PORTO VELHO

Saúde

COVID-19 – Vacinação no Porto Velho Shopping tem horário modificado

Saúde


Os dois pontos de atendimento mantidos pela Prefeitura seguem com a imunização

Imunização no Porto Velho Shopping segue das 14h às 19hA vacinação contra a covid-19 no Porto Velho Shopping seguirá, até a próxima sexta-feira (8), com alteração quanto ao horário de atendimento. As equipes de vacinadores atenderão das 14h às 19h. No prédio da Escola do Legislativo, no bairro Arigolândia, o atendimento segue das 9h às 16h.

Nestes locais são ministradas 1ª, 2ª e 3ª doses. É necessário apresentar documento com fotografia, carteira de vacinação e carteira do SUS.

A gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes, manifestou preocupação com o fato de que é cada vez maior o contingente de pessoas que deixa de buscar a imunização a partir dos 12 anos. “É importante que os pais dos adolescentes os estimulem a busca pela única proteção garantida contra a covid-19”.

A relevância da imunização é maior por conta das iniciativas para conter a variante delta, transmitida com maior rapidez e apresenta sintomas que podem ser confundidos com gripe.

“A pandemia precisa ser combatida com todos os esforços e a vacina é a principal arma, é a melhor forma de proteger contra a doença”, reforçou a gerente de Imunização.

60 ANOS

Leia Também:  Emenda do presidente Alex Redano vai garantir equipamentos para lavanderia do hospital de Cabixi

Acima de 60 anos, e com esquema vacinal completo há 180 dias, pode receber o reforçoO início da vacinação com a 3ª dose para idosos a partir dos 60 anos deve apresentar, nos primeiros dias, pouca demanda. Segundo Elizeth Gomes, isto ocorre porque vários critérios estavam em vigor na aplicação da 1ª dose e isto reflete nos prazos para a 2ª e 3ª doses, consequentemente.

A idade e a ordem de cadastro no aplicativo SASI, por exemplo, foram determinantes no atendimento.

Nas próximas semanas o número de habilitados para a 3ª dose deve ser maior e a estrutura de vacinação será alterada para que todos possam ser atendidos com todo conforto.

Estão aptos para receber a 3ª dose as pessoas que completaram o esquema vacinal há 180 dias e pessoas com baixa imunidade (os chamados imunossuprimidos) que tomaram a segunda dose há ao menos 28 dias.

SERVIÇO

Local: Porto Velho Shopping
Endereço: Avenida Prefeito Chiquilito Erse com avenida Calama (zona Norte)
Horário: das 14h às 19h

Local: Escola do Legislativo
Endereço: Rua Major Amarante, 390, bairro Centro
Horário: 9h às 16h

Texto: Semusa
Foto: Leandro Morais

Leia Também:  PREVENÇÃO - Pit stop marca dia D de combate ao Aedes aegypti

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Rondônia recebe a terceira remessa de imunizantes pediátricos contra a covid-19

Publicados

em


São 16.000 doses da Pfizer, nessa terceira remessa, que serão usadas na imunização de crianças do Estado

O Governo do Estado de Rondônia recebeu nesta terça-feira (25), por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), mais um lote das doses de vacinas pediátricas. São 16.000 doses da Pfizer, nessa terceira remessa, que serão usadas na imunização de crianças do Estado.

Com essas últimas doses enviadas pelo Ministério da Saúde (MS), Rondônia contabiliza 3.127.338 doses de vacinas contra a covid-19, sendo:

• CORONAVAC – 721.648;
• ASTRAZENECA – 919.150;
• PFIZER – 1.382.940;
• JANSSEN – 64.400;
• PFIZER PEDIÁTRICA – 39.200.

“O Governo do Estado vem se empenhando em fazer a distribuição das vacinas, o mais rápido possível, para que todas as nossas crianças sejam imunizadas”, declara Edilson Silva, diretor executivo da Agevisa.

A vacinação de crianças segue de forma regressiva e atualmente dá-se prioridade aos pacientes com comorbidades, ou crianças sem comorbidades e que tenham 11 ou 10 anos. Essa faixa etária deve mudar de acordo com os próximos lotes recebidos, que possibilitarão com que a vacinação atenda um número maior de pessoas.

Leia Também:  INSS, FGTS, IR, empréstimo: o que muda e o que não muda na sua vida com a pandemia

“Recebemos os lotes enviados pelo Ministério da Saúde, que serão distribuídos às seis Regionais de Saúde, o mais breve possível. As Regionais irão realizar o envio aos municípios, conforme a população de cada um deles, segundo levantamento que está sendo finalizado”, declara Ivo Barbosa, coordenador estadual de Imunização da Agevisa.

O Governo de Rondônia convida os pais e/ou responsáveis para que possam iniciar o esquema vacinal de seus filhos, visando à importância da imunização. Dessa forma, a população que deseja receber sua dose de vacina, basta se direcionar à uma Unidade Básica de Saúde mais próxima.

É importante que a pessoa que vai ser vacinada esteja atenta à data de retorno à Unidade de Saúde, que está registrada no cartão. “Lembrando que o intervalo preconizado entre a primeira e segunda dose, para todas as vacinas no estado de Rondônia, é de 28 dias. Quanto à dose de reforço (terceira dose), o intervalo é de quatro meses após a segunda dose, e de 28 dias para as pessoas imunossuprimidas”, observa o diretor Edilson Silva.

Leia Também:  Emenda do presidente Alex Redano vai garantir equipamentos para lavanderia do hospital de Cabixi

SINTOMAS E VACINAÇÃO

O diretor também alerta que tendo em vista a incidência de síndromes gripais, incluindo a influenza, se qualquer pessoa apresentar sintomas, ou notar a presença de febre nas últimas 24 horas é indicado o adiamento da vacinação até a resolução do quadro. E para aqueles expostos à covid-19, que testaram positivo ou tiveram contato com algum paciente infectado, a recomendação é de que mantenham pelo menos 10 dias de isolamento, antes de realizarem a sua imunização.

“Enquanto o vírus estiver em circulação, e não tenhamos alcançado toda a população vacinável, para evitar o aumento do número de casos mais graves e de óbitos, ainda é necessário que além de tomar as doses recomendadas, deve-se continuar mantendo as medidas de prevenção, como o distanciamento social, usar máscaras e higienizar sempre as mãos com água e sabão ou álcool em gel, e não se esquecer de higienizar também seus objetos de uso pessoal e produtos comercializados”, finaliza o diretor.

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA