PORTO VELHO

Saúde

Farmacêuticas da Janssen e Sputnik V recebem certificados de boas práticas da Anvisa

Saúde

Documento garante que as empresas estão cumprindo as práticas necessárias para assegurar a qualidade, eficácia e segurança dos medicamentos

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu certificados de boas práticas à farmacêutica Janssen-Cilag e à Inovat Indústria Farmacêutica/ União Química, responsável pela produção da Sputnik V, nesta terça-feira (30).

O documento, necessário para obtenção de medicamentos biológicos, é a garantia que as empresas estão cumprindo as práticas necessárias para assegurar a qualidade, eficácia e segurança dos medicamentos.

A gerência geral de inspeção e fiscalização sanitária da Anvisa concluiu a análise das informações enviadas pela Janssem para as três novas empresas incluídas em sua cadeia global de fabricação.

FABRICAÇÃO DA SPUTNIK V

Já o processo de certificação da empresa Inovat Indústria Farmacêutica ocorreu para a verificar suas condições técnicos operacionais, no período de 8 a 12 de março de 2021, devido às modificações na área fabril efetuadas para adequar o processo de fabricação da Vacina Sputnik V.

A Inovat é a fábrica indicada pela União Química para realizar as operações de formulação, esterilização e envase da vacina, com o insumo farmacêutico ativo que deve ser fabricado nas instalações da Bthek, em Brasília.

Leia Também:  Laerte Gomes é agora Cidadão de Ji-Paraná

Segundo a Anvisa, no caso da Bthek, a União Química permanece em processo para a transferência tecnológica e instalação dos equipamentos necessários para a fabricação do insumo da vacina e ainda não requisitou a inspeção para início das atividades.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Acre

Acre tem confirmado duas variantes da Covid-19; de três casos, duas pessoas já morreram

Publicados

em

O governo do Acre confirmou de forma oficial a circulação de duas variantes do novo coronavíurs no estado. A confirmação veio após o envio de exames ao Laboratório Instituto Carlos Chagas.

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), foram detectadas 2 amostras positivas para a Variante de Atenção (VOC) e 1 amostra para a variante P.2.

A P.2. é uma variante descoberta no Rio de Janeiro que se espalhou pelo país. Já a VOC é uma variante da cepa descoberta em Manaus . de acordo com as autoridades de saúde, as duas vacinas, AztreZeneca e CoronaVac, são eficazes contra as duas variantes.

Das três pessoas contaminadas, duas morreram. Um paciente era residente na zona rural do município de Santa Rosa do Purus, 61 anos, com a data do início dos sintomas em 13/01/2021, relatando febre, tosse e dispneia. Foi internado no Hospital Regional do Juruá no dia 14/01/2021 e evoluiu para óbito no dia 25/01/2021 e a outra vítima fatal era morador de Cruzeiro do Sul, 51 anos, com a data do início dos sintomas 08/12/2020, procurou a unidade hospitalar em 21/12, passou uma semana internado na UTI e foi acompanhado na enfermaria, vindo a óbito por complicações em decorrência da Covid-19 no dia 26/01/2021.

Leia Também:  Homem é internado após tomar “viagra para touro” e ter ereção por três dias

Para ter um panorama completo do estado, foram enviadas amostras de todas as regiões do Acre, levando em conta pacientes com sintomas como dificuldades para respirar, cansaço e pneumonia.

O número de pacientes contaminados com as variantes do vírus pode ser maior, já que o Acre aguarda o resultado de 45 outras amostras que foram enviadas para o Instituto Evandro Chagas.

 

AC 24 HORAS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA