PORTO VELHO

Rondônia

Três vagas remanescentes de mestrado para professores da Rede Estadual de Ensino estão abertas até 22 de maio

Rondônia

A Seduc tem incentivado seus servidores a formação continuada em Rondônia

A inscrição para concorrer as três (3) vagas remanescentes da turma de Mestrado do programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em História – PPGH para professores da Rede Estadual de Ensino, podem ser realizadas até às 23h59 do dia 22 de maio pela internet no site eletrônico. O pagamento mensal feito pelo servidor corresponderá ao investimento de 10% do valor integral da mensalidade do respectivo curso, o restante será custeado pela Secretaria de Estado da Educação – Seduc.

Para participar do processo seletivo é necessário ter currículo atualizado cadastrado na Plataforma Lattes. O valor da inscrição é de R$ 200 (duzentos reais) e será custeado integralmente pelo candidato. Uma vez aceito o pedido de inscrição, o deferimento ou a homologação será informado no e-mail cadastrado no formulário de inscrição.

O processo de seleção consistirá em duas etapas: análise de currículo e entrevista individual. Durante a entrevista, que ocorrerá por meio de plataforma online (Google Meet), os candidatos serão arguidos sobre seu perfil acadêmico e sua inserção na área do conhecimento, em especial sobre sua trajetória profissional.

Leia Também:  Parceria entre Sedam e Ibama prevê reativação do Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres em Rondônia

Cumpre destacar que a Seduc tem atuado bastante no desenvolvimento de políticas públicas educacionais, visando a transformação em seus quadros profissionais, no que diz respeito à capacitação e à qualificação profissional, por meio de cursos de formação, profissionalização, aperfeiçoamento e especialização em instituições credenciadas.

QUEM PODE SE CANDIDATAR

O participante deve comprovar, cumulativamente, os requisitos previstos na Portaria n°2265. Sendo que uma delas é ser servidor efetivo e estável do Estado, professor atuando em sala de aula, nas áreas previstas do público-alvo no Edital, pertencendo ao quadro de servidor ativo e não se encontrar aposentado.

Poderão candidatar-se ao curso de mestrado os portadores de diploma de graduação, obtido em curso de nível superior reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC, nas áreas de história, geografia, filosofia ou sociologia e que atuem em sala de aula nas respectivas áreas do conhecimento.

As informações estão dispostas no 2º termo aditivo do Edital nº 01/2022. Em função do não preenchimento de vagas, todas as demais disposições do Edital permanecem inalteradas.

Leia Também:  Quase metade dos domicílios rondonienses tem alguém que recebeu auxílio relacionado à pandemia

SOBRE O PROGRAMA

A iniciativa tem a parceria da instituição de ensino superior, Associação de Assistência à Cultura na Amazônia Moacyr Grechi – Aascam, com objetivo de elevar a qualidade da Educação e valorização dos profissionais da área; um acordo que faz parte do cumprimento da Meta 13, prevista no Plano Nacional de Educação – PNE e da Meta 16 e 17 do Plano Estadual de Educação – PEE, e busca viabilizar o desenvolvimento dos profissionais da Educação em suas múltiplas modalidades de atuação e elevar a qualidade do ensino público estadual e, consequentemente, impulsionar os indicadores educacionais do Estado.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Na Rondônia Rural Show, visitantes são orientados que dirigir sob efeito de bebida alcoólica é crime de trânsito

Publicados

em

Usuários são orientados e convidados a fazerem o teste do etilômetro, na Rondônia Rural Show

Entre as orientações que os visitantes do estande do Departamento Estadual de Trânsito – Detran na Rondônia Rural Show, recebem, estão esclarecimentos sobre a legislação que proíbe o condutor dirigir veículo automotor sob influência de bebida alcoólica. O Diretor Técnico de Fiscalização e Ações de Trânsito – Dtfat, Welton Roney Nunes Ribeiro explica que o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, deixa claro que a pessoa que dirigir sob influência de bebidas alcoólicas comete infração gravíssima. “A infração está prevista no artigo 165, e como crime de trânsito, no artigo 306”.

O condutor que for flagrado dirigindo embriagado será preso, e terá que pagar fiança estipulada pela autoridade policial e ainda será multado em dez vezes o valor de uma multa de infração gravíssima, ou seja, irá pagar no valor atualizado R$ 2.934,70 mediante as circunstâncias, o motorista responde processo criminal e será instaurado processo de suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

O Detran Rondônia está realizando orientações a respeito dos Artigos 165 e 306 do CTB, que tratam especificamente sobre a Operação Lei Seca e ainda explicando como  funcionam os etilômetros passivo e ativo, que foram demonstrados na feira.

“Nosso objetivo é que o cidadão tenha consciência de que, se ingerir bebida alcoólica, não dirija, pois estará colocando a própria vida em risco e também de outras pessoas”, disse Welton Ribeiro.

Leia Também:  Porto Velho: Setor chacareiro Nova Aliança é atendido pela Semagric

Antônia Calixtro fez questão de visitar o estande do Detran Rondônia com a família, participou das atividades de educação e de orientação de trânsito e elogiou o trabalho que o Detran Rondônia realiza no Estado, em prol de um trânsito mais seguro. Ela contou que no dia anterior, havia perdido à uma pessoa muito próxima de sua família em um sinistro de trânsito na cidade de Cabixi. “A pessoa que provocou o acidente estava conduzindo o veículo embriagada”.

O diretor de Fiscalização afirma que, a pessoa embriagada pode ter redução de até 32% da precisão visual. A bebida alcoólica também afeta a visão periférica, causando um fenômeno conhecido como visão em túnel, que é o afunilamento do campo de visão da pessoa. Nesses casos, a possibilidade de se envolver em acidente de trânsito aumenta.

Antônia Calixtro elogiou o trabalho do Detran Rondônia

DADOS ESTATÍSTICOS

Nos primeiros quatro meses deste ano foram flagrados, na Operação Lei Seca em Rondônia, dirigindo embriagados, 1.112 condutores. A média mensal dos últimos seis meses é de 180 por mês; um número considerado alto, acima da média nacional.

INVESTIMENTOS

O Detran Rondônia investiu cerca de R$ 1,5 milhão na aquisição de etilômetros Alcolizer, que apresentam tecnologia avançada, a qual consegue detectar presença de álcool no ar sem a necessidade do condutor fazer o teste assoprando no bico do aparelho. A Operação Lei Seca ficou mais dinâmica e passou a flagrar mais condutores embriagados e automaticamente oferecendo mais segurança no trânsito, para a sociedade.

Leia Também:  Anvisa publica lista com produtos que podem substituir o álcool 70%

PENALIDADES

A penalidade para quem bebe e dirige é dividida em duas vertentes. Se o teste do etilômetro identificar nível até 0,33 miligramas de álcool por litro de ar alveolar expelido, a pessoa vai responder processo administrativo, conforme o atrigo 165 do CTB.

Caso o etilômetro registre a partir de 0,34 miligrama de álcool por litro de ar alveolar expelido, caracteriza crime de trânsito conforme previsto no artigo 306 do CTB; o condutor é preso em flagrante e conduzido à Central de Polícia. Para responder em liberdade, o condutor tem que pagar fiança estipulada pelo delegado que conduziu o flagrante.

  • Multa prevista no CTB para infração gravíssima é de R$ 293,70, multiplicado por 10 vezes, valor de R$ 2.934,70;
  • em caso de reincidência em um período de 12 meses, a multa dobra de valor;
  • suspensão do direito de dirigir por 12 meses;
  • recolhimento da Carteira Nacional de Habilitação – CNH do motorista;
  • retenção do veículo, e
  • no caso específico de crime de trânsito, o condutor preso em flagrante é  conduzido à Central de Polícia, responde processo criminal e terá que pagar fiança para responder o crime em liberdade, caso contrário é conduzido ao sistema carcerário.
Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA