PORTO VELHO

Saúde

Edição 443 – Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

Saúde

 

Dos 233.425 casos de covid-19 em Rondônia, 78.295 são de Porto Velho

 

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço de dados referente aos casos de covid-19 no Estado.

Neste domingo (6) foram consolidados os seguintes resultados:

Casos confirmados – 233.425
Casos ativos – 6.748 (2,89%)
Pacientes recuperados – 220.854 (94,61%)
Óbitos – 5.823 (2,49%)
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 297
Pacientes internados na Rede Privada – 30
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 100
Pacientes internados na Rede Filantrópica – 6
Total de pacientes internados – 433
Pacientes aguardando leitos: 0
Testes Realizados – 612.010
Aguardando resultados do Lacen – 214

* População vacinada:
1ª Dose – 279.755
2ª Dose – 130.937

  • Total de doses aplicadas: 410.692

Vacinas recebidas:

* CoronaVac: 331.308

* AstraZeneca: 279.950

* Pfizer: 21.060

(Dados obtidos às *17:35h)

No Estado, os números de casos confirmados, recuperados e de óbitos, desde o primeiro registro em 20 de março de 2020 até hoje (6 de junho de 2021), por covid-19 são:

TOTAL DE CASOS EM RONDÔNIA – 6/6/2021
Município Casos Totais Óbitos Totais Curados Totais
Porto Velho 78.295 2.372 74.278
Ariquemes 20.276 446 19.248
Ji-Paraná 17.157 502 16.267
Cacoal 12.484 254 11.856
Vilhena 12.204 232 11.364
Jaru 7.097 160 6.868
Machadinho D’Oeste 6.112 91 5.779
Rolim de Moura 6.047 155 5.696
Pimenta Bueno 5.643 86 5.243
Guajará-Mirim 5.330 210 5.098
Buritis 4.469 62 4.287
Ouro Preto do Oeste 4.378 128 4.144
Alta Floresta D’Oeste 3.770 63 3.635
Candeias do Jamari 3.626 75 3.456
Presidente Médici 3.238 69 3.030
Nova Mamoré 3.154 71 2.939
Espigão D’Oeste 3.027 58 2.822
Cerejeiras 2.326 57 2.206
São Miguel do Guaporé 2.230 46 2.072
São Francisco do Guaporé 1.991 44 1.906
Colorado do Oeste 1.972 31 1.788
Cujubim 1.815 36 1.745
Alto Paraíso 1.756 44 1.689
Nova Brasilândia D’Oeste 1.681 26 1.559
Monte Negro 1.549 30 1.394
Costa Marques 1.464 29 1.253
Alto Alegre dos Parecis 1.418 44 1.351
Itapuã do Oeste 1.334 18 1.202
Chupinguaia 1.321 18 1.295
Seringueiras 1.262 14 1.227
Urupá 1.173 32 1.133
Campo Novo de Rondônia 1.104 22 1.069
Vale do Anari 1.070 21 982
Alvorada D’Oeste 1.042 25 998
Mirante da Serra 973 11 930
Santa Luzia D’Oeste 864 16 817
Cacaulândia 800 10 777
Nova União 789 14 760
Theobroma 748 25 703
Vale do Paraíso 744 25 715
Cabixi 723 17 657
Corumbiara 671 16 622
Governador Jorge Teixeira 604 21 563
Novo Horizonte do Oeste 574 22 543
Rio Crespo 552 9 528
Teixeirópolis 517 8 501
Ministro Andreazza 473 14 454
São Felipe D’Oeste 415 8 383
Pimenteiras do Oeste 408 16 388
Parecis 327 7 247
Castanheiras 258 6 233
Primavera de Rondônia 170 7 154
Total geral 233.425 5.823 220.854
Leia Também:  Presidente Laerte Gomes apresenta anteprojeto de Lei que cria o fundo para construção de novo pronto socorro na Capital

Em Rondônia, nas últimas 24 horas foram registrados os seguintes resultados para covid-19:

ÚLTIMAS 24 HORAS
MUNICÍPIOS CASOS CONFIRMADOS ÓBITOS
Porto Velho 64
Ariquemes
Ji-Paraná 22
Cacoal
Vilhena 26
Jaru 3
Machadinho D’Oeste
Rolim de Moura 1 1
Pimenta Bueno
Guajará-Mirim
Buritis 6
Ouro Preto do Oeste
Alta Floresta D’Oeste 3
Candeias do Jamari
Presidente Médici
Nova Mamoré
Espigão D’Oeste
Cerejeiras 2
São Miguel do Guaporé
São Francisco do Guaporé
Colorado do Oeste
Cujubim
Alto Paraíso
Nova Brasilândia D’Oeste 3
Monte Negro
Costa Marques
Alto Alegre dos Parecis 1
Itapuã do Oeste
Chupinguaia
Seringueiras
Urupá
Campo Novo de Rondônia
Vale do Anari
Alvorada D’Oeste 31
Mirante da Serra
Santa Luzia D’Oeste
Cacaulândia 4
Nova União
Theobroma
Vale do Paraíso
Cabixi
Corumbiara 1
Governador Jorge Teixeira
Novo Horizonte do Oeste
Rio Crespo
Teixeirópolis
Ministro Andreazza
São Felipe D’Oeste 1
Pimenteiras do Oeste
Parecis
Castanheiras
Primavera de Rondônia
Total geral 168 1

ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES:

  • Os valores obtidos podem não representar o número real de casos, visto que o sistema e-sus se manteve instável, dificultando o registro de casos pelos municípios.
  • Nas últimas 24 horas foi registrado um óbito por covid-19 em Rondônia, sendo esse, um homem de 66 anos de Rolim de Moura.
Leia Também:  Moradores de União Bandeirantes aguardam com expectativa documento definitivo do imóvel Está prevista para novembro a entrega de aproximadamente 3.500 títulos definitivos

Segundo a Agevisa, os dados são analisados diariamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), que acompanha também a investigação epidemiológica feita pelas equipes de Saúde nos municípios para checagem de dados.

Para informações detalhadas e relatórios na íntegra, acesse o Portal Coronavírus em Rondônia, por meio do endereço: coronavirus.ro.gov.br

Veja todos os relatórios de dados já publicados sobre a covid-19 em Rondônia, clicando no link http://bit.ly/2EzHtco

Os dados de vacinação são adicionados ao sistema diretamente pelos municípios e são dinâmicos.
Para dados atualizados em tempo real, acesse: https://covid19.sesau.ro.gov.br/Home/Vacina

Fonte: Governo RO

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Em recomendação, MPRO e MPF pedem que Estado reconsidere o relaxamento de medidas de enfrentamento à pandemia

Publicados

em

O Ministério Público do Estado de Rondônia (MPRO) e o Ministério Púbico Federal em Rondônia (MPF/RO) emitiram recomendação ao Estado, em que o orientam a reconsiderar algumas medidas que flexibilizaram o distanciamento social, necessárias ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, anunciadas esta semana. Os MPs pedem que sejam realizadas a alteração e a revogação de trechos do Decreto nº 26.134, de 17.06.2021.
No documento, MPRO e MPF recomendam que seja revogado o artigo 4º do Decreto, que liberou a realização de eventos com até 999 pessoas, com distribuição de bebidas alcoólicas, como bares, boates e casas de shows.
Os MPs também pedem que seja analisada, antes da liberação de qualquer atividade não essencial, a prioridade do retorno presencial das atividades educacionais, tema previsto no artigo 11 da norma.
Outro ponto indicado diz respeito à revisão do artigo 3º do Decreto. Sobre esse trecho, as instituições orientam para que seja feita a adequação da forma de liberação da realização de eventos como jantares, casamentos e reuniões, prevendo critérios objetivos de dimensionamento do local, de acordo com o percentual de ocupação, nunca ultrapassando o limite máximo de 150 pessoas, devendo, para tanto, também levar em consideração os dados da epidemiologia.
A recomendação dos MPs, emitida no âmbito do Procedimento Administrativo nº 2021001010010560, considera o elevado número de óbitos ainda registrados em Rondônia, a predição do comportamento da pandemia no Estado e a possibilidade de retorno presencial das aulas, que poderá ser prejudicado, a partir de um provável incremento de casos.
Ao respaldarem os pedidos, MPRO e MPF ressaltam que o Decreto nº 26.134, de 17.06.2021, prevê em seu artigo 11 o retorno gradual das atividades educacionais presenciais regulares nas redes pública e privada do Estado e alertam que a liberação de eventos que causem aglomeração podem impactar diretamente nas taxas de contaminação da doença, possivelmente, inviabilizando a retomada do ensino presencial, elevando o já incontável prejuízo causado aos alunos.
Conforme pontuam as instituições, embora não haja fila de espera para internação de pacientes, atualmente, em Rondônia, na data da recomendação, Boletim da SCI informava a existência de  7.524 (3,11%) casos ativos da covid-19, 415 pacientes internados e 955 pessoas aguardando resultados de exames.
A predição do comportamento da pandemia, referente ao período de 14 a 20 de junho de 2021, menciona que o número de óbitos registrados permanece em valores elevados, sendo estes similares aos do pico da primeira onda, mostrando que a situação não está controlada no Estado, que figura, inclusive, com uma das maiores médias de morte a cada 100 mil habitantes em razão da doença.
Assinam a recomendação o Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira; o Promotor de Justiça Julian Imthon Farago (Coordenador do Grupo de Atuação Especial Cível) e o Procurador da República, Raphael Luis Pereira Bevilaqua.

O Estado tem o prazo de 10 dias, após o recebimento da Notificação Recomendatória, para se manifestar acerca do acatamento das providências solicitadas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Transporte Escolar Aquaviário atende alunos nas regiões ribeirinhas
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA