PORTO VELHO

Rondônia

Visitas técnicas são intensificadas nas unidades do Detran em Rondônia; medida visa melhorar atendimento ao usuário

Rondônia


Visita técnica na Ciretran de Buritis

O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), intensifica as visitas técnicas em todas as unidades da autarquia no interior, para constatar como está sendo realizado o atendimento ao usuário na pandemia, bem como verificar in loco a situação dos pátios de custódia e como as autoridades locais estão tratando a questão da municipalização e dos projetos de educação de trânsito e parcerias.

Cumprindo determinação do diretor-geral do Detran, coronel Neil Gonzaga, a diretora adjunta, Benedita Oliveira, visitou seis municípios da região do Vale do Jamari, no período de 25 a 29 de maio, são eles: Cujubim, Rio Crespo, Alto Paraíso, Monte Negro, Campo Novo de Rondônia e Cacaulândia.

Além de ouvir as demandas dos servidores de cada localidade, Benedita Oliveira ressaltou a importância das ações de educação de trânsito objetivando a redução das infrações e acidentes, que geralmente resultam em casos graves e até mortes.

Cada Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) recebeu um tablete para auxiliar nas ações de trânsito, principalmente na produção de vídeos educativos para serem divulgados nas mídias sociais da autarquia, no sentido de levar informações à população por meio da internet, tendo em vista que as ações presenciais foram reduzidas por causa da pandemia da covid-19.

Leia Também:  ROLIM DE MOURA:  SINSEZMAT discute atraso de pagamento em assembleia com os servidores municipais da Saúde

A diretora adjunta, esteve reunida também com prefeitos, vereadores, secretários de educação e outras autoridades locais para tratar sobre a relevância da municipalização do trânsito, ou seja, a integração do município ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT). Dessa forma, os municípios, dentro de sua realidade local, trabalham o trânsito da cidade, por meio da criação de órgãos executivos municipais de Trânsito.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Rondônia

Nota de repúdio da Ameron: Ameaças à juíza Karina Miguel Sobral

Publicados

em

Entendemos essa ameaça como uma ação criminosa, sendo dirigida não somente à magistrada, como também ao Poder Judiciário que ela representava naquela comarca

A Associação dos Magistrados de Rondônia (Ameron) vem a público manifestar solidariedade à juíza Karina Miguel Sobral, que atuava na comarca de Guajará-Mirim, em face das ameaças que tem recebido. A Ameron repudia toda tentativa de intimidação, de qualquer intensidade, que tenha como objetivo coibir o exercício da judicatura rondoniense notoriamente reconhecida como forte, pujante e independente e, igualmente, condena qualquer ação que apresente riscos inerentes à integridade física de qualquer de seus  magistrados.

Entendemos essa ameaça como uma ação criminosa, sendo dirigida não somente à magistrada, como também ao Poder Judiciário que ela representava naquela comarca. Ações desta natureza devem ser combatidas de maneira intolerante, uma vez que o Poder Judiciário tem como premissa a não violência e a imposição rigorosa de meios e formas legais para solucionar os conflitos sociais.

A Ameron repudia o ato criminoso, oriundo de pessoas que, insatisfeitas com as decisões judiciais, procuram coagir ou silenciar seus legítimos representantes mediante atitudes que atentam contra o Estado Democrático de Direito, pois a violência contra a magistratura se constitui como um crime que atinge diretamente o Poder Judiciário.

Leia Também:  Emater promove webinar para apresentar propostas a equipe técnica; iniciativa visa preservar florestas

Esta Associação, porta-voz dos seus associados, sempre assegurará a todos os cidadãos rondonienses que os magistrados deste Estado jamais vão recuar e tampouco se acovardar diante de qualquer ação ameaçadora ou agressiva dirigida contra um Juiz ou Desembargador. Estes sempre continuarão a exercer as funções do seu cargo e a cumprir a missão em pacificar os conflitos sociais de maneira justa, célere e equilibrada, tomando como base a Constituição Federal e as leis do país.

A Ameron requer a adoção imediata de todas as providências junto às instituições deste Estado que são responsáveis pela segurança pública, para a apuração e a punição exemplar dos responsáveis por este ato deplorável.

Porto Velho, 22 de junho de 2021

Euma Mendonça Tourinho

Presidente da Ameron

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA