PORTO VELHO

Saúde

PANDEMIA – Porto Velho chega à marca de 300 mil doses de vacinas aplicadas

Saúde


Avanço na imunização reduz o número de novos casos e mortes pela Covid-19

Mais de 300 mil pessoas já receberam a imunização na capitalConsolidada como uma das mais importantes ferramentas de combate à pandemia, a vacinação em Porto Velho alcançou, nesta segunda-feira (2), a marca de 300 mil doses aplicadas. O feito chega após a Prefeitura intensificar a imunização em várias frentes.

Uma das frentes é a vacinação drive-thru, em que a pessoa é vacinada dentro de seu veículo. O município já realizou oito vacinações nesta modalidade, chegando a registrar média acima de 2 mil doses por edição. As ações acontecem na sede da Prefeitura, no Prédio do Relógio. Além disso, a vacinação também segue disponível ao longo da semana em pontos fixos da cidade.

Do total de vacinas aplicadas até o momento, cerca de 75% correspondem à primeira dose. Os 25% restantes já estão com o esquema vacinal completo, seja como segunda dose ou dose única.
Porto Velho vem registrando queda na média móvel de novos casos Mesmo diante de recorrentes atrasos no envio das vacinas por parte do Ministério da Saúde, a Prefeitura conseguiu, ao longo de seis meses, acelerar a imunização e hoje vacina o público com idade a partir dos 25 anos.

Leia Também:  'Convocados para jogar no céu': é o que clube diz à criança sobre tragédia da Chape

O avanço na imunização também é avaliado por números. De acordo com os últimos boletins diários, a capital vem registrando queda na média móvel de novos casos e mortes por Covid-19 e está há dois dias sem registrar óbitos relacionados à doença.

Para a Secretária Municipal de Saúde, Eliana Pasini, o feito é resultado de uma soma de fatores. “Houve muito empenho de servidores, voluntários e parceiros, além do aperfeiçoamento das estratégias de vacinação pela Prefeitura”, afirma.

Texto: Pedro Bentes
Foto: Wesley Pontes e Leandro Morais

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Saúde

Escola do Legislativo promove livre sobre o Setembro Amarelo

Publicados

em


A partir das 17 horas de hoje (15), a Escola do Legislativo (EL), que pertence à Assembleia Legislativa (ALE), presidida pelo deputado Alex Redano (PRB) realiza a primeira live do mês. Como estamos dentro da campanha nacional do “Setembro Amarelo”, de prevenção ao suicídio, a escola dos deputados promove debate relacionado ao tema.  

A live Setembro Amarelo, da Escola do Legislativo, tem a participação da psicóloga e instrutora da EL, Cyntia Zulian, de Laura Pinto psicóloga organizacional e Wilma Sueli, coordenadora do Observatório de Violência, Saúde e Trabalho-Obsat, da Universidade Federal de Rondônia-Unir. Durante 60 minutos o tema será discutido amplamente com os internautas.  

Em razão da pandemia provocada pelo covi-19, há meses a população mundial passa por situação de depressão e expectativa sobre o futuro. “A live abordando o suicídio é uma terapia neste momento tão delicado para o planeta, por isso a decisão de um debate com pessoas especializadas em terapia psicológica, tão necessária ao ser humano”, argumenta o diretor-geral da EL, Fábio Ribeiro.  

A live pode ser acompanhada pelo facebook, no endereço f/escola do legislativo.

Leia Também:  MINUTO SAÚDE: Entenda como ocorre a transmissão do coronavírus

Texto e imagem: Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍCIA

RONDÔNIA

PORTO VELHO

POLÍTICA RO

MAIS LIDAS DA SEMANA