PORTO VELHO

TJ RO

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é celebrado no dia 21 de setembro

TJ RO

 A foto mostra um estacionamento com vagas destinadas a pessoas com deficiência física

Uma jornada cheia de lutas, avanços e conquistas

O dia 21 de setembro marca a construção de mobilizações para a inclusão social de pessoas com deficiência, conscientização da luta anti-capacitista e celebração destes movimentos. No Tribunal de Justiça de Rondônia, as iniciativas para atender aos direitos assegurados por lei estão sendo ampliadas a cada dia. 

O Fórum Geral César Montenegro, agrega quase 100% dos atendimentos ao público da capital, e conta com uma estrutura preparada para receber e atender a população com algum tipo de deficiência. Rampas, elevadores, vagas de estacionamentos, banheiros adaptados, calçadas com piso tátil, dimensões compatíveis com o giro da cadeira de rodas e etc.. A foto mostra a faixada de uma edifício do poder judiciário

As unidades do Poder Judiciário são dotadas dos principais elementos que garantem acessibilidade universal, respeitando as normas da lei 10.098, que estabelece critérios básicos para acessibilidade a portadores de deficiência ou com mobilidade reduzida. 

“O direito à acessibilidade, dentre os direitos da pessoa com deficiência, ocupa um lugar de extrema importância, pois permite o acesso a espaços públicos e privados como forma de integração à sociedade”, ressalta Alexandro Pinheiro do Nages, Núcleo de Acessibilidade, Inclusão e Gestão Socioambiental.

Leia Também:  Audiência pública divulga as notas das provas orais do concurso de Cartórios

Cenário 

O Brasil conta com cerca de 17 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Segundo o IBGE, 7,8 milhões de pessoas apresentam deficiência física nos membros inferiores; e cerca de 5,5 milhões de pessoas nos membros superiores. A acessibilidade em todos os lugares  está paralelamente ligada com a infraestrutura desses espaços. 

“A falta de acessibilidade é uma grande barreira, uma vez que impede, muitas vezes, a locomoção, a comunicação e até mesmo o direito à informação. Assim sendo, a luta deve ser constante, e o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência é uma oportunidade para demonstrar força na busca pelos direitos dessas pessoas”, finalizou Alexandro.

A foto mostra uma vaga de estacionamento destinada a pessoa com deficiência

Assessoria de Comunicação Institucional

Fonte: TJ RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TJ RO

TJRO recebe estudantes da Associação Luz do Alvorecer

Publicados

em

luzAlvorecer2

O Tribunal de Justiça de Rondônia recebeu, nesta sexta-feira (30), os estudantes da Associação Luz do Alvorecer (Aluz). A instituição desenvolve programas sociais voltados para pessoas com vulnerabilidade econômica, por meio do acolhimento e oferta de ações educacionais, culturais e na área da saúde. 

Em parceria com o Senac, a instituição está oferecendo o curso de Operador de Computador para jovens e adultos, como uma oportunidade de formação profissional para que tenham mais chances no mercado de trabalho. Assim, como parte da grade curricular do curso de 196 horas, os estudantes visitaram a Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação – Stic, do Tribunal de Justiça de Rondônia.

luzAlvorecer

Recepcionados pelo diretor do Departamento de Serviços e Infraestrutura, Reginaldo Souza Gadelha, os estudantes puderam conhecer os setores e fazer perguntas aos servidores do departamento para entender como funcionam os sistemas do TJRO. “Para quem se interessa e se capacita, TI é uma área com alta demanda e que sempre precisa de mão de obra qualificada. Nesse sentido, a Associação está oferecendo uma excelente oportunidade profissional a esses jovens para facilitar a entrada deles no mercado de trabalho”, afirma Gadelha.

Leia Também:  Glossário da diversidade tem pré-lançamento na Exposição dos 40 anos

A Associação Luz do Alvorecer oferece toda a infraestrutura necessária para a realização do curso. “Temos como objetivo incentivar e contribuir para o desenvolvimento de vulneráveis sociais e econômicos, com o olhar voltado para a igualdade e justiça social. Além da formação profissional, estamos moldando indivíduos responsáveis e conscientes de seus deveres para com a sociedade e despertando, também, espírito empreendedor e de autogestão profissional”, afirma Melissa Cardoso, coordenadora do projeto.

luzAlvorecer3

Já o Senac disponibiliza o professor Jocelio Araújo e todo o conteúdo programático do curso, capacitando os alunos para instalação, configuração e operação de computadores em sistemas operacionais e softwares de internet. 

Natural de Cuba, Mário Sérgio era engenheiro hidráulico em seu país, porém ainda não conseguiu validar seu diploma para exercer a profissão no Brasil. O estudante viu no curso uma excelente oportunidade para ingressar no mercado de trabalho brasileiro. “Entrei no curso para melhorar meu currículo e conseguir mais oportunidades de emprego. A área da informática é muito demandada, acredito que se eu me empenhar nas aulas, logo conquistarei o meu objetivo”, avalia o estudante.

Leia Também:  Tribunal de Justiça de Rondônia lança processo seletivo para provimento de vagas de estágio para níveis médio e superior

Assessoria de Comunicação Institucional

Fonte: TJ RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA