oportunidade para participar e concorrer aos prêmios. Ele foi premiado em 1º lugar na categoria queijo muçarela, com nota 75,58 e em 3º lugar na categoria minas padrão, com nota 68,56. “Estamos trabalhando muito para participar dos concursos e graças ao apoio do governo, nós estamos aqui hoje recebendo as premiações. Ano que vem nós vamos participar em mais categorias. Foi muito bom ganhar, é bom demais, não tem coisa melhor no mundo do que isso não. Eu agradeço a todos que nos ajudaram a chegar até aqui”, comemorou.

Natália Lira veio representar a produtora Salete Perisale, do Sítio Santa Paulina de Alta Floresta, 1° lugar na categoria queijo minas padrão, com nota 75,06. “Dona Salete é uma forte produtora, ela é uma mãe pra mim e por motivos de saúde ela não pode vir, mas é muito emocionante ver o quanto ela ama o trabalho que faz. Hoje ela produz cerca de 15 queijos por dia e vende na região. Eu estou extremamente contente por esta conquista”, relatou.

Para a produtora Simone Silva, da Agroindústria Vale da Esperança, de Itapuã do Oeste, ganhar o ConQueijo representa valorização de um trabalhado árduo de três anos. Ela ganhou em 1° lugar na categoria queijo massa filada, com nota 78,44 e em 3° lugar com o queijo provolone, com nota 74,31. “É muito bom receber essa valorização e ser reconhecido pelo Estado como produtores do melhor queijo. Estamos muito felizes e emocionados com essa conquista”, relatou.

O presidente da Emater Rondônia, José de Arimatéia, representou o ganhador do 1° lugar da categoria queijo coalho, da agroindústria Vitorino de Colorado do Oeste, que não pôde estar presente na premiação. O queijo recebeu a pontuação de 74,25.

A premiação ocorreu na 3ª RondoLEITE, durante a 9ª Rondônia Rural Show Internacional

CAMPEÕES

CATEGORIA QUEIJO MUSSARELLA (EM BARRA)

1° Lugar: Missão Técnica (Recurso financeiro) de R$ 5.600,00 e recurso financeiro de R$ 3.000,00/Laticínio Lírio do Vale – Colorado do Oeste, nota 75,58.

2° lugar: Roçadeira Husqvarna Mod. 541 RST no valor de R$ 2.750,00 e 1 Análise de Físico Química do Queijo no valor de R$ 170,00/Agroindústria Margori – Ouro Preto, nota 70,81.

Leia Também:  Ministério Público instaura procedimento para acompanhar políticas públicas de combate às queimadas em Porto Velho

3° lugar: 1 Análise de água completa (R$ 350,00); 1 Análise Físico Química do Leite (R$ 170,00) e 1 Análise Físico Química do Queijo (R$ 235,00)/Agroindústria Lacklein – Candeias do Jamari, nota 68,56.

CATEGORIA QUEIJO PROVOLONE

1° lugar: Missão Técnica (Recurso financeiro) de R$ 5.600,00 e Recurso financeiro de R$ 3.000,00/Agroindústria Lacklein – Candeias do Jamari, nota 86,07.

2° lugar: Produtos para Ordenha no valor de R$ 2.000,0 e 3 Análises Microbiológicas do Queijo no valor de R$ 300,00 cada uma/Agroindústria Marcon – Presidente Médici, nota 74, 92.

3° lugar: 1 Análise de água completa de R$ 350,00 e 3 Análises Físico Química do Leite de R$ 170,00 cada uma/Agroindústria Vale da Esperança – Itapuã do Oeste, nota 74,31.

CATEGORIA QUEIJO COALHO

1º lugar: Missão Técnica (Recurso financeiro) de R$ 5.600,00 e Recurso financeiro de R$ 3.000,00/Agroindústria Vitorino – Colorado do Oeste, nota 74,25.

2º lugar: Roçadeira Bandai RG430 no valor de R$ 951,92, 3 Análises Microbiológicas do Leite no valor de R$ 300,00 cada e 3 Análises de água completas no valor de R$ 300,00 cada/Agroindústria Margori – Ouro Preto, nota 71,01.

3º lugar: 1 Análise de água completa (R$ 350,00), 1 Análise Físico Química do Leite (R$ 170,00) e 1 Análise Físico Química do Queijo (R$ 235,00)/Agroindústria Por do Sol – Guajará-Mirim, 70,74.

CATEGORIA QUEIJO MINAS PADRÃO

1º Lugar: Missão Técnica (Recurso financeiro) de R$ 5.600,00 e recurso financeiro de R$ 3.000,00/Sítio Santa Paulina – Alta Floresta, 75,06.

2º lugar: 10 Análises Microbiológicas do Leite no valor de R$ 230,00 cada e 2 Análise Microbiológica do Queijo no valor de R$ 300,00 cada/Agroindústria Tomy Leite – Colorado do Oeste, nota 71,73.

Concurso contou com total de 29 inscrições realizadas, em diferentes categorias

3º lugar: 1 Análise de água completa (R$ 350,00) e 2 Análises Físico Química do Leite (R$ 170,00 cada)/Laticínio Lírio do Vale – Rio Crespo, nota 64,44.

CATEGORIA QUEIJO MASSA FILADA – FORMATOS NOZINHO E CABACINHA

1º lugar: Missão Técnica (Recurso financeiro) de R$ 5.600,00 e recurso financeiro de R$3.000,0/Agroindústria Vale da Esperança – Itapuã do Oeste, 78,44.

2º lugar: 3 Análises de água completa no valor de R$ 350,00 cada, 1 Análise Microbiológica do Queijo no valor de R$ 300,00 e 7 Análises Físico Química do Queijo no valor de R$ 235,00 cada/Agroindústria Marcon – Presidente Médici, 78,18.

3º lugar: 2 Análises Físico Química do Leite (R$ 170,00 cada),  1 Análise Microbiológica do queijo no valor de R$ 300,00 e 1 Análise Físico Química do Queijo no valor de R$ 235,00/Agroindústria Lacklein – Candeias do Jamari, 76,65.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA