PORTO VELHO

Saúde

Deputado Alex Redano acompanha entrega da vacina contra o coronavírus aos municípios do Vale do Jamari

Saúde

Parlamentar diz que vacina renova a esperança Ariquemes recebeu as doses para atender a região do Vale do Jamari
Na tarde desta quarta-feira (20) Ariquemes recebeu as primeiras doses da vacina que atenderão aos municípios do Vale do Jamari. O Governo de Rondônia entregou mais de três mil doses da vacina contra a Covid-19 para o polo de Ariquemes, responsável pela distribuição nas cidades que fazem parte da região do Vale do Jamari: Ariquemes, Machadinho D’Oeste, Rio Crespo, Alto Paraíso, Buritis, Cacaulândia, Campo Novo de Rondônia, Cujubim e Monte Negro. Somada, a população desses municípios chega a mais de 300 mil habitantes.

O deputado estadual Alex Redano (Republicanos) acompanhou a entrega das vacinas em Ariquemes. “Essa entrega realizada pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha, acompanhado pelo secretário de Estado da Saúde, Fernando Máximo, e recebidas pela prefeita de Ariquemes Carla Redano (Patriota), é um marco na história de Ariquemes, estamos em um momento difícil, mas como tudo tem um fim, logo a pandemia irá passar e voltaremos às nossas vidas rotineiras com a família e amigos”, frisou o deputado.

Leia Também:  #ALERO: Língua Espanhola será obrigatória no Ensino Médio a partir de 2019 em Rondônia

Redano lembrou que a imunização acontecerá em duas doses, no intervalo de 14 dias. Sendo neste primeiro momento, feita em profissionais da Saúde que estão na linha de frente do combate ao coronavírus.

A primeira pessoa vacinada no município foi o médico Agamenon Campos Souza, que emocionado, contou a alegria que sentiu ao receber a notícia. “Na última sexta-feira (15), completei 75 anos, essa vacina é um presente e tanto, fiquei tão feliz quando soube que logo liguei para os amigos informando. Vocês nem imaginam o quanto isso é importante pra mim”, conta ele, que dedicou 40 anos ao trabalho na saúde, em Ariquemes.

Mesmo com o início da vacinação, o médico pede que todos continuem mantendo os cuidados para evitar a propagação do coronavírus, até que todos estejam imunizados. Quem o vacinou foi a enfermeira, Milena Pietrobon, secretária Municipal de Saúde.

“Como o governador falou, esse é um momento de renovação da esperança, estaremos imunizando aqueles que estão salvando vidas”, disse a prefeita de Ariquemes, Carla Redano, ao destacar que as doses, neste primeiro momento, serão destinadas aos profissionais da Saúde.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Cinco superalimentos que combatem o colesterol perigosamente elevado

Publicados

em

O colesterol é uma substância que existe naturalmente no organismo e que por si só não representa qualquer perigo para a saúde.

Contudo, e conforme explica um artigo publicado no site da AdvanceCare, é quando existe inflamação que a lipoproteína de baixa densidade – o LDL, também conhecido por colesterol ‘mau’-, começa a formar placas e coágulos, fixando-se nas paredes das artérias, bloqueando a circulação sanguínea e consequentemente aumentando o risco de ocorrência de ataque cardíaco ou de AVC.

Entretanto, ao invés, o HDL – colesterol ‘bom’ – contribui para a ‘limpeza’ do LDL. Conduzindo a substância nociva para ser metabolizada pelo fígado, evitando por sua vez a acumulação de gorduras na corrente sanguínea.

Por outras palavras, existe um tipo de colesterol que funciona a favor da nossa saúde. Todavia, níveis perigosamente elevados de LDL são uma fonte real de preocupação e uma ameaça iminente para a saúde.

Chá verde

Este poderoso chá é uma fonte natural de antioxidantes, combate o envelhecimento das células e combate os índices elevados de LDL.

Leia Também:  CELEBRAÇÃO - Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha terá extensa programação em Porto Velho

Leguminosas

Alimentos como feijão, ervilhas ou lentilhas reduzem a absorção de colesterol. As leguminosas são ricas em pectina, que diminuem ativamente os níveis de LDL e do colesterol total. E como se não bastasse a substância estimula a produção de HDL.

Alho

O alho é abundante em alcina, um componente que leva à redução do colesterol ‘mau’.

Romã

De acordo com um estudo da Academia Nacional de Ciências espanhola, o suco da romã reduz a acumulação de resíduos de colesterol, aumentando a produção de ácido nítrico. Aumentando igualmente o HDL, e assim reduzindo o risco de aterosclerose – a acumulação de gordura nas artérias.

Salmão

Este peixe não só é saboroso como uma excelente fonte de ômega 3, um ácido gordo essencial cujo consumo regular já foi associado a taxas menores de doenças cardiovasculares e até de depressão. A sardinha e o atum também são ricos em ômega 3.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA