PORTO VELHO

Saúde

Covid-19: Sesau suspende visitas e acompanhantes no pronto-socorro João Paulo II

Saúde

Devido à incidência dos casos da covid-19 em Rondônia e com a finalidade de evitar a disseminação do vírus em ambiente hospitalar, ficando estipulado a suspensão de visitas e acompanhantes de pacientes, temporariamente no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, em Porto Velho.

A medida foi adotada desde o último dia 24 de junho, por orientação da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – CCIH, visando garantir a segurança de pacientes, profissionais de saúde e transitantes. De acordo com Madson Albuquerque, diretor-geral do João Paulo II, diariamente, cerca de 200 pessoas acessam o pronto-socorro para visitação e acompanhamento dos pacientes. Conforme registros, em um dia de testagens realizadas em um pequeno ambulatório montado na recepção da Unidade de Saúde, foram diagnosticados três casos positivos para covid-19, entre os acompanhantes.

O diretor explica também que será mantida a permanência de acompanhantes para pacientes amparados por lei, como nos casos de idosos, gestantes, menores de 18 anos e pessoas com alguma deficiência, desde que estes acompanhantes não apresentem sintomas gripais. “Para transitar na unidade, todos devem atender às regras de proteção, que são: utilização de máscara em todas as dependências e uso de calçados fechados”, detalha o diretor. Outra regra adotada na unidade de saúde é a não utilização de adornos, como brincos, relógios e anéis.

Leia Também:  Vacina brasileira contra a Covid pode ser testada em humanos em 2023

Outra medida adotada na unidade hospitalar relaciona-se a todos os pacientes que forem internados, estes serão testados antes de serem acomodados. Os pacientes que já estão internados e que por ventura apresentarem sintomas gripais serão testados pela equipe de saúde, assim como os servidores. Todos serão atendidos no ambulatório de Saúde do Trabalhador, montado no JP II.

Campanha

Além dessas ações, o diretor Madson Albuquerque esclarece que uma campanha de vacinação está sendo programada para imunizar pacientes e servidores que trabalham no Pronto Socorro João Paulo II.

A população pode buscar imunização contra a covid-19 em postos de vacinação da prefeitura de suas cidades e em locais estabelecidos pelas secretarias municipais de saúde, específicas para a vacinação.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Brasil registra 1.023 novos casos e 66 mortes por covid-19 em 24 horas

Publicados

em

As secretarias estaduais e municipais de Saúde registraram 3.203 novos casos de covid-19 em 24 horas em todo o país. De acordo com os órgãos, foram confirmadas também 66 mortes por complicações associadas à doença no mesmo período. 

Os dados estão no boletim do Ministério da Saúde divulgado neste domingo (2). Das 27 unidades da federação, 12 não atualizaram os dados.

O total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus durante a pandemia soma 34.679.533.

O número de casos em acompanhamento de covid-19 está em 129.914. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta e nem resultaram em óbito.

Desde o início da pandemia, o total de óbitos alcançou 686.320. Ainda há 3.203 mortes em investigação. As ocorrências envolvem casos em que o paciente faleceu, mas a investigação se a causa foi covid-19 ainda demanda exames e procedimentos complementares.

Até agora, 33.863.299 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a pouco mais de 97,6% dos infectados desde o início da pandemia.

Aos sábados, domingos e segundas-feiras, o número registrado diário tende a ser menor pela dificuldade de alimentação dos bancos de dados pelas secretarias municipais e estaduais de Saúde. Às terças-feiras, o quantitativo, em geral, é maior pela atualização dos casos acumulados nos fins de semana.

Balanço de dados de covid-19 Balanço de dados de covid-19

Leia Também:  #FERIADO7DESETEMBRO: Operação Independência nas rodovias federais terá foco em velocidade, ultrapassagens e embriaguez
Balanço de dados de covid-19 – 02/10/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (174.854), Rio de Janeiro (75.695), Minas Gerais (63.780), Paraná (45.348) e Rio Grande do Sul (41.092).

Já os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.029), Amapá (2.163), Roraima (2.173), Tocantins (4.204) e Sergipe (6.437).

Edição: Bruna Saniele

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA